Sinopse - Num mundo dividido entre humanos e ciborgues, Cinder é uma cidadã de segunda classe. Com um passado misterioso, esta princesa criada como gata borralheira vive humilhada pela sua madrasta e é considerada culpada pela doença de sua meia-irmã. Mas quando seu caminho se cruza com o do charmoso príncipe Kai, ela acaba se vendo no meio de uma batalha intergaláctica, e de um romance proibido, neste misto de conto de fadas com ficção distópica. Primeiro volume da série As Crônicas Lunares, Cinder une elementos clássicos e ação eletrizante, num universo futurístico primorosamente construído.

Narrado em terceira pessoa, "Cinder" é o primeiro livro das Crônicas Lunares, série escrita pela autora Marissa Meyer. Com um ar de conto de fadas (cada livro tem uma protagonista dos contos: Cinderela, Chapeuzinho Vermelho e Rapunzel) essa distopia vem ganhando cada vez mais fãs por todo o mundo.
Cinder é uma ciborgue que foi adotada quando criança por um cientista e sua família. O problema é que seu pai adotivo faleceu logo em seguida e sua madrasta, a Adri, mostrou sua verdadeira face. Adri faz com que Cinder trabalhe como mecânica em uma feira local e não a trata como filha e sim como propriedade. Pela lei, um ciborgue é visto como "algo" e não uma pessoa.
O planeta está sendo acometido por uma doença chamada letumose. A letumose é fatal e até o momento, os cientistas não conseguiram encontrar a cura. O problema é que o imperador também está doente e seu filho Kai não está preparado para assumir o trono. 
Essa situação é perfeita para a rainha lunar que trava há anos uma batalha silenciosa com o planeta. Com Kai no comando ela poderia fazer o que sempre desejou: se tornar imperatriz.
Com histórias totalmente diferentes Kai e Cinder tem um destino em comum: salvar o planeta dos lunares. O que eles não podem imaginar é como isso vai acontecer e qual é o papel de cada um deles nessa missão.
Cinder é uma adolescente, vulnerável por não ter opções na vida mas ao mesmo tempo determinada e valente. Ela possui inúmeras inseguranças, principalmente por ser uma ciborgue, mas tem um bom coração e se preocupa profundamente com sua meia-irmã Peony.
As pesquisas pela cura estão sendo conduzidas pelo Dr. Dimitri Erland, um homem misterioso e que faz questão de recrutar ciborgues para os testes. Mas por que apenas os ciborgues?
Essa e tantas outras perguntas vão sendo respondidas no decorrer da leitura. O primeiro livro das Crônicas Lunares é uma aventura e tanto e deixará o leitor arrebatado.
O trabalho de diagramação e layout está muito bom. Existem alguns errinhos de digitação, mas nada que interfira na compreensão do texto. A capa é linda e chama a atenção.





Sinopse - Depois de Cinder, estreia de sucesso de Marissa 
Meyer e primeiro volume da série As Crônicas Lunares, que chegou ao concorrido ranking dos mais vendidos do The New York Times, a autora está de volta com mais um conto de fadas futurista. Scarlet, segundo livro da saga, é inspirado em Chapeuzinho Vermelho e mostra o encontro da heroína ciborgue que dá nome ao romance anterior com uma jovem ruiva que está em busca da avó desaparecida. Em uma trama recheada de ação e aventura, com um toque de sensualidade e ficção científica, Marissa Meyer prende a atenção dos leitores e os deixa ansiosos pelos próximos volumes da série. 

CONTÊM SPOILERS DO LIVRO ANTERIOR
Inicialmente a história se passa na França, onde acompanhamos Scarlet, uma garota de 18 anos de idade, e sua busca pela avó. Ela e avó vivem em uma fazenda há anos e um dia a avó some, sem deixar bilhete ou qualquer recado. E seu chip de identificação foi deixado no balcão da cozinha. A polícia encerrou as buscas, pois vários moradores do povoado disseram que sua avó era louca. Scarlet fica desesperada pois tem certeza absoluta de que algo aconteceu. 

