Sinopse - Às vezes passamos por situações em nossas vidas em que temos a certeza que aquilo não era para nós. Pessoas que entram e saem do nosso caminho fazendo um verdadeiro alvoroço, tanto para o bem como para o mal. Passamos por constrangimentos que nos fazem pensar se realmente os merecemos. Mas quem determina pelo que teremos que passar? Quem decide se vamos ter que sofrer com alguém ou não? Existe mesmo essa coisa de estava escrito? E essa história de Carma? Quem determina se realmente temos algo a pagar a alguém, ou teremos que dar o direito de uma pessoa se vingar? Quem dá o preço? E quando sabemos que está pago? O gosto do sangue apresenta a história de Rosana e Humberto. Um casal que tinha tudo para ser normal, com erros e defeitos naturais. Ela, uma jovem arquiteta recém-formada procurando seu lugar na carreira, ele, um engenheiro ambicioso que quer crescer na vida o mais rápido possível, nem sempre pelos meios convencionais. Influenciado pelo meio em que vive, cercado de amigos que pregam conceitos machistas e sem escrúpulos, Humberto se envolve com drogas pesadas, que o tiram completamente de controle e da razão. Sejam quais forem os motivos, Humberto toma o rumo que irá torná-lo uma pessoa diferente do que Rosana conheceu.


A história é narrada em terceira pessoa e se passa em São Paulo, tendo como protagonistas Humberto e Rosana. Rosana é uma jovem recém-formada, no início dos seus vinte anos de idade que conseguiu um emprego na Rossi Construtora e Empreendimentos. Logo no seu primeiro dia ela conhece o Humberto, um engenheiro, que desde o primeiro momento em que coloca os olhos em Rosana, fica encantado.
A partir daí, eles começam um relacionamento que evolui rapidamente. Enquanto Rosana prospera na empresa, causando inveja em alguns funcionários, Humberto tem um lado que a protagonista desconhece. Na obra em que é responsável, ele adultera resultados e cria maneiras para conseguir embolsar parte da verba da obra com a ajuda de seu capataz Francisco e de mais alguns cúmplices na Rossi. Só que além de sua falta de ética profissional e delitos, ele também é viciado em cocaína. 
Durante suas "viagens", Francisco o influencia com sua visão estreita e criminosa de como deve se tratar uma mulher. Juntando isso ao uso de drogas, Humberto torna-se um homem violento, paranoico e obsessivo.
Rosana logo começa a sofrer os efeitos, pois Humberto a ameaça constantemente e até mesmo a machuca.
A trama gira em torno dessa premissa e apresenta ao leitor uma visão perturbadora do comportamento humano. O debate de temas tão importantes como a violência contra a mulher, o vício e a ganância são abordados do começo ao fim do livro.
Temos alguns personagens secundários que representam a ganância e a inveja e que tem em seus atos uma responsabilidade no destino de Rosana.
Por outro lado, temos personagens benevolentes, que atuam com gosto na profissão e defendem seus ideais com garra e coragem, como a Lucia, o Leandro e a Amanda.
Alguns pontos poderiam ter sido mais desenvolvidos, como a explicação da mudança na vida de Humberto: como e por que ele começou a usar drogas e a realizar desvios? Seu caráter sempre foi assim? Houve algo definitivo que mudou sua vida?
Rosana também poderia apresentar mais seus sentimentos. Desde o início, não vemos o "amor" dela por Humberto. Temos carinho e até mesmo um deslumbramento pelo fato de um homem como ele estão tão apaixonado, mas amor, amor, não demonstrou. Quais foram os sentimentos ou motivos que a levaram a um relacionamento tão sério em pouco tempo?
A obra tem um enredo interessante, com um tema relevante e que permite ao leitor refletir sobre a realidade.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora fez um bom trabalho. Existem alguns errinhos de digitação, pontuação e grafia, mas nada que interfira na compreensão do texto. A capa ficou interessante com esse profundo toque de vermelho.

5 Comentários

  1. Oi,
    Conheço bem pouco do livro, só li sobre ele nessa resenha. A estória parece legal, mas os pontos que você apresentou, de como Humberto ficou assim e tudo o mais, devem fazer falta no livro. Então, acho que sua nota foi bem justa e talvez eu dê uma chance ao livro sim.

    ResponderExcluir
  2. Achei o livro interessante ,mas não sei se leria ,a sinopse chamouinha atenção ,mas gosto de livros com respostas e explicações e como vc disse na resenha ,algumas coisas não são explicadas .

    ResponderExcluir
  3. Oi.
    Achei bem interessante a premissa do livro, porém eu não gosto de livro que falam sobre violência contra a mulher, sei que é uma realidade hoje em dia, mas o assunto não me deixa co fortavel não.
    Gosto de livros que não deixam nenhuma ponta solta e infelizmente esse eu não gostei muito não.
    Boa Noite.

    ResponderExcluir
  4. Oi! Gostei muito do título, porém me levou a pensar que fosse outro estilo de leitura, algo relacionado à suspense/assassinato. Acho que eu ficaria com raiva do Humberto 99% do tempo hahaha, esses assuntos me revoltam demais. Gosto bastante quando o livro traz à tona problemas da nossa realidade, porém acredito que o autor deveria abordar o assunto de uma forma diferente, mostrar o "outro lado", e não aquele que já conhecemos no dia a dia. Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Ainda não conhecia esse livro, mas pela resenha pareceu ser uma historia interessante, gostei dos temas que a autora aborda ao longo do livro pois é um tema serie e muito importante, porem não foi uma historia que gostei muito principalmente os personagens que acho que irei me irritar muito ao longo da historia !!

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.