Sinopse - Lá, no meio da Floresta Amazônica, há uma tribo legendária – A Tribo Curupira. Joaquim acaba se deparando com um membro dessa tribo, em uma de suas expedições. Ele machuca seu pé, acaba sendo acolhido e se depara com o a planta sagrada capaz de transportar algo pelo tempo e espaço. Após muito esforço, convence o pajé a lhe dar uma amostra dessa planta. O pajé o alerta sobre o risco. Joaquim, aceita a responsabilidade. Com o tempo, Joaquim descobre o verdadeiro sentido das palavras desse sábio Pajé. Letícia encontra uma erva com cheiro de canela no seu Consultório de Psicologia. Decide tomá-la. Cai no sono. Então acorda em um corpo diferente em 1906. Ela não sabe como veio parar nesse corpo, nem tampouco entende como veio parar na França, testemunhando o vôo de consagração de Santos Dumont. Mas as circunstâncias a leva até Joaquim; o homem de seus sonhos. É uma bela história sobre o poder do encontro entre duas almas gêmeas, que vivem em épocas diferentes, que rompem a barreira do improvável para perceber que o sentimento que os une jamais pode ser quebrado. Venha explorar os segredos e mistérios do Alma Gêmea.


A história é dividida em 43 capítulos e narrada em terceira pessoa. Inicialmente se passa na Floresta Amazônica, no mês de março de 1906, onde Joaquim, um engenheiro português abre mão de todo o conforto e sai pelo mundo para estudar plantas desconhecidas.
Joaquim se depara com uma linda planta azul, mas antes que consiga tirar uma amostra dela, Pitan, um membro da tribo Curupira aparece e o leva a sua tribo. Lá, o protagonista fica sabendo que a planta que tanto o encantou é conhecida como planta sagrada e tem a capacidade de transportar o indivíduo para qualquer lugar no tempo.
Em paralelo, a história se passa no Rio de Janeiro, no ano de 2015, onde Letícia, uma psicóloga de 23 anos está tendo problemas em seu casamento. Seu marido Glauber, um cardiologista, trata-a como uma esposa troféu, deixando-a sozinha sempre que não é necessária. Chega a um ponto que Letícia não vê motivos para salvar o casamento.
Concentrada em seu trabalho, ela começa a atender um homem "peculiar" que a faz questionar sua vida, ao mesmo tempo que ela encontra uma misteriosa planta em seu consultório.
O que Letícia não esperava é que ao ingerir a planta, ela se transportasse para Giverny, na França, no ano de 1906 e encontra-se a sua alma gêmea. No corpo da jovem Clarice, Letícia tem uma missão importante de vingança. E enquanto começa a aprender sobre sedução, depara-se com Joaquim e descobre o verdadeiro significado do amor.
A história é uma aventura no tempo que envolve traições, mentiras, planos de vingança e a busca constante pela alma gêmea.
Os capítulos vão alternando entre a França de 1906 e o Rio de Janeiro de 2015, quando os protagonistas envolvem-se cada vez mais no mundo um do outro.
A premissa do livro é interessante e mesmo tendo um conteúdo extremamente fantasioso é incrivelmente cativante.
Existem algumas questões de continuidade e ausências de pequenas explicações, mas a trama também tem seus méritos. Os personagens tem personalidades fortes e características marcantes.
Em relação à revisão, diagramação e layout existem alguns probleminhas, principalmente na parte de revisão. Foram encontrados vários errinhos de grafia no decorrer da leitura. A capa não se destaca muito e não possui elementos que a liguem à trama, com exceção da representação dos protagonistas.


8 Comentários

  1. Oi!
    Caramba, é muito parecido com o livro que estou lendo, Perdida, que também é nacional. Adoro viagens no tempo e essas coisas toda, quando começo a ler, simplesmente não consigo mais parar. Parece ser ótimo, mas erros de grafia é pracabá né nom? Triste, deveriam ter revisado bem antes de publicar... eu pelo menos sou uma leitora bem exigente. Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Olá, Carol.
    Preciso dizer que adorei sua resenha. Não pelo livro em si, embora tenha sim ficado curiosa para conhecer, pela história inusitada que ele mostra. Mas o que gostei principalmente, foi sua sinceridade ao expressar sua opinião. Tô achando tão difícil encontrar resenhas sinceras hoje em dia... A impressão que tenho é que é mais importante agradar as editoras do que os leitores. Acho estranho.

    Obrigada pela dica!

    beijo

    http://revelandosentimentos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Carol,

    Eu curti muito a leitura, por ser original e envolvente. Os erros de grafia são gritantes, mas a autora não sabia deles, o livro havia sido impresso sem revisão, disse que a nova versão já está saindo, revisadíssimo! Que bom hehehe
    A história é bem complexa, algumas cenas divertidas e outras bem ousadas. Mas no geral, eu curti muito e pode ser lapidado a ideia no geral!

    Beijokas,

    ResponderExcluir
  4. Oi, Carol.
    Não sei bem se tenho vontade de ler esse livro. Não me animei com a sinopse e nem com o que você explicou sobre a trama! A capa também não me ganhou!
    beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  5. Oi,
    Mesmo a capa não"chamando muito a atenção" eu gostei dela, bem clean. A história parece ser interessante também, essa mudança da época e tal. Esses erros de grafia que podem me incomodar um pouco, mas acho que não vai estragar a leitura.

    ResponderExcluir
  6. Oi Carol.
    O livro tem uma premissa muito interessante, confesso que não sou muito fã do gênero não, mas fiquie muito curiosa, o livro tem alguns detalhes que não gostei mas que também não vou citar, porém não irei julgar sem ler.
    Boa Noite.

    ResponderExcluir
  7. Achei o enredo bem interessante mas não chamou tanto assim minha atenção infelizmente.

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Nossa essa historia me surpreendeu, pela capa do livro, não muito o que esperava mas com certeza não esperava essa historia com viagens no tempo, ainda mais com historias que parecem tão comuns, mas se tiver oportunidade quero ler esse livro !!

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.