O escritor Alex de França Aleluia responde sobre como foi criar o livro Rapunzel & o Reino das Trevas e seus novos projetos com a Editora Crown.


1) O que te motivou escrever Rapunzel & o Reino das Trevas?
Já tinha um projeto de fantasia. O meu menininho Gheb ganhou sua primeira aventura no ano de 2009. Assim, juntei o que ele tinha de melhor e resolvi trabalhar com uma releitura. Escolhi Rapunzel pelo dinamismo das tranças. Achei que poderíamos dar a ela uma visão mais concreta da sua força de mulher. O cabelo é tudo em uma pessoa, mostra seu humor, muitas vezes concatena com o olhar. Daí temos uma personalidade relatada sem que a própria pessoa saiba.

2) O que o leitor pode esperar encontrar em Rapunzel & o Reino das Trevas?
Ele pode esperar muita fantasia. Aventura, descobertas. Terá encantos, adrenalinas e o melhor de tudo, vai torcer pela mocinha como jamais fez.

3) Quais os personagens principais da história? Fale um pouco deles.
Temos em si, 5 principais. Acho que todos são mocinhos. Entendo que ninguém nasce ruim, devido as circunstância da vida, torna-se ruim. A Bruxa Sara é um exemplo disso. O príncipe Huan, também. Rapunzel foi muito bem tratada, mas os complexos da Bruxa pela trajetória de vida, deixou-a neurótica e assim acarretou muitos problemas a ela.
Mas o importante nesta obra é a essência do ser humano. É o que tento passar a vocês.

4) Em sua história, Rapunzel não é uma princesa em perigo, mas uma mulher forte que toma a frente na luta contra a Rainha Bruxa. O que o motivou a fazer esse tipo de alteração no conto clássico?
Tenho em mim que a mulher é forte. Pode passar o que for, saberá como chegar ao êxito. A própria bruxa Sara, não podemos dizer que ela não é forte! Ela se arriscou! Ela foi para cima em virtude de um passado nebuloso. Quanto a Rapunzel, venho mostrar que o poder é girado pelo coração. Quanto mais nobre tu és, mais desafios enfrentará com possibilidades de sucesso. Ela é assim. Não se deixou abater!

5) Encontrar um amor não é a maior preocupação de Rapunzel nesse livro, mas sabemos que ela fica com o coração dividido,qual a mensagem que você quer passar sobre esses "príncipes" que ela encontra em sua jornada?
Uma coisa que tive certeza na vida é que semelhante atrai semelhante. E quanto mais lucidez você tem, mais conseguirá enxergar as coisas em sua frente. Rapunzel vem com alguns pretendentes em sua trajetória. Ela poderia tudo, até escolher com quem permanecer para o resto de sua vida, mas seu coração a guiou em um sentido, sabe por quê? Porque ela é igual ao seu amado.

6) Levando em conta que você é professor, quando escreve com protagonistas mulheres, você tem preocupações feministas de igualdade de gênero?
Sinceramente não. Escrever é observar. Ser humano é ser humano. O que muda? A trajetória de vida. Preocupo-me com isso.

7) Sabemos que Rapunzel terá uma continuação, mas que o livro termina com uma finalização de enredo e novos desafios são propostos. O que podemos esperar no próximo livro?
Muita paixão. Inveja, desafios e personagens curiosos. Além de muitas buscas e aprendizagens pela Rapunzel.

8) Você pretende escrever e publicar mais releituras de contos clássicos?
Ainda não pensei no assunto. Mas gostei disso... sô!

9) Quais os seus próximos projetos com a Editora Crown?
Temos em mente alguns suspenses psicológicos. Uma reformulação de um livro meu e sua continuação. Além, claro, da continuação de Rapunzel que já está reservada para ela!

Para quem quer seguir o autor Alex de França Aleluia, abaixo, os links de suas redes sociais:
Snap - profalexfranca
Twitter: @escritoralexf
Face: Prof. e escritor Alex de França Aleluia


Sinopse - Rapunzel é uma criança raptada e condenada a viver por muitos anos em uma grande torre por sua mãe adotiva, uma bruxa de coração gelado. Seu destino trará um príncipe diferente dos contos de fadas, mas esse encontro desencadeará uma guerra ameaçando o Reino de Zafon. Em meio à mistérios sobre sua origem, Rapunzel terá de desvendar seu verdadeiro passado e vencer a Rainha de Zafon se quiser salvar seu reino. Link de venda: clique aqui






Essa entrevista foi realizada pela Editora Crown e cedida para divulgação para os blogs parceiros. 

8 Comentários

  1. Que livro lindo, não conhecia nem a obra nem o autor, mas a entrevista me despertou uma curiosidade, espero muito que goste da releitura, pelo processo de criação já imagino a qualidade da obra, amo a história de Rapunzel , é algo que pode ser bem explorado, fiquei bem animada em saber mais sobre seu futuro suspense psicológico, um gênero que amo

    ResponderExcluir
  2. Oi, Carol.
    Eu não conhecia o livro, mas gosto muito de ler entrevistas com autores. É sempre bacana saber mais sobre o trabalho de escrita.
    A capa do livro também é linda!
    Beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  3. Adoro releituras, então achei bem interessante o livro Rapunzel & o Reino das Trevas. Achei diferente a ótica do autor, ao tornar Rapunzel uma garota forte que enfrenta os seus medos e não uma garota que depende dos outros.
    Gostei de saber um pouco mais sobre o Alex de França Aleluia e seu processo de criação e de escrita, pois não o conhecia.
    Achei a capa lindíssima! Desejo muito sucesso ao autor.

    ResponderExcluir
  4. Oie!
    Não conhecia o autor e nem seu livro, mas fiquei bem interessada. A sinopse é bem cativante e a capa está muito bonita e convidativa. Gostei muito da entrevista e desejo sucesso ao autor! Com certeza será uma leitura muito divertida. Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Eu já tinha visto esse livros em alguns lugares, mas nunca tinha lido nada a respeito dele. Achei maravilhoso! Vou procurar pra ler logo, pois amo releituras. A entrevista ficou ótima! Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Achei bem interessante a entrevista, ainda não conhecia o Alex de França, mas e sempre legal ter a visão do autor sobre o livro e achei bem interessante temos a releitura da historia da Rapunzel trazendo uma mocinha forte !!

    ResponderExcluir
  7. ADOREI!
    Amo releituras de contos de fadas! E como tal, não poderia deixar de ficar curiosa com essa obra. Já me ganhou pelo título. Ler como o autor prezou escrever sobre a força feminina, a mulher guerreira e não a dama indefesa precisando ser resgatada me fez amar ainda mais o enredo.
    Fiquei curiosa e quero conhecer o livro.

    ResponderExcluir
  8. Eu não conhecia este autor, nem o livro dele, vou dar uma pesquisada sobre o livro, e gostei da entrevista, é sempre bom conhecer um pouquinho sobre os autores da literatura brasileira.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.