Sinopse - O LUGAR ERRADO NA HORA ERRADA! Um sequestro, um assassinato, um par de óculos… Aos 16 anos, tudo o que Jack mais quer é curtir as férias de verão com seu melhor amigo, Conner, e eles vão dar uma grande festa para celebrar o fim das aulas. Mas algo dá muito errado! Jack perde a linha, fica bêbado e acaba caindo nas mãos de um maníaco que o droga e o sequestra. Ele escapa por um triz, e só conta o que sofreu para Conner. O amigo tenta tranquilizá-lo, dizendo que tudo vai acabar bem. Mas será que vai? A viagem de férias para a Inglaterra parece ser a oportunidade perfeita para se livrar de seus fantasmas, mas Jack sabe que sua vida nunca mais será a mesma. Em Londres, um estranho lhe entrega um par de óculos cujas lentes lhe mostram um outro mundo. Um local chamado Marbury. Marbury está em guerra. É um lugar desolador que cheira à morte e destruição, onde os poucos sobreviventes precisam fugir se quiserem continuar vivos. Nesse mundo apocalíptico, Jack é responsável por dois garotos mais jovens, que são seus únicos companheiros, e também precisa enfrentar Conner, que o persegue e quer matá-lo. Será que Jack conseguirá escapar e lutar com seu melhor amigo? Será que tudo o que ele viu nesse universo paralelo é real, ou seriam apenas alucinações provocadas pelas drogas que o sequestrador lhe injetou? Como agir quando loucura e realidade se confundem? Jack está perdendo o controle e sua única certeza é que sua vida está em jogo.

"A Lente de Marbury" é o primeiro livro da série e tem como protagonista Jack, um adolescente de 16 anos. Narrado em primeira pessoa, observamos que Jack tem uma estrutura familiar frágil. O protagonista mora com seus avós. Sua mãe o teve como adolescente e acabou não assumindo o papel de mãe. É possível observar pela forma como ele narra a situação familiar que Jack se sente indesejado. 
O seu refúgio particular é a casa de seu melhor amigo, o Conner. Em um dia que deveria ser apenas mais um dia normal, Jack vai para a casa de Conner, onde está rolando uma grande festa. Determinados acontecimentos se desenvolvem e Jack saí abruptamente da festa, bêbado e vagando sem destino certo. 
Sua bebedeira o leva de encontro à Freddie Horvath, seu sequestrador. Freddie é um homem assustador e mantêm Jack drogado. 

"Era como ser esfaqueado mil vezes, Tentei gritar e me mexer, mas estava mudo e paralisado. Ainda assim, em meio à dor que latejava em meus ouvidos, ouvi Freddie gritar, "Vou te matar agora, é isso que você quer? É só pedir! É só pedir, Jack!"." (p. 29)

Só que Jack consegue escapar e conta a verdade apenas para Conner. Ele não quer que mais ninguém saiba o que passou. Tudo o que quer é deixar o episódio para trás, mas não é tão fácil assim.

"Por que ele tinha feito aquilo comigo?
O que ele queria de mim?
Eu sei que é estranho, mas parte de mim queria voltar para a casa de Freddie. Como se tivesse deixado alguma coisa para trás, que só recuperaria se voltasse àquele quarto, para aquela cama.
Era como se aquele fosse o meu lugar.
Era como se eu merecesse aquilo.
Fiquei ali até que estivesse escuro demais para ver no espelho o reflexo daquele cara sem roupas, sujo e doente.
Foi a primeira vez na vida que quis me matar." (p. 40)

Várias situações se desenrolam entre a fuga de Jack e sua chegada à Londres, mas o que fica a todo momento é a sensação de que o protagonista não tem certeza de que tudo o que presencia é real ou se ele ainda está sob efeito das drogas que recebeu em cativeiro. Na verdade, todo o livro desde o momento de sua fuga passa essa dúvida. Não podemos afirmar com certeza se Jack está realmente presenciando as situações ou se é sua imaginação.
Em Londres ele avista um homem vestido de sobretudo e com um óculos roxo e tem a impressão de que esse homem está encarando-o. Esse homem é Henry Hewitt e afirma que conhece Jack de Marbury. Mas como isso é possível se ele nunca esteve lá?
O que posso dizer sobre Marbury? Não sei se é real ou se é produto da mente do protagonista, mas é um local como nenhum antes visto. É um local atemporal, pós-apocalíptico e até mesmo com fantasmas. 
A narrativa vai alternando entre o mundo "normal" e Marbury, de forma que nos perdemos no tempo e no espaço e começamos a duvidar da nossa sanidade.
Os personagens são muito bem construídos, com personalidades fortes e cheios de atitude e intenções. Jack é complexo, profundo e ao mesmo tempo frágil e perdido.
A trama é tão bem elaborada que o leitor não consegue respostas nesse primeiro livro. Na verdade, consegue apenas mais perguntas sobre o que leu.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um bom trabalho. A capa é espetacular e chama a atenção.

