Sinopse - O que um canalha quer, um canalha consegue... Uma década atrás, o marquês de Bourne perdeu tudo o que possuía em uma mesa de jogo e foi expulso do lugar onde vivia com nada além de seu título. Agora, sócio da mais exclusiva casa de jogos de Londres, o frio e cruel Bourne quer vingança e vai fazer o que for preciso para recuperar sua herança, mesmo que para isso tenha que se casar com a perfeita e respeitável Lady Penélope Marbury.
Após um noivado rompido e vários pretendentes decepcionantes, Penélope ficou com pouco interesse em um casamento tranquilo e confortável, e passou a desejar algo mais em sua vida. Sua sorte é que seu novo marido, o marquês de Bourne, pode proporcionar a ela o acesso a um mundo inexplorado de prazeres. Apesar de Bourne ser um príncipe do submundo de Londres, sua intenção é manter Penélope intocada por sua sede de vingança – o que parece ser um desafio cada vez maior, pois a esposa começa a mostrar seus próprios desejos e está disposta a apostar qualquer coisa por eles…
…até mesmo seu coração.


"Entre o amor e a vingança" é o primeiro livro da série O Clube dos Canalhas da autora Sarah MacLean. Narrado em terceira pessoa, o início da história se passa em Londres, no ano de 1821. Aos 21 anos de idade, o jovem marquês de Bourne aposta tudo o que possui em um jogo de cartas. Seja por conta da imaturidade, da presunção ou até mesmo do ego, esse jovem acaba perdendo tudo o que possui para o visconde de Langford, um homem que deveria ser seu tutor, mentor e amigo após o falecimento dos pais.
Bourne fica atormentado e promete vingança.
Alguns anos se passam e estamos em 1831, onde Bourne, agora um exilado da alta sociedade britânica é sócio de um estabelecimento chamado O Anjo Caído. Uma casa de jogos que oferece tudo o que os abastados necessitam. Bourne e mais três sócios: Chase, Cross e Temple, três homens que terão suas histórias contadas nos próximos livros.
Bourne se tornou poderoso, mesmo que não convencionalmente. Seus negócios permitem a ele que consiga tudo o que precisa, trocando segredos e informações. Agora, ele descobriu que suas terras, que estavam de posse de Langford serão usadas como dote para o casamento da Penélope Marbury.
Penélope já não é mais uma mocinha. Após um noivado rompido escandalosamente na alta sociedade, ela se tornou "material usado" para os demais. Parece bruto chamá-la assim, mas é necessário lembrar que na época, mulheres eram vistas como bens e os casamentos, em sua maior parte, como arranjos comerciais.
Filha do marquês de Needham, um homem prático e direto, Penélope é uma das cinco filhas do marquês. Duas de suas irmãs estão casadas, mas Philippa e Olívia, ainda não. Fica evidente que ela precisa casar logo, pois aos 28 anos de idade é considerada uma solteirona e isso diminui as chances das irmãs. Penélope é inteligente, centrada e totalmente abdicada da sua felicidade pelo bem de Philippa e Olívia (apesar de que essa última, é tão focada no próprio umbigo que não vê o que Penélope faz).
Bourne está decidido a recuperar sua propriedade e coloca Penélope em uma situação complicada para forçar o casamento. A partir daí, ele precisará repensar se a vingança realmente vale a pena.
Os personagens são cativantes, e os considerados secundários marcam presença. Enquanto Olívia é egocêntrica, Philippa é inteligente demais e observadora. Chase, Cross e Templo são um divertimento à parte. Cada um deles tem um comportamento, mas por serem tão diferentes se complementam perfeitamente. Sem contar que sabem provocar Bourne como ninguém.
Bourne desperta sentimentos mistos, principalmente pela maneira como trata Penélope. Suas atitudes são bruscas em alguns momentos e por Penélope ser tão querida e adorável, em alguns trechos ele merece uns bons chutes na canela.
A escrita da autora Sah MacLean é deliciosa. Não há como descrevê-la de outra forma. O texto é fluido, os diálogos são inteligentes e a forma como os personagens amadurecem aos poucos é formidável.
O texto é coeso. Temos toda uma preparação para chegar aos momentos mais críticos da trama, criando um clima propício para o leitor se encantar.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um trabalho fantástico. A capa, monocromática, dá a impressão de opulência e combina perfeitamente com o romance histórico.



