Sinopse - Quando perdemos pessoas a quem amamos profundamente, nos fazemos perguntas que nos colocam diante de emoções e conflitos existenciais jamais experimentados. As respostas a essas perguntas podem ser surpreendentes, sobretudo quando estamos dispostos a seguir em frente, apesar das dores da alma. O livro Chinelo de Pano é a descoberta da espiritualidade como ferramenta para uma vida mais plena, trata da luta constante para alcançar o equilíbrio, a paz e a alegria de viver.


"Chinelo de pano" é uma biografia, que apresenta ao leitor a vida de Edna, uma mulher que vive para sua família, mas que de forma inesperada, perde seu marido.
O livro é composto por 25 capítulos e narrado em primeira pessoa, a Edna. Inicialmente a narradora conta ao leitor sobre as dores nas costas que sente e sobre algumas experiências inexplicáveis que vem ocorrendo em seu cotidiano, como sentir determinados aromas ou ter a sensação de "algo" nas proximidades. 
Acontece que pouco tempo depois Nelson, o marido de Edna, sofre um AVC e falece. A vida dessa família muda drasticamente em pouco tempo. A perda faz com que o ambiente familiar esteja rodeado com uma tristeza constante e com muito tempo, amor e paciência, a vida começa a seguir em frente.
A autora descreve alternando trechos entre memórias e o presente sobre a forma como conheceu o marido na década de 70 e as diferenças que tiveram ao se casar. A partir daí, o leitor acompanha o crescimento da família, o surgimento dos filhos e dos netos e a forma como Edna vai encarando a vida.
Em muitos trechos vemos que a autora encontrou no espiritismo o conforto necessário para apaziguar o coração e confortar-se com a vida. Independentemente das crenças do leitor, é interessante ver seus relatos como aprendizados, lições que podemos levar para as nossas próprias vidas. São lições de amor, solidariedade, amizade e saudade. 
O amor não desaparece, mas se transforma. A perda não some, apenas fica guardada em um pedacinho do coração. 
"Alimenta-se o amor com cuidados especiais, ou ele morre antes de atingir sua plenitude. O amor necessita de gestos de afetividade para sobreviver. Amar e não falar de amor é passar uma mata-borrão nos sentimentos mais sublimes." (p. 30)

12 Comentários

  1. Respostas
    1. Oi Maria Fernanda, tudo bem?
      É um livro bem interessante ;)
      Bjkas

      Excluir
  2. Perder alguém realmente é muito doloroso, bom saber que a personagem achou conforto na espiritualidade. Esse é um livro que eu leria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Clara, tudo bem?
      Realmente perder alguém é extremamente difícil e cada um enfrenta de uma forma diferente.
      Bjkas

      Excluir
  3. Oi!
    Gostei do livro, parece ser uma historia bem emocionante principalmente quando se fala da perda de alguém tão importante, me deixando interessada !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suzana, tudo bem?
      Espero que realize a leitura e venha nos contar o que achou.
      Bjkas

      Excluir
  4. o livro parece ser interessante mas como não leio biografias não tenho interesse no livro. Mas parece ser uma leitura agradável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Emanoelle, tudo bem?
      Que pena que não curte biografias. Quem sabe as próximas resenhas não tragam algo que desperte o seu interesse.
      Bjkas

      Excluir
  5. Oi, Carol.
    Achei o livro bem interessante, porque sou espírita e estou sempre lendo alguma coisa dentro do tema. Só não me animou tanto porque é uma biografia... Mas quem sabe!
    beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila, tudo bem?
      Não sabia que você curtia esse gênero.
      Bjkas

      Excluir
  6. Oi, Carolina!
    Leitura densa! Perda é algo difícil, um turbilhão de emoções!
    Gosto de biografias e já li algumas sobre o processo de luto. Este livro parece interessante por mostrar vários momentos da vida de Edna e a contextualização com o passado.
    Beijos e boas leituras!
    Anna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anna, tudo bem?
      Concordo plenamente com você. Falar de luto e como lidar com a perda não é fácil.
      Obrigada pelo comentário.
      Bjkas

      Excluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.