Editora: Companhia das Letras
Ano: 2015
Os homens que não amavam as mulheres é um enigma a portas fechadas - passa-se na circunvizinhança de uma ilha. Em 1966, Harriet Vanger, jovem herdeira de um império industrial, some sem deixar vestígios. No dia de seu desaparecimento, fechara-se o acesso à ilha onde ela e diversos membros de sua extensa família se encontravam. Desde então, a cada ano, Henrik Vanger, o velho patriarca do clã, recebe uma flor emoldurada - o mesmo presente que Harriet lhe dava, até desaparecer. Ou ser morta. Pois Henrik está convencido de que ela foi assassinada. E que um Vanger a matou. Quase quarenta anos depois, o industrial contrata o jornalista Mikael Blomkvist para conduzir uma investigação particular. Mikael, que acabara de ser condenado por difamação contra o financista Wennerström, preocupa-se com a crise de credibilidade que atinge sua revista, a Millennium. Henrik lhe oferece proteção para a Millennium e provas contra Wennerström, se o jornalista consentir em investigar o assassinato de Harriet. Mikael descobre que suas inquirições não são bem-vindas pela família Vanger, e que muitos querem vê-lo pelas costas. De preferência, morto. Com o auxílio de Lisbeth Salander, que conta com uma mente infatigável para a busca de dados - de preferência, os mais sórdidos -, ele logo percebe que a trilha de segredos e perversidades do clã industrial recua até muito antes do desaparecimento ou morte de Harriet. E segue até muito depois.... até um momento presente, desconfortavelmente presente.


"Os homens que não amavam as mulheres" é o primeiro livro da série Millennium do autor Stieg Larsson. A série já é um sucesso mundial, e existem até mesmo versões cinematográficas da obra. Um dos fatores atraentes no enredo é o comportamento dos personagens. Todos eles possuem seus traumas, suas falhas e lutam em agir de acordo com a moral e o honrado o tempo todo. Não há uma utopia sobre o ser humano. Ele é apresentado de modo cru e real. 
A história é narrada em terceira pessoa e conforme a sinopse nos conta, a trama gira em torno de dois personagens, Mikael Blomkvist e Lisbeth Salander. Mikael é um jornalista e dono da revista Millenium. Um homem com aproximadamente quarenta anos, um bom vivant. Lisbeth é uma hacker habilidosa, cheia de piercings e tatuagens. Sua aparência serve como uma proteção, para manter todos o mais distante possível.  A verdadeira história por trás de todos os seus mecanismos de defesa é de tirar o fôlego.

"Embora estivesse perfeitamente a par do papel do SOS-Mulheres, nunca lhe passou pela cabeça utilizar esse recurso. Para ela, esses centros de apoio destinavam-se às vítimas e ela nunca tinha se considerado como tal. Portanto, a única boa alternativa que lhe restava era agir como sempre agira - resolver ela mesma seus problemas." (p. 219)

Os dois irão se envolver com a família Vanger a pedido de Henrik, o patriarca. Uma antiga e poderosa família cheias de segredos, e que, alguns de seus membros não veem com bons olhos essa investigação extra-oficial que os protagonistas estão realizando. Mikael e Lisbeth querem descobrir o que aconteceu com Harriet, a herdeira dos Vanger que desapareceu misteriosamente em 1966. Apesar de ser um "cold case" (passaram-se quarenta anos desde o desaparecimento de Harriet), as descobertas são assustadoras e tenebrosas.

"- Mikael, faça perguntas depois, mas quero que acredite na minha palavra quando digo que detesto a maioria dos membros da minha família. Ela é principalmente formada por trapaceiros, aproveitadores, fanfarrões e incapazes." (p. 86)

Os títulos dos capítulos são as datas dos acontecimentos. É através deles que vemos quando tudo está acontecendo.
Stieg Larsson conseguiu passar para o papel atos vis de pura brutalidade, causando um impacto nos leitores.
Os primeiros capítulos do livro são um pouco mais lentos e arrastados, pois o autor vai apresentando o cenário e os personagens. Toda essa "preparação" deixa o leitor na expectativa pelos desdobramentos que irão ocorrer adiante.
A escrita do autor prende a atenção. As descrições, os cenários, os diálogos, o conjunto da obra é intrigante.
Com o lançamento do quarto livro da série, a Companhia das Letras lançou uma nova edição, que está impecável. Revisão, diagramação e layout foram muito bem feitos e a capa está mais sutil, porém chama a atenção. 


