Sinopse - Alexandre volta à casa em que morou quando adolescente e revive muitas lembranças ligadas ao misterioso desaparecimento de seu pai. “Ecos - o Mar é a nova Lua” traz duas histórias vinculadas aos valiosos tesouros submarinos e à existência dos seres que vivem nas águas dos oceanos. Interesses econômicos impedem que pesquisas importantes sejam reveladas, nem que para isso seja necessário eliminar os cientistas e pesquisadores envolvidos, que dispõem de ricos dados sobre o assunto. Alexandre relata as peripécias de seu pai, Alfred, que durante suas investigações começa a desconfiar de perigos advindos dos sonares da marinha que estão causando a morte de baleias. O fato mais perturbador é a existência de criaturas fantásticas e cativantes, vivendo nas abissais profundezas e as buscas para poder contatar com esses seres, cuja existência é negada e escondida pelos que se consideram os donos da ciência. Tudo isso é mostrado na fascinante narração feita por Béatrice T. Dupuy, que tem como personagem principal Alfred, o pai de Alexandre. Quem lê a obra descobre que há um mundo paralelo onde Alexandre precisará fazer uma escolha que norteará toda a sua vida.


O livro é composto de Prólogo + 19 capítulos e é narrada em terceira pessoa, tendo como foco o Alexandre. Alexandre é um biólogo marinho que retorna para casa após 15 anos de ausência. Seu pai, o Dr. Alfred, era um cientista brilhante que simplesmente desapareceu sem deixar vestígios, obrigando Alexandre a ir morar com os tios Valentina e Gabriel em New Jersey, nos EUA. O Dr. Alfred era um homem que amava o seu trabalho e mergulhou de cabeça em uma investigação.
"Além das lembranças, entre as poucas coisas que tinha do seu pai, uma pasta com diversos recortes de jornais era o seu tesouro valioso. Ele se recordava vagamente dos acontecimentos citados naqueles materiais. O fato principal da maioria das manchetes apontava o surgimento de várias baleias mortas em uma praia de Washington e, nessas circunstâncias, seu pai encabeçava uma intensa investigação para descobrir a razão daquele acontecimento". (p. 26/27) 

O Dr. Alfred percebeu algumas incoerências enquanto investigava essas mortes. A primeira delas é que um grupo de pessoas chegava antes da perícia e sumia com algumas evidências. Aparentemente, esse grupo faz parte da Polícia Secreta dos EUA e estavam decididos a ocultar a existência de seres semelhantes aos seres humanos que vivem nos mares.
Sem saber dessa história, Alexandre seguiu sua vida. Inspirado pelo pai e com grande afinidade pelos mares, ele estuda a vida marinha e se depara com a jovem Pandora. Pandora é uma sereia e filho do rei Nereu. Desde pequena foi alertada sobre os humanos, mas não consegue explicar a conexão que sente por Alexandre. 
Enquanto os dois estão imersos nessa conexão, ficam alheios ao fato de que o passado está mais próximo do que eles imaginam e pode colocar em risco não apenas os dois mas também todo o mundo de Pandora.
Alexandre é um personagem honrado, esforçado e com grande afinidade com o mar. Percebe-se o quanto ele quer trabalhar nos mares e quanta falta seu pai faz. É perspicaz, inteligente e determinado a descobrir a verdade.
Pandora é uma lufada de ar fresco. Jovial, inteligente e curiosa, ela começa a questionar alguns conceitos que foram passados de geração para geração. 
O livro não é apenas um romance envolvendo criaturas sobrenaturais, mas também é uma discussão sobre o impacto das ações dos seres humanos no ecossistema e a importância da conservação da natureza. 
A escrita da autora Béatrice T. Dupuy é fluida e marcante. Seu estilo singular permite ao leitor uma viagem ao fundo do mar de forma nunca vista antes. 
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. Foi encontrado um único errinho na página 84 e a capa é deslumbrante.
"Não existe ainda nenhuma comprovação da existência das