SinopseMilena Venturi aprendeu desde cedo a lutar pelo que queria. Por trás da jovem inteligente e destemida, encontra-se uma mulher vulnerável. Profissionalmente ela está em ascensão, sendo a promotora recém-nomeada do Ministério Público.  

Eduardo Luís Guerra é um renomado juiz de Direito. Conhecido por suas habilidades no tribunal, sabe também aproveitar a vida e se divertir. Dono de uma beleza genuína e de uma personalidade intensa, ele consegue o que quer em um estalar de dedos. Mulher alguma resiste ao seu charme, ao brilho de seus olhos verdes acinzentados e ao seu sorriso sensual. Até que ele conhece Milena. 

O que deveria ser um relacionamento casual torna-se intenso e viciante. Uma batalha de vontades será travada. Qual dos dois sairá vitorioso dentro e fora dos tribunais?  Esse livro é o primeiro de uma quadrilogia que contará histórias de personagens diferentes. A série Sentença despertará fortes emoções, além de muitos suspiros do leitor. Conheça Edu Guerra, um homem capaz de enlouquecer uma mulher dentro e fora dos tribunais.

RESENHA PARA MAIORES DE 18 ANOS


Minha resenha

É sempre um prazer ler um livro nacional e se encantar com a história. "Amor em Julgamento" é um livro sexy e sensual, que conta a história de Milena e Eduardo. A história é contada em primeira pessoa em capítulos alternados pelos dois.

Milena e Eduardo tem um primeiro encontro um tanto peculiar e apesar da atração ser imediata, não poderiam imaginar que trabalhariam no mesmo local.

Enquanto Milena é toda certinha, tentando passar uma imagem profissional no tribunal, Eduardo é focado em levá-la para cama. Inicialmente ele não está procurando nada sério, mas o jeito da Milena o conquista.

Como puderam perceber, o livro é erótico e tem muitas cenas e linguajar adulto, mas também tem um enredo. Milena tem suas neuroses por conta de suas origens e Eduardo tem traumas familiares para lidar.

Entre muitas confusões, ciúmes e idas e vindas, o casal se torna queridinho dos leitores!




4 Comentários

  1. Gosto de livros narrados por pessoas diferentes, faz o leitor mergulhar no mundo do livro e descobrir os diferentes pontos de vista. Apesar de não ler livros eróticos, esse parece ser legal, não tem muito clichê?Enfim, parece bom.

    ResponderExcluir
  2. Ká!
    Adoro os romances hots e quando é nacional, melhor porque assim posso conhecer mais uma autora brazuca.
    Que coincidência os protagonistas irem trabalhar no mesmo lugar, já estou curiosa.
    A capa é sensual, linda!
    “Acredite na justiça, mas não a que emana dos demais e sim na tua própria.” (Código Samurai)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Não leio hots, mas esse estilo ganhou muito espaço nos últimos meses e é bom saber que as autoras tem investido em histórias com bons enredos.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi !
    Gostei de temos personagens tão diferentes e ai sim dar certo e legal ver como a presença do outros vai modificando e abrindo novas possibilidades espero que autora trabalhe bem historia de cada personagens!!!

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.