O sucesso dessa série é tão grande que houve adaptações cinematográficas do primeiro livro.

Imagens da adaptação sueca





Versão norte-americana





Versão Sueca e Norte Americana








20 Comentários

  1. Carolina!
    Já assisti todos os filmes da série, porém ainda não tive oportunidade de ler o livro e me parece que é bem igual ao filme ou vice-versa.
    Uma semaninha mais que abençoada!
    “Esquecer é uma necessidade. A vida é uma lousa, em que o destino, para escrever um novo caso, precisa de apagar o caso escrito.”(Machado de Assis)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rudy, tudo bem?
      Eu gostei bem mais da versão sueca do que a americana, mas ambas são ótimas ;)
      Bjkas

      Excluir
  2. Olá
    nossa, eu nuca tinha isto falar desses filmes, mas eu acho que já vi uns comentários a cerca do livro, espero curti a história
    bjks ♥♥♥♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Netinho, tudo bem?
      Vale muito a pena ler os livros e depois assistir as adaptações ;)
      Bjkas

      Excluir
  3. que interessante,ainda nao assistir os filmes e nem li os livros mas parece ser bem bacana de se ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Emanoelle, tudo bem?
      Sim, são ótimos mas possuem uma temática forte.
      Bjkas

      Excluir
  4. Não conhecia os filmes e nem os livros, mas não me interessei muito não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mariele, tudo bem?
      Que pena que não curtiu. Quem sabe os próximos posts não tragam algo que desperte seu interesse.
      Bjkas

      Excluir
  5. Já tinha ouvido falar dos filmes, mas não sabia que existia o livro.
    Sou fascinada por livros de investigação e suspense, e com certeza esse irá suprir minhas expectativas.
    Já adicionei o livro na minha lista de desejado =)
    Bjs Carol!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alessandra, tudo bem?
      Na verdade são quatro livros, sendo que o último foi lançado esse mês ;)
      Bjkas

      Excluir
  6. Já assisti a uma das versões cinematograficas e não gostei nem um pouco, e pelo que pude ver dos livro acho que tambem não irei gostar e por esse motivo nem vou tentar le-lo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Brenda, tudo bem?
      Que pena que não curtiu. Quem sabe o próximos posts tragam algo que te interesse?
      Bjkas

      Excluir
  7. Oi!
    Uma professora me indicou esse livro ano passado, mas ainda não consegui ler... A história parece ser incrível mesmo, com personagens fortes e cheios de mistérios. Não sabia que tinha duas adaptações...
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Evelise, tudo bem?
      O primeiro livro da série tem duas versões sim. Particularmente eu gostei mais da versão sueca ;)
      Bjkas

      Excluir
  8. Eu já tinha ouvido falar dos filmes e não me interessava muito e confesso que nem saber do livro fiquei interessada. Acho que só não faz muito meu estilo mesmo, sabe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Liih, tudo bem?
      Tem uma temática bem forte e se não faz o seu estilo, etão não leia.
      Espero que os próximos posts tenham algo que desperte o seu interesse.
      Bjkas

      Excluir
  9. Oie
    Eu não li nenhum dos livros do autor e nem sabia da existencia dos filmes.E que bom que a editora resolveu relançar esses livros.Já ouvi muitas pessoas comentando sobre a história mas eu nunca me empolguei tanto assim.Vou aguardar as resenhas dos próximos livros,quem sabe eu me interesse.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Letícia, tudo bem?
      Acredito que a Editora relançou a série pelo fato de que inicialmente seria uma trilogia. Porém, esse mês saiu o quarto livro.
      Bjkas

      Excluir
  10. Oi!
    Ainda não tinha vista falar do filme e apesar de não gostar muito desse estilo de livro a historia pareceu interessante e me deixou muito curiosa sobre o que aconteceu com Harriet, quem sabe não acabo lendo !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suzana, tudo bem?
      Espero que leia, mas esteja avisada que tem uma temática forte ;)
      Bjkas

      Excluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.