22 Comentários

  1. Olá
    achei bem legal a capa desse livro, não curto muito livros nesse gênero (acho que vc sabe) kkk, outra coisa que eu não gosto, dessa vez é a editora, kkk, ela coloca as falas entre aspas, isso me inrrita um pouco, kkk
    Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Manoel, tudo bem?
      Preciso comentar que a Editora tem melhorado muito seu trabalho diagramação ;)
      Bjkas

      Excluir
  2. Confesso que, após ter lido a resenha, vi que o livro não me chamou atenção. Como eu não tenho o costume de ler esse gênero, isso acaba fazendo com que eu não tenha vontade de lê-lo. Eu achai a capa linda! Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luis, tudo bem?
      Eu te entendo. Quando não curtimos o gênero literário, não tem como se interessar mesmo pelo livro rs.
      Fico feliz em saber que curtiu a resenha.
      Bjkas

      Excluir
  3. Carolina!
    Adoro os romances de época e os ambientados no século XIX ainda mais, me fascinam e cativam.
    Quero muito poder ler, ainda por cima com essa capa vermelha, linda!
    “Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos.”(Antoine de Saint-Exupéry)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rudy, tudo bem?
      Quando terminei de ler esse livro, tive certeza de que você iria amá-lo <3
      Bjkas

      Excluir
  4. até que enfim uma resenha desse livro! não me decepcionei adorei a resenha e já to curiosíssima pra ler pois adoro romances de época, só essa capa já chama logo atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Emanoelle, tudo bem?
      A capa chama mesmo a atenção. E sendo bem sincera, estou louca pelos próximos livros da série rs.
      Bjkas

      Excluir
  5. Amo séries, trilogias e tudo mais só que romances não são a minha cara, ainda mais de época.
    A capa é bem bonita mas não me desperta a vontade de ler, abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Giovanna, tudo bem?
      Quem sabe as próximas resenhas tragam algo mais interessante para você?
      Obrigada pelo comentário.
      Bjkas

      Excluir
  6. Oi Carol,
    Não acredito que quero começar mais uma série O.o, surtando em 3,2... parei rsrs.
    Amei a resenha e quando vi sua classificação do livro amei ainda mais. Amo romances de época e a história desse livro é muuuito diferente de tudo que recordo de ter lido, tomara que os outros livros não demorem.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Larissa, tudo bem?
      Minha reação foi idêntica a sua rs
      Surtei quando vi essa série. E agora preciso urgentemente dos próximos livros kkk
      Bjkas

      Excluir
  7. Eu adorei o fato de a capa ser monocromática! Ficou extremamente lindo esse jogo que foi feito entre o cenário e a modelo, como se eles fossem uma coisa só. Quanto à trama, os romances de época sempre me encantam pelo cenário e pelos costumes das pessoas daquele tempo, acho incrível a forma como somos transplantados até outra cultura através de leituras. A trama em si não me chama muita atenção, mas depois de todos os elogios à escrita da autora e à forma como ela conduziu a história que tu fez confesso que fico tentada a dar uma chance.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Patrini, tudo bem?
      A capa é linda né?
      Acho que os romances de época são preciosos. Os costumes, a exuberância que os cenários e vestuários possuem, tudo inspira a imaginação.
      Bjkas

      Excluir
  8. Oi, Carol. Entre o Amor e a Vingança me interessou pelo motivo de possuir uma escrita fluida em um romance histórico. Só fiquei com um pé atrás, pois não sou amante do gênero, logo não quero iniciar com uma série. Mas, de resto é tudo agradável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ycaro, tudo bem?
      Pois é, a maior parte dos romances de época são séries e fica difícil sugerir uma lista de livros para você do gênero.
      Bjkas

      Excluir
  9. Oie
    Eu adoro romances de época então estou bem curiosa com essa nova série.A Penelope deve ser uma ótima personagem,e as vezes bate uma raiva mesmo daquele personagem que muitas vezes tem umas atitudes arrogantes.A história parece seguir do jeitinho que eu gosto em livros desse gênero,então vou le-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Letícia, tudo bem?
      Eu simplesmente me apaixonei pelo livro. Não tenho palavras suficientes para comentar o quanto me emocionei com a leitura.
      Bjkas

      Excluir
  10. Oi!
    Gosto muito de romances de épocas, e esse livro me interessou, gostei da historia e de como a sociedade daquele tempo e retratada nesse livro, também gostei de termos uma personagem principal forte e essa relação de amor e vingança do livro !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suzana, tudo bem?
      Esse livro é tudo de bom! Se você gosta de romances de época, precisa conferir ;)
      Bjkas

      Excluir
  11. Eu preciso urgentemente desse livro, adorei o contexto da história e o envolvimento e a dúvida do personagem entre se entregar para o amor ou continuar sua vingança, acho que quando eu começar a leitura vou me envolver muito pois adoro livros de romance de época.
    Sua resenha está muito boa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mariele, tudo bem?
      Que bom que gostou da resenha. Espero que leia e venha nos contar o que achou do livro.
      Bjkas

      Excluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.