Sinopse - A Terra é conquistada por uma raça alienígena conhecida como os Confederados. A população adulta da Terra desaparece de vista, sucumbida pela Estática - um poderoso sinal telepático irradiado pelos alienígenas, que reduz as pessoas a um estado de total servidão. Mas existe um grupo imune aos seus efeitos: as crianças e os adolescentes. Enquanto isso, Holt Hawkins, um caçador de recompensas, tem como alvo Mira Toombs, uma astuta caçadora de tesouros com a cabeça a prêmio. Não demora muito para Holt capturar sua presa, mas a forte atração que surge entre os dois não é algo com que ele contasse. A queda de uma nave dos Confederados nas proximidades do lugar onde Holt e Mira estão acampados revela uma surpresa - a única sobrevivente é uma garotinha que não se lembra de mais nada a não ser do próprio nome: Zoey. Logo eles descobrem que todo o exército alienígena está à procura de Zoey. O que ela tem de tão especial? Será que os poderes dessa garota, por mais improvável que isso possa parecer, são a chave para deter os Confederados de uma vez por todas?

De vez em quando realizamos a leitura de um livro com um tema diferente do que estamos acostumados a ler e ficamos com receio de que tal leitura não nos agrade ou que ficaremos traumatizados. Resolvi dar uma chance a essa saga por alguns motivos: primeiramente a sinopse é muito interessante e realmente desperta o interesse, depois porque tive a oportunidade de ler algumas opiniões bem positivas sobre o livro e por último, mas não menos importante, porque a capa chamou a minha atenção. 

A sinopse explica muito bem os acontecimentos principais do livro. A Terra foi conquistada por alienígenas. Alienígenas altamente inteligentes, com uma tecnologia avançada e nada gentis. Pois é, essa Terra é extremamente assustadora para o ser humano!Os Confederados (alienígenas) conseguiram escravizar as pessoas, mas de algum modo, crianças e adolescentes são imunes ao seu método de escravização. Holt Hawkins é um caçador de recompensas, que evita se apegar as pessoas. Sua única companhia constante é Max, seu cão. Holt é contratado para caçar Mira Toombs. Acontece que essa missão acaba mudando a maneira como ele irá encarar a vida.  

Durante a missão, ele começa a se identificar com Mira e mais do que isso, a garota consegue despertar sentimentos nele. Como se isso não fosse o bastante, Holt encontra uma nave caída que possui uma sobrevivente: Zoey, uma menininha fofa de oito anos de idade. A questão é que os alienígenas tem um interesse incomum em Zoey e tanto os nossos protagonistas como os leitores, precisam descobrir o motivo. 
A escrita é contagiante. A cada página lida, o leitor que seguir em frente e descobrir o que irá acontecer em seguida. 

A editora realizou um ótimo trabalho na revisão e a capa chama a atenção. 


CONTÊM SPOILERS 









Sinopse - Neste segundo volume da Saga da Terra Conquistada, Mira, Holt, Zoey e Max embarcam numa jornada épica em busca da Torre Partida - um marco famoso e sombrio no meio do cenário mais perigoso do mundo: as Terras Estranhas. Os poderes de Zoey despertam, mas quem ela é continua sendo um mistério. Tudo o que ela sabe é que precisa chegar à Torre Partida. Os alienígenas, chamados pelos sobreviventes de Confederados, perseguem Zoey, e entre eles um novo grupo cujas intenções parecem diferir das dos demais. Para tornar tudo pior, o Bando - grupo que persegue Holt - também está nas Terras Estranhas, liderado por uma bela e ameaçadora pirata chamada Ravan. Assim como o primeiro amor de Mira, Benjamin Aubertine, cuja ambição desmedida para chegar à misteriosa Torre pode levar todos à morte. E há também as próprias Terras Estranhas, que inexplicavelmente começam a se expandir, tornando-se ainda mais poderosas e mortais. De alguma forma, tudo parece ligado à Zoey, e quanto mais perto da Torre mais enfraquecida ela parece ficar.

Sempre comentamos aqui no blog que quando se trata de séries, ficamos receosas em nos decepcionar com as continuações. Quando o primeiro livro é muito, muito bom, o segundo acaba decepcionando. Não é o caso aqui! O segundo livro é ainda melhor do que o primeiro!

Holt e Mira, na companhia de Max tem uma nova missão nesse livro: levar a fofa da Zoey até as Terras Estranhas. As Terras Estranhas é um local ainda mais perigoso do que o cenário do primeiro livro (difícil de imaginar, não é?) . É um local precário, cheio de tempestades e tornados. Existe algo específico por lá que o torna praticamente inabitável. 

O grupo tem uma nova missão e também novos inimigos. Ah, mas é claro que os inimigos antigos, ou seja, os Confederados, não vão deixá-los em paz. Na verdade, eles estão ainda mais agressivos e implacáveis. Existe um outro grupo, liderado por Gideon, que também tem interesse em Zoey. 

Em meio a todas essas complicações pela sobrevivência, o passado de Holt e Mira ressurge. Como os dois vão reagir ao se deparar com os exes um do outro?

A Jangada arrasou na revisão e diagramação. E o que falar dessa capa? Maravilhosa!


Para os fãs do gênero literário, a Saga da Terra Conquistada é leitura obrigatória!!!









5 Comentários

  1. Não conhecia estes livros, mas depois de ler as resenha fiquei super interessada, parece ser muito bons, adoro livros que tenham alienígenas, perseguições essas coisas, pretendo ler.

    ResponderExcluir
  2. conheci esse livro por torre partida e gostei de conhecer os livros que parecem ser bem interessantes, vou ler e espero gostar.

    ResponderExcluir
  3. Ká!
    sou muito fã da verdadeira ficção e adorei os dois exemplares.
    Sou estudiosa dos alienígenas e tudo que se relaciona a eles me interessa, imagina se um livro/série como essa não iria atiçar minha curiosidade?
    Adorei!
    “Há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida.”(Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  4. Oi Ká!
    Tenho bastante curiosidade sobre esses livros, a história parece ser ótima e é um tema que eu já gosto, então as chances de me agradar são grandes. As capas são muito bonitas mesmo! Que bom que o segundo livro não deixou a desejar, já aconteceu muito comigo de me decepcionar com uma continuação...
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oieee, tudo bom?
    Os livros parecem ser muito bons, fiquei curiosa para ler, as capas são lindas e o enredo super interessante, realmente quando se tem livros com continuação, é normal ficarmos meio preocupados que o segundo livro não seja tão bom quanto o primeiro, fico feliz em saber que Torre partida é melhor que Cidade da meia noite.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.