Sinopse - Pode um amor avassalador apagar as marcas de um passado sombrio?
Após anos lutando por sua vida, a doce professora de piano, Srta. Kate Taylor, encontrou um lar e amizades eternas em Spindle Cove. Mas seu coração nunca parou de buscar desesperadamente a verdade sobre o seu passado. Em seu rosto, uma mancha cor-de-vinho é a única marca que ela possui de seu nascimento. Não há documentos, pistas, e nem ao menos lembranças…
Depois de uma visita desanimadora para sua ex-professora, que se recusa a dizer qualquer coisa para Kate, ela conta apenas com a bondade de um morador de Spindle Cove, o misterioso, frio e brutalmente lindo, Cabo Thorne, para voltar para casa em segurança. Embora Kate inicialmente sinta-se intimidada por sua escolta, uma atração mútua faísca entre os dois durante a viagem. Ao chegar de volta à pensão onde mora, Kate fica surpresa ao encontrar um grupo de aristocratas que afirma ser sua família.
Extremamente desconfiado, Thorne propõe um noivado fictício à Kate, permitindo-lhe ficar ao seu lado para protegê-la e descobrir as reais intenções daquela família. Mas o noivado falso traz à tona sentimentos genuínos, assim como respostas às perguntas de Kate.
Acostumado com combates e campos de batalhas, Thorne se vê na pior guerra que poderia imaginar. Ele guarda um segredo sobre Kate e fará de tudo para protegê-la de qualquer mal que se atreva atravessar seu caminho, seja uma suposta família oportunista… ou até ele mesmo.


"A dama da meia-noite" é narrado em terceira pessoa e a trama se desenvolve em Splinde Cove, no ano de 1814. Os protagonistas da vez são Thorne e Kate Taylor. Para aqueles que leram os livros anteriores, Thorne é o soldado taciturno e de poucas palavras que acompanhou Bramwell e Payne (protagonistas dos livros 1 e 2, respectivamente) até o local.
Desde o início Thorne tentou se manter distante de Kate sem nenhum motivo aparente. Apesar da fama de quieto e até mesmo mulherengo, nunca tentou uma aproximação com a jovem professora. Kate é uma mulher insegura: não conhece suas origens e ainda carrega uma marca na face que se torna imediatamente alvo de atenção das pessoas. Mesmo tendo crescido em um orfanato e ter tido uma vida não muito fácil, Kate não perde o sorriso e a esperança de um dia encontrar a sua família.
Acontece que surge em Splinde Cove um grupo de pessoas pitorescos. Esse fato não seria estranho, já que o local geralmente atrai os excêntricos da sociedade, se eles não alegassem que são parentes de Kate.
Os Gramercy são um grupo engraçado com uma dinâmica interessante. Liderados pelo Lorde Drewe, o mais sério do clã mas com uma propensão a duelos, as jovens Harry e Lark, duas damas da sociedade bem modernas para a época e a tia Sagui e sua obsessão por balas ardidas.
Como a sinopse explica, Thorne fica bem desconfiado dessa família e os dois forjam um noivado. Mas a verdade é que Thorne sabe mais do que aparenta sobre Kate e sua vida.
A interação dos dois é bonita e engraçada de se observar. Enquanto Kate sempre deixou claro que é ávida por afeição e carinho, Thorne é distante. Conforme os dois vão se conhecendo, vão influenciando a maneira de agir um do outro. Além disso, Kate não atura a falta de educação de Thorne e responde à altura.
A composição dos protagonistas é delicada. Ambos utilizam uma armadura para esconder suas inseguranças e medos, aparentando ao mundo uma personalidade diferente. No decorrer do livro é que observamos os verdadeiros Thorne e Kate, personagens fortes, resilientes e inesquecíveis.
Splinde Cove por si só é vivo e dinâmico. Os moradores, seus eventos e visitantes tornam o local o coração da série, mantendo-o pulsando freneticamente.
Para os fãs da série de Tessa Dare não há motivo para pânico: os protagonistas dos livros anteriores fazem uma participação especial em "A dama da meia-noite".
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um bom trabalho. A capa é bonita e combina com as capas dos livros anteriores.