"O maxilar de Scarlet estava começando a doer de tanto que ela trincava os dentes. Todo mundo falava do desaparecimento da avó como se ela fosse um gato de rua que voltaria para casa quando sentisse fome." (p. 14)

Enquanto continua fazendo o trabalho da fazenda, Scarlet depara-se com o Lobo. Lobo é um lutador de rua que apareceu no povoado e age de forma estranha. Ele tem um número tatuado no braço e parece não conhecer algumas coisas básicas, o que deixa a protagonista desconfiada.
Scarlet resolve procurar por conta própria a avó e tentar solucionar o seu desaparecimento. Só que ela não contava com a companhia desse misterioso lutador. Será que ele tem algum motivo oculto para ajudá-la?
Nessa sequência, a trama alterna entre os novos protagonistas e a história de Cinder e Kai. Enquanto estamos envolvidos nesse novo mistério, Cinder começa sua nova jornada, agora contando com a ajuda do Capitão Thorne.



Sinopse - Neste terceiro livro da série Crônicas Lunares, Cinder e o capitão Thorne estão foragidos e agora levam Scarlet e Lobo a reboque. Juntos, eles planejam derrubar a rainha Levana e seu exército. Cress talvez possa ajudá-los. A garota vive aprisionada em um satélite desde a infância, com a companhia apenas de telas, o que fez dela uma excelente hacker. Coincidência ou não, infelizmente ela também acabou de receber ordens de Levana para rastrear Cinder e seu bonito cúmplice. Quando um ousado plano de resgatar Cress dá errado, o grupo se separa. Cress enfim conquista a liberdade, mas o preço a se pagar é alto. Enquanto isso, Levana não vai deixar que nada impeça seu casamento com o imperador Kai. Cress, Scarlet e Cinder talvez não tenham a intenção de salvar o mundo, mas muito possivelmente são a última esperança do planeta.

CONTÊM SPOILERS DOS LIVROS ANTERIORES
Cress é uma jovem lunar que vive como prisioneira em um satélite por sete anos. Após Sybill descobrir que a jovem tem habilidades com computadores, ela decidiu manter Cress viva, porém isolada do mundo.
Por passar anos espionando para a rainha, Cress sabe muito bem quais são seus planos e tentará ajudar Cinder e os demais a se salvar.
Quando Cinder percebe que Cress é a pessoa que a ajudou no início, cria um plano de resgate que não dá muito certo. 
Com o grupo separado, Cress terá que confiar em Thorne para salvar-se e encontrar os demais.
Thorne foi ganhando espaço desde o momento em que surgiu na prisão com Cinder. Ele é irônico, adora fazer piadas e ser o centro das atenções. Esse egocentrismo é surpreendido pela ingenuidade de Cress, que por não estar acostumada a interagir com outras pessoas, acaba confiando cegamente em Thorne.
Os dois se veem no meio do deserto tentando sobreviver e quanto mais tempo passam juntos, mais Thorne repensa seus conceitos.
Como no livro anterior, há uma outra trama seguindo em paralelo que é a história de Cinder e seu plano para derrubar Levana.
Até o momento, "Cress" é o livro que teve mais ação e revelações tanto pessoais quanto gerais, como a resposta da letumose. Finalmente o Dr. Dimitri Erland descobriu o que realmente está acontecendo e a resposta é aterrorizante.
Em relação à revisão, diagramação e layout foi realizado um ótimo trabalho. A capa é linda e combina com a protagonista e com as capas dos livros anteriores.

