SinopseSeu próximo experimento científico? Entregar-se a um canalha!

Lady Philippa Marbury não é como as jovens de sua época. A brilhante filha do marquês de Needham e Dolby se preocupa mais com seus livros e experimentos do que com vestidos e bailes. Para ela, um laboratório é muito mais atraente que uma proposta de casamento, e é por isso que, ao ser prometida a um noivo com quem não tem nada em comum, Pippa tem apenas duas semanas para empreender seu último experimento: descobrir todos os prazeres e todas as delícias da vida antes de passar o resto de seus dias ao lado de alguém que ela mal conhece.
Como boa cientista que é, Pippa investiga a vida do homem que parece ser a cobaia ideal para realizar suas experiências: Sr. Cross, o atraente sócio do cassino mais famoso e cobiçado de Londres, um libertino cuja má-fama foi cuidadosamente construída sobre o vício e a devassidão. Um canalha perfeito para explorar suas fantasias e satisfazer sua curiosidade sem manchar sua reputação de moça de família.
Mas o que Pippa não sabe é que, por baixo das aparências, Cross esconde segredos obscuros e que, ao receber a proposta da garota, ele está diante de uma oferta que pode destruir tudo aquilo que durante anos ele se esforçou para proteger.
Terrivelmente tentado a se envolver nessa aventura que promete o mais puro prazer sem qualquer outra emoção, tudo o que Cross deseja é dar a Pippa exatamente o que ela quer, mas ele sabe que ninguém sai ileso do caminho da satisfação e, assim, Cross terá de usar cada miligrama de sua força de vontade para não perder o controle e resistir à tentação de entregar à jovem muito mais do que ela ousa imaginar.

A história se passa em Londres, no ano de 1831. Lady Philippa, mais conhecida como Pipa, é uma jovem incomum para a época. Sua inteligência aguçada, raciocínio rápido e curiosidade sobre ciências e anatomia não combinam com os salões de festas e eventos da sociedade londrina. Desde pequena ela se considera estranha, diferente de suas irmãs, principalmente a caçula, que sempre agiu de forma "perfeita". Só que Pipa sabe que precisa preencher alguns requisitos sociais obrigatórios e o casamento é um deles. Ela encontra um homem que aceita se casar com ela e que aceita suas extravagâncias. Um homem bom e agradável, mas que não a estimula intelectualmente. Mas poderia ser pior, certo?
Pipa aceita o casamento e ao estudar os votos, depara-se com várias demandas que a deixam confusa, mas a principal delas refere-se aos acontecimentos entre marido e mulher: a consumação. Ela precisa se sentir preparada para o que virá, precisa entender toda a logística, porém não conhece ninguém que pode explicar a ela. É quando propõe um experimento científico ao Sr. Cross, um dos sócios do Anjo Caído e amigo de seu cunhado.
Cross tem uma fama e tanto: é bonito, inteligente e decadente. Quem seria melhor do que ele para explicar a Pipa como agradar o marido?
Desde a primeira interação com Pipa, Cross a acha insana. Ela não segue as regras de etiqueta e não tem a mínima noção do quanto pode prejudicar sua reputação. Ao mesmo tempo, ele sente-se fascinado pela jovem que não tem receio em ser direta nas perguntas mais indiscretas possíveis.
Tanto Pipa quanto Cross são pessoas que carregam um passado marcante. Para Pipa, não encaixar-se em lugar nenhum e sempre ser vista como estranha a deixa insegura e vulnerável. Por outro lado, Cross carrega o arrependimento por não ter tomado decisões diferentes em sua juventude.
O que deveria ser um experimento científico torna-se mais e os dois terão que enfrentar o passado e os inimigos que ressurgem...
Como o primeiro livro, a trama divide-se em duas esferas: a interação do casal em si e os inimigos que querem algo dos membros do Anjo Caído. Os dois âmbitos são bem trabalhados nesse livro. Nada acontece rapidamente e a forma como os protagonistas vão se envolvendo emocionalmente faz com que a trama se torne crível. A autora apresenta em detalhes a vulnerabilidade de ambos, mas também os mantêm fortes. Pipa não quer ser a mocinha em apuros. Ela quer entender as coisas, estudá-las, mas também consegue defender e ajudar aqueles que ama mesmo sem perceber. Sua inocência nos hábitos da sociedade torna-a carismática e fofa. É difícil resistir a uma personagem tão bem construída.
Cross é um personagem complexo, onde o leitor vai percebendo sua vulnerabilidade ao avançar as páginas. Desde o início ele demonstra ser frio e emocionalmente blindado, mas percebemos que é apenas uma fachada bem construída.
Da mesma forma que o primeiro livro da série, "Entre a culpa e o desejo" traz personagens cativantes em um enredo bem desenvolvido. A interação entre os personagens dos livros anteriores e futuros deixa a obra ainda mais completa e demonstra que o amor pode ser encontrado nos lugares mais improváveis.

Confiram a resenha do livro anterior Entre o amor e a Vingança

7 Comentários

  1. Oi, Carol. Entre a Culpa e o Desejo conseguiu atrair a minha atenção bem mais que Entre o Amor e a Vingança. Não posso negar que este romance histórico escrito pela Sarah MacLean é de uma genialidade incrível, uma narrativa fluente, bom cenário e personagens importantes. Gosto muito de Londres como fundo da trama e da protagonista como uma garota que trabalha em um laboratório.
    Consumidor de Sonhos | consumidordesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Carolina!
    Adoro os romances de época ambientados no século XIX e aqui fiquei ainda mais fascinada por ver que a protagonista foge totalmente aos padrões da época e se torna criativa e destemida em seus experimentos.
    Fantástica a premissa.
    ”Uma vida sem desafios não vale a pena ser vivida.”(Sócrates)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  3. Estou começando a gostar de romances de época ,esse é bem diferente da maioria ,gostei do enredo ,mas não curti muito a capa .

    ResponderExcluir
  4. Eu adoro romances de época e já vi que esse segundo livro vai ser melhor que o primeiro que comprei ontem pelo Black Friday porque quero me inteirar dessa serie, eu realmente gosto de romances época e com dois protagonistas bem diferentes sempre deixa tudo bem mais divertido na minha opinião. Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  5. Oi Carol! Agora que tô dando um pouco de abertura em minha vida para os livros de romances históricos. Mas ainda é o tipo de livro que deixo pra ler durante a minha tpm, porque é o momento que parece que as histórias são mais intensas pra mim haha. Eu ouvi muitos elogios e recomendações sobre O Clube dos Canalhas, to bem curiosa pra ver se vou gostar da leitura, tanto quanto estou gostando das resenhas e críticas.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Nunca li nenhum livro do gênero romance de época, porém me interessei muito por esse livro. Vou querer ler e estou bem curiosa para saber o que vou achar, pois não faço a mínima ideia.

    ResponderExcluir
  7. Oi Carol,
    Essa série histórica está dando o que falar. Personagens bem construídos e complexo e se passa em Londres, quero pra ontem rsrs.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.