Sinopse - Para Abby Renard, o plano era para ser simples, se juntar a banda de seus irmãos na última etapa da sua turnê de verão, e decidir se ela está finalmente pronta para a ribalta, tornando-se o seu quarto membro. É claro que ela nunca imaginou que tropeçar no ônibus de turnê errado na Rock Nation, teria acidentalmente pousado-a na cama de Jake Slater, o notório vocalista mulherengo da Runaway Train. Quando ele a confunde com uma de suas groupies, Abby rapidamente esclarece que ela com certeza não está na sua cama de propósito.
Jake Slater nunca imaginou que o anjo que caiu na sua cama iria resistir a seus encantos, no mesmo instante o deixou de joelhos. Naturalmente, o fato de que ela parece uma menina certinha do coro poderia ser qualquer coisa, menos o tipo dele. Então, ele esta mais do que surpreso quando, depois de apostar com Abby que ela não duraria uma semana no seu ônibus de turnê, ela esta mais do que disposta a provar que ele estava errado. Com a vida pessoal de Jake implodindo a sua volta, ele encontra uma improvável aliada em Abby. Ele nunca conheceu uma mulher que pudesse conversar, brincar, ou o mais importante fazer música com ela.
Quando a semana começa a chegar ao fim, nem Abby, nem Jake estão prontos para seguir em frente. Pode uma cantora de Country querida e um bad boy do rocknroll, de verdade, terem um futuro juntos?


Abby é uma jovem de 22 anos, que passou os últimos três estudando para ser enfermeira e agora precisa descobrir se quer ser uma cantora profissional ou não. 

Seus irmãos, os gêmeos Gabe e Eli (de 26 anos) e Micah (de 28) formam a banda Jacob's Ladder, uma banda de rock cristão que está fazendo sucesso. Abby ficou de encontrar os irmãos em um evento chamado Rock Nation, onde iria terminar a turnê com eles, cantando e interagindo com o mundo musical. 

Conforme a sinopse explica, ocorre um engano na hora de entrar no ônibus da turnê e ela vai parar diante de Jake, o vocalista da Runaway Train.

Os dois não poderiam ser mais diferentes. Enquanto Abby é gentil e boazinha, a típica garota perfeitinha e tolerante, Jake dorme com tudo que se move.

Abby se mostra interessada em entender Jake e ele fica fascinado com a atenção que ela dá a ele como pessoa e não como estrela do rock. Apesar desse fascínio, não existe meio termo ao classificar Jake como um babaca e Abby como uma mosca morta. Enquanto ele flerta descaradamente com ela, continua dormindo com groupies e torna as situações constrangedoras, pois sabe que Abby está ouvindo ou por perto. É difícil de curtir essa dinâmica, onde ele a magoa inúmeras vezes e ela segue perdoando e aceitando.

O ponto positivo desse primeiro livro está nos personagens secundários que serão os protagonistas dos próximos livros: AJ, Brayden e Rhys. 

A escrita da autora é fluida e ritmada, o que combina perfeitamente com a trama, que apresenta elementos que envolvem a música, desde letras à algumas discussões mais acaloradas.

O livro é perfeito para se distrair, mas desde que não se tenha muita expectativa.


3 Comentários

  1. Ah gostei de saber que ele magoa muito ela não.
    Mas gosto dessa pegada de prepotência masculina kkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Meio contráditorio eu sei.
    E só pela resenha eu ja curti ele, mas ela nan. Muito sonsa. Como assim que perdoa tudo? Ah nem. Pode não.

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Não gosto muito de protagonistas assim não... Com certeza me irritaria muito com a Abby perdoando tudo e sendo sempre boazinha, então nem me interessei pela leitura.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Karini!
    O que fiquei me perguntando foi: como ela entra no ônibus errado e sendo toda certinha continua a turnê com eles e ainda se envolve em um romance tórrido?
    Como gosto das polêmicas, gostaria de ler o livro.
    “Os homens não desejam aquilo que fazem, mas os objetivos que os levam a fazer aquilo que fazem.”(Platão)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.