" - Sinceramente, Thorne. - A voz de uma garota. Linh Cinder? - Você alguma vez pensa antes de falar?
- O quê? O que eu disse?
- 'Isso tudo é cabelo?'
- Você viu? Parecia um cruzamento de ninho de passarinho e novelo de lã depois de ser atacado por um guepardo." (p. 41)





20 Comentários

  1. Sou louco para ler essa série, acho que ainda em janeiro vou lê-la. Os três livros me interessam muito, já que adoro recontagens de contos de fada, esses parecem ter aventura e muita emoção, misturados com distopia e ficção científica. Depois dessa resenha show estou ainda mais ansioso ^^
    Abraços

    bookdan.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dan, tudo bem?
      Essa série é muito boa! Eu não consegui largar os livros até terminar a leitura rs.
      Bjkas

      Excluir
  2. Quero muito ler essa série! Todo mundo falar super bem, está na minha lista com toda certeza!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Theresa, tudo bem?
      Estou gostando bastante dessa série. Quero ler logo o quarto livro!
      Bjkas

      Excluir
  3. Eu tenho os dois primeiros livros, e estou louca para começar a ler :D

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Monique, tudo bem?
      O lado ruim de você ter os dois primeiros, é que quando terminar, vai querer ler logo o próximo rs.
      Bjkas

      Excluir
  4. Oi!
    Ai como gosto das releituras dos contos e aqui é feita de forma futurista e cibernética o que é uma grande junção.
    A série parece maravilhosa e com ação, apesar de ter dito que o último tenha mais ação que os outros.
    “Chega-te aos bons, serás um deles, chega-te aos maus, serás pior do que eles.”(Sabedoria popular)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe do TOP COMENTARISTA de Janeiro, são 4 livros e 3 ganhadores!

    -

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rudy, tudo bem?
      A série é muito boa mesmo. Mistura elementos de distopia com contos de fada e tem ótimos personagens.
      Bjkas

      Excluir
  5. Nossa, eu AMO essas "releituras" de clássicos infantis, para adultos. Tô com a série Encantadas para ler aqui, comecei Veneno e é muuuito bom. Já conquistou meu coração. Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jéssica, tudo bem?
      Releituras quando bem escritas são tudo de bom né?
      Bjkas

      Excluir
  6. Adoro essa série, é uma das minhas favoritas da atualidade. Consegui ler os três nesse fim de ano e que loucura! Cinder é bom, Scarlet é melhor ainda e Cress é simplesmente bombástico! Não consegui parar, só queria ler mais e mais. E os final são de chorar pelo próximo, que ansiedade dá! Tomara que a editora lance o 4 logo porque estou roendo unhas aqui. Vale muito a pena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cristiane, tudo bem? Os finais são ótimos! Dá um desespero para ler o próximo! Também estou louca pelo quarto livro.
      Bjkas

      Excluir
  7. eu sou dividida em relação a essa série eu adoro distopias e adoro conto de fadas, mas achei complicado a junção dos dois. a Cinderela agora é um ciborgue? eu fiquei hã como assim? mas com dois livros 4 estrelas e um 5 acho que vou dá uma chance a essa série

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mariana, tudo bem?
      Realmente parece que não tem muita lógica, mas juro a você que quando ler, vai pensar que faz todo o sentido rs.
      Bjkas

      Excluir
  8. "Conto de fadas com ficção distópica" essa frase me chamou atenção, com certeza quero ler em breve!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Samira, tudo bem?
      Espero que leia e venha nos contar o que achou!
      Bjkas

      Excluir
  9. Oi!
    Gosto muito das releituras de contos de fadas e essa foi uma das mais diferentes que já vi, a historia parece ser bem envolvente e gostei muito da Cinder ainda mais como ciborgues que achei muito criativo da autora e também esse mundo que ela cria e se tiver oportunidade quero ler a serie !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suzana, tudo bem?
      É super criativo mesmo. Vale muito a pena conferir.
      Bjkas

      Excluir
  10. Faz uma era que eu quero ler esse livros, mas não consegui ler até agora. Mas espero que esse ano eu consiga a ler. Parabéns pelas resenhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jessica, tudo bem?
      Obrigada, fico feliz em ver que gostou da resenha.
      Espero que leia em breve a série e se divirta tanto quanto eu me diverti ;)
      Bjkas

      Excluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.