"Ela o observou naquele momento: braços cruzados, rosto duro, o olhar frio como gelo. Ele era uma armadura viva." (p. 95) 



18 Comentários

  1. Eu amo romances históricos, e quero ler essa série, mas nunca arruma tempo. Todo mundo fala dela!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Theresa, tudo bem?
      Essa série é apaixonante! Bjkas

      Excluir
  2. Carolina!
    Gosto muito dos romances de época e não li ainda nenhum dos livros dessa série, embora tenha me interessado muito.
    Saber que guardam seus medos e depois se tornam protagonistas fortes é bem atrativo.
    “Chega-te aos bons, serás um deles, chega-te aos maus, serás pior do que eles.”(Sabedoria popular)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe do TOP COMENTARISTA de Janeiro, são 4 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rudy, tudo bem?
      Eu estou apaixonada por essa série. Até o momento não houve um casal de protagonistas que deixou de me conquistar.
      Bjkas

      Excluir
  3. Adoro livros com personagens fortes e uma boa história. Não sou muito habituado com romances históricos, mas pode ser que eu me arrisque nessa leitura. As dinâmicas dos personagens também parecem ótimas e criativas! Quero ler.
    Ótima resenha, Carolina :) Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dan, tudo bem?
      Se você está procurando se aventurar em um novo gênero literário, especificamente romance histórico, essa série é uma boa opção pois tem muito humor e as mocinhas não ficam chorando pelos cantos.
      Bjkas

      Excluir
  4. Não sou muito fã de romance de época, porém estão me falando coisas tão boas sobre essa autora e esse tipo de história, que estou quase me rendendo aos seus encantos hahaha. Belíssima resenha, :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jéssica, tudo bem?
      Fico feliz que tenha gostado da resenha, obrigada!
      Bjkas

      Excluir
  5. Estou vendo tanta coisa legal desses livros. Quero muito ler, sou fã do estilo e esses parecem ser bem legais. O mais bacana é ler a série e rever outros personagens dos já lidos, adoro isso. Ansiosa pela leitura, espero pegar em breve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cristiane, tudo bem?
      Se você gosta de romances históricos, vale a pena conferir sim. Leia e venha nos contar o que achou da série ;)
      Bjkas

      Excluir
  6. eu não sou muito fã de romances de época, então ainda não li nada dessa série.mas, são tantos elogios, tantos corações para essa série que eu estou pensando em dá uma chance

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mariana, tudo bem?
      Eu sou suspeita para falar, pois me apaixonei perdidamente pela série rs.
      Bjkas

      Excluir
  7. Não li os outros da série, então é complicado dar uma opinião sobre esse livro, mas eu amooo romances históricos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Samira, tudo bem?
      O legal dessa série é que cada livro é um casal diferente, então dá para ler sem se sentir perdida.
      Bjkas

      Excluir
  8. Oi!
    Gosto muito de romances de época e principalmente dessa serie da Tessa Dare e muito legal esse refugio que ela cria diferente de tudo que a sociedade pregava e principalmente duas mocinhas forte e esse livro já está na minha lista !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suzana, tudo bem?
      Adorei a ideia de existir um local onde as mocinhas podem ser elas mesmas, longe dos holofotes da sociedade.
      Bjkas

      Excluir
  9. Oi, Carol.
    Tive a oportunidade de ler a prova desse livro e fiquei ainda mais apaixonada por essa série!! Graças à Tessa Dare, os romances de época estão invadindo a minha estante!!!
    Beijos
    Camis - Leitora Compulsiva
    www.leitoracompulsiva.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camis.
      Pois é, estou bem animada com essa série da Tessa Dare. Outra série da Gutenberg que está me deixando apaixonada é a do Clube dos Canalhas.
      Bjkas

      Excluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.