SinopseZoey Redbird está em apuros. Tendo dado a pedra da vidência para Aphrodite, e rendendo-se à Polícia de Tulsa, ela se isola de seus amigos e mentores, determinada a enfrentar a punição que merece – mesmo que isso lhe custe a vida. Só o amor das pessoas mais próximas poderá salvá-la da escuridão em seu espírito. Um mal terrível emerge das sombras, mais poderoso do que nunca...

Neferet finalmente se revela aos mortais. Coroando-se Deusa das Trevas, ela está desencadeando o mal e escravizando os cidadãos de Tulsa. Os vampiros da Morada da Noite aliam-se à polícia, juntando suas últimas forças, mas sabem que nenhum deles é forte o suficiente para vencê-la. Apenas Zoey é herdeira de tal poder... contudo, está incapacitada de ajudar por causa das consequências do uso da magia antiga. No derradeiro livro da série House of Night, uma batalha épica da Luz contra as Trevas irá decidir quem será redimida... E quem se perderá para sempre.

CONTÊM SPOILERS DOS LIVROS ANTERIORES




"Redimida" é o fim da longa saga que foi House of Night. Os capítulos são narrados em primeira pessoa pela Zoey e alternado com a perspectiva em terceira pessoa de outros personagens: Neferet, Aphrodite, Detetive Marx, Lynette, entre outros.
Em "Revelada", Zoey acreditou ter cometido o assassinato de dois mendigos, graças a pedra da vidência. Desolada com o seu ato, ela se entrega para a polícia. Quem está cuidando do seu caso é o detetive Marx, um homem que não tem receio dos vampiros como a maioria dos humanos, principalmente pelo fato de que sua irmã gêmea Anne foi marcada.

"Nunca me senti tão sombria assim.
Nem mesmo quando fui estilhaçada e presa no Mundo do Além e minha alma começou a se fragmentar.. Eu me sentia sombria por dentro, mas as pessoas que mais me amavam foram faróis lindos e brilhantes de esperança, e eu fui capaz de encontrar força em sua luz. Consegui sair da escuridão. 
Dessa vez, eu não tinha nenhuma esperança. Não conseguia encontrar uma luz. Eu merecia continuar perdida, despedaçada. Desta vez, eu não merecia ser salva". (p 09)

Em contrapartida, Neferet que assumir o que considera ser o seu lugar. Autoproclamando-se uma Deusa, ela assume o Mayo hotel, e junto com suas assustadoras gavinhas das Trevas, transforma os funcionários e hóspedes em reféns e marionetes.

"- Não, nunca mais vou me esconder. Sou uma Deusa, uma imortal com o dom de comandar as Trevas. Nyx nunca me compreendeu. Kalona nunca me compreendeu. Ninguém jamais me compreendeu. Mas agora eu vou obrigá-los a me entender. Vou fazê-los me entenderem!" (p. 37)

"- Tsi Sgili é um nome antigo que o meu povo usa para se referir a bruxas que escolheram as Trevas em vez da Luz. Elas vivem segregadas, afastadas de todos. - Vovó estremeceu. - As nossas lendas dizem que elas se alimentam de almas". (p. 104)

Esse ataque aos humanos causa um grande burburinho em Tulsa e finalmente teremos uma batalha que envolva muita ação e sangue! Para quem ficou na expectativa pelas cenas mais dramáticas durante a série, as passagens que envolvem as batalhas passaram rapidamente. Uma nova personagem se destaca no livro, por sua vontade de sobrevivência: Lynete, uma das reféns da Neferet. Ela ganhou tanto destaque que até mesmo temos alguns capítulos narrados pela sua perspectiva.
É claro que todo o time da Zoey comparece no salvamento: Thanatos, Kalona, Damien, Stark, Aphrodite, Darius, Stevie Rae, Repahim, Shaylin, Nicole, Vovó, Shaunee, Lenobia, Aurox e até o grupo de freiras.  Temos até mesmo uma breve participação especial da Rainha Sgiach, lá da Escócia.

"- Você costuma estar despreparada e mal-arrumada. Eles não têm chapinha na prisão? ..." (p. 97)

Em relação à revisão, diagramação e layout a editora pecou um pouquinho nesse último livro. Na página 36 temos um parágrafo duplicado e um dos capítulos é narrado pela Aphrodite e não pela Zoey conforme indicado, além de alguns errinhos de digitação como por exemplo, na página 126.
O livro apresenta lindos momentos também de união entre humanos e vampiros, deixando claro que em relação ao coração e a fraternidade, não existem barreiras.
Esse último livro deixa os leitores com um sentimento de saudades, pois o ciclo encerrou.

"- Uma adolescente? - soou a voz de Marx atrás de nós. - Por que o equilíbrio de poder entre o bem e o mal tinha que estar nas mãos de uma adolescente?" (p.170)



Resenhas dos livros anteriores da série:

* Marcada - Livro 01 - clique aqui
* Traída - Livro 02 - clique aqui
* Escolhida - Livro 03 - clique aqui
* Indomada - Livro 04 - clique aqui
* Caçada - Livro 05 - clique aqui
* Tentada - Livro 06 - clique aqui
* Queimada - Livro 07 - clique aqui
* Despertada - Livro 08 - clique aqui
* Destinada - Livro 09 - clique aqui
* Escondida - Livro 10 - clique aqui
* Revelada - Livro 11 - clique aqui


8 Comentários

  1. Nossa! 12 livros para encerrar uma história. Caramba!!!
    Espero um dia parar para começar a ler, parece ser bem legal. E sobre suas recomendações, recomendou para a pessoa certa, amo fantasia, aventura, mistérios, etc.

    ResponderExcluir
  2. Nem sabia que a série chegou aos 12 livros. Comecei a série e parei no sétimo livro se não me engano, não sei porque mais parei e ainda não penso em retoma-la. Acho que é coisa minha não terminar a maioria das séries ou trilogia que inicio. Mas gostei de ler a resenha e ver até que ponto foi.
    Adorei conhecer o seu blog. Bjuu
    http://orocardovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Carol!
    Comecei a ler essa série logo que o primeiro livro foi lançado, mas acabei parando no quinto... Mudei de colégio e na biblioteca do novo não tinha esses livros. Gostava da série, mas já estava achando um pouco cansativa no quarto livro, mesmo assim fiquei curiosa com a sua resenha.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Carol!
    Já tenho dos livros dessa coleção e só vou iniciar quando comprar os que falta, porque tomei a decisão de começar uma série apenas quando tiver todos os livros e é o que farei.
    Muito boa sua análise
    Semaninha cheia de luz e paz!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    .

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho muita vontade de ler esta série desde que vi os livros na bienal, mas eu pensava que eram apenas dez livros e são doze nossa. Ai escreve viu kkk
    Em ralação a resenha fiquei um pouco perdida, mas acho que é porque não li os outros livros, pois por exemplo fiquei sem ideia em relação ao que quer dizer ser marcada.

    ResponderExcluir
  6. Nossa super ansiosa pra ler esse último livro... Mru Deus como quero q chegue logo....

    ResponderExcluir
  7. Eu sou apaixonada por essa coleção!! Eu acompanho desde que saio o primeiro. Tenho um vício visceral em como a história se estende. Recomendo a todos!!

    ResponderExcluir
  8. 12 livros e o último me decepcionou por não encerrar todos os personagens. O que aconteceu com os vampiros vermelhos como Erin e Dallas por exemplo??! Nem sequer os citaram.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.