Sinopse - Qhuinn está acostumado à solidão. Repudiado por sua linhagem e evitado pela aristocracia, ele finalmente encontrou uma identidade como um dos lutadores mais brutais na guerra contra a Sociedade Redutora. Mas sua vida não está completa. Mesmo que a perspectiva de ter uma família esteja ao seu alcance, ele está vazio por dentro, com o coração entregue a outra pessoa... Blay, depois de anos de amor não correspondido, acredita já ter superado Qhuinn. E já era hora: o homem parece ter encontrado o seu par ideal em uma fêmea Escolhida, e eles terão um filho, exatamente como Qhuinn sempre quis. O destino parece ter levado a vida desses vampiros soldados em direções diferentes... Mas a batalha pela liderança da raça se intensifica, e os novos jogadores na cena de Caldwell estão criando um perigo mortal para a Irmandade. Qhuinn finalmente descobre a verdadeira definição de coragem, e os dois corações que estão destinados a ficar juntos... finalmente se tornam um.


"Amante Finalmente" é o 11º livro da série Irmandade da Adaga Negra e tem como protagonista o casal Qhuinn e Blay. Para quem acompanha a série desde o seu comecinho, sabe que Blay sempre foi apaixonado pelo seu melhor amigo e Qhuinn fingia que não percebia os seus sentimentos até que houve um momento em que a amizade dos dois sofreu uma ruptura e Blay seguiu em frente.
No preâmbulo desse livro, observamos o passado de Qhuinn. Qhuinn tem um olho de cada cor (um verde e um azul) e sempre foi visto como "defeituoso" pela família. A Glimera sempre exigiu a perfeição de seus cidadãos e por conta disso, Qhuinn era destratado pelos próprios pais. Não apenas insultos, mas também maus tratos e muitos vezes, seus pais deixavam de fornecer o básico para ele. Nesse flashback, temos o momento em que seu irmão Luchas passa pela transição e é afetuosamente recebido pelos pais, enquanto Qhuinn assiste tudo à distância, como um mero expectador.
Atualmente, Qhuinn é o obstrux nohtrum (guarda-costas) do John Matthew e anda um pouco frustrado com a sua vida. Tudo o que Qhuinn sempre quis foi uma família, assim como a Escolhida Layla e no livro anterior, ambos decidiram ter um filho, mesmo não estando apaixonados um pelo outro. Ao tomarem essa decisão, ele afastou ainda mais Blay de sua vida. Qhuinn quer se sentir "normal", ser aceito por todos sem ser visto como diferente, pois passou a vida inteira sendo considerado uma aberração. Assumir seus verdadeiros sentimentos por Blay não é algo fácil para ele, mas será necessário fazer uma escolha.
Blay está em um relacionamento com Sax (advogado particular do Rei) há quase um ano. Os dois tem um convívio de companheirismo e cumplicidade, mas Blay ainda tem Qhuinn em seu coração. Sax sabe disso desde o início, mas é difícil não se apaixonar por um cara tão íntegro, leal, bonito e inteligente e ele percebe que sairá muito ferido nessa história. A questão agora é saber como preservar o coração.
Em paralelo à história do casal temos a história do Bando de Bastardos e sua mais nova tentativa de surrupiar o trono. Xcor, o líder do bando está de conluio com um traidor no Conselho e tentará uma abordagem mais sutil para derrubar Wrath. 
Temos também a Sociedade Redutora que agora está sob o comando do redutor principal o Sr. C. O Sr. C é um pouco mais inteligente que o seu antecessor e irá fazer negócios com um aliado inesperado para conseguir reerguer a Sociedade.
Assail e seus primos guarda-costas também estão tendo trabalho. Aliar-se com o Benloise, o maior importador de drogas da costa leste é ao mesmo tempo, uma benção e uma maldição. Benloise tem interesses próprios nessa aliança e irá colocar Sola Morte, uma mercenária descendente de brasileiros, na cola do Assail. 
Como em todos os livros da série, temos muita ação, romance, cenas hots e reviravoltas. Entre elas, o ressurgimento de um personagem que todos acreditavam que estava morto e o indício de um futuro casal na irmandade, envolvendo um dos Sombras.
O livro contêm várias cenas hots. Praticamente todos os casais fazem uma aparição na obra e entre momentos ternos e cenas calientes, o livro pega fogo.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. Foram encontrados alguns errinhos, como por exemplo na página 564, mas nada que interfira na compreensão do texto.


2 Comentários

  1. Muito interessante o livro! Nunca vi mas o livro já está no 11° da série? =o
    A história achei achei empolgante mas não sou de ler gênero com cenas quentes, prefiro aventuras, dramas e romance de época mais leve. Então, prefiro não colocar na minha lista de desejo ^^.

    ResponderExcluir
  2. Conheço essa série a algum tempo, ja li as resenhas, mas não despertou em mim a curiosidade.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.