29 Comentários

  1. Amei a capa desse livro, mas a história me parece bem confusa por essa e outras resenhas que li, mas amei a capa e a divulgação da editora esta sendo ótima

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria Fernanda, tudo bem?
      O livro tem um ar meio bizarro mesmo, mas é muito bom rs
      Bjkas

      Excluir
  2. Oi, Carol!
    Recebi um exemplar desse livro e estou doida para ler!!!
    É o próxima da fila, com certeza!!
    Beijos
    Camis - Leitora Compulsiva
    www.leitoracompulsiva.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila, tudo bem?
      Espero que goste da leitura tanto quanto gostei.
      bjkas

      Excluir
  3. A história parece ser bem interessante. Acredita que não conhecia o autor e ao ler seu post vi que já tinha visto algo sobre um outro livro dele? Pela resenha parece ser um livro com cenas pesadas e que mesmo assim despertou minha curiosidade. Quem sabe eu tenha a chance de ler algum livro dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Caio, tudo bem?
      Sim, "Minha metade silenciosa" é o nome do outro livro e eu super indico ;)
      Bjkas

      Excluir
  4. Não conhecia esse livro, e sinceramente, não me interessei muito por ele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Theresa, tudo bem?
      Quem sabe nos próximos posts não temos novidades que te agradem?
      Bjkas

      Excluir
  5. Sua resenha está muito boa, não conhecia esse livro, mas fiquei interessada pois a história parece ser boa, mas um pouco confusa, quem sabe futuramente eu resolva ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mariele, tudo bem?
      A trama tem uma pitada de confusão mesmo e fica difícil falar dele com clareza sem spoilers, mas curti bastante a leitura.
      Bjkas

      Excluir
  6. Não sei pq ,mas n me interessei pelo livro ,achei interessante no começo da resenha ,mas depois me desinteressei...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jéssica, tudo bem?
      Quem sabe os próximos livros apresentados aqui no blog não despertem seu interesse?
      Bjkas

      Excluir
  7. Adorei a resenha, fiquei bem curiosa para ler o livro, o livro parece ser ótimo, já está na meta de leitura!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Emanoelle, eu particularmente amei a leitura rs
      Bjkas

      Excluir
  8. ESTOU LOUCA PARA LER!! Cara, desde o lançamento estou louca para ler, achei a trama muito boa e a capa F@$$, adorei ela de verdade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jessica, tudo bem?
      Espero que leia e venha nos contar o que achou ;)
      Bjkas

      Excluir
  9. Genteee, eu não sei se surto, se sorrio ou se simplesmente fico na minha, mas sua resenha me deixou louca para conhecer essa obra! Já havia visto esta capa e a de Selva de Gafanhotos nas divulgações das editoras, mas não sabia sobre o que se tratavam. Fiquei sabendo de algumas curiosidades a mais sobre livros e descobri e amei o que li: eu amo distopias e saber que o livro possui cenas semelhantes a Mad Max – que filme incrível – me deixa ainda mais empolgada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi M. Gicélia, tudo bem?
      Fico feliz em saber que a resenha despertou tantas ações em você rs
      Bjkas

      Excluir
  10. Oi, eu ainda não tinha ouvido falar desse livro. Ele parece ser muito legal.

    Eu adoro fantasia e adoro tramas psicologicas e esse livro parece ser uma mistura perfeita dos dois. Pelo que você contou da história na resenha eu suponho que o mundo que ele vê através dos óculos é na cabeça dele sim, um meio de fuga do trauma e do sentimento de ser indesejado que ele tem (no fundo no fundo eu sempre quis que a história de Harry Potter acabasse com a gente descobrindo que tudo não passou de um método de fuga dele, mas anyway hahahaha)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda, tudo bem?
      Essa é a dúvida que paira durante toda a leitura: Marbury será real ou fantasia?
      Bjkas

      Excluir
  11. Oi!
    Ainda não conheço esse livro mas a resenha me deixou bem curiosa principalmente sobre os eventos depois da tentativa de sequestro e achei bem legal como o autor mistura o real e com o fantástico no livro o que me deixou interessada nessa historia !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suzana, tudo bem?
      Fico feliz em saber que gostou do livro e espero sinceramente que faça a leitura em breve ;)
      Bjkas

      Excluir
  12. Oiieee, tudo bom?
    Amei a resenha, que bom que gostou do livro, pois eu estou curiosa para ler ele, essa é a primeira resenha que vejo, espero ter a oportunidade de ler, amei saber que o autor soube construir muito bem os personagens, estou louca para conhecer Jack, e poder mergulhar em um historia na qual temos dois mundos, o real e o Marbury mexendo com a nossa sanidade.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila tudo bem sim e com você?
      Fico feliz em saber que gostou da resenha!
      Bjkas

      Excluir
  13. Ainda não li nenhum livro do autor, não gostei da capa, mas gostei da estória, como você comentou eu também gosto de livro que não dão todas as respostas no primeiro, que nos deixa ansiosa pelo segundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marlene tudo bem?
      Acho que a capa combina com o conteúdo e chamou a minha atenção. Concordo que ela não é bonita em si, mas sem dúvida tem seus atrativos.
      Bjkas

      Excluir
  14. Nooossa, que livro tenso!!!
    Fiquei com vontade de ler, e ao mesmo triste, e com medo, rs.
    Que coisa.
    Muito forte.
    Vou anotar aqui,e quando estiver psicologicamente preparada, lerei sim!
    bjoos

    ResponderExcluir
  15. É o meu livro favorito��
    A amizade dos dois me encanta, justo por serem personalidades opostas.
    Aprendo muito sobre amizade neste livro.
    Eu quero muito a continuação. Saberia dizer alguma previsão para a tradução por português no Brasil?
    Beijos!!
    Obs.:adorei o seu post��

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karina, tudo bem com você? Infelizmente não tenho notícias sobre a continuação. Também estou ansiosa por ela.
      Bjkas

      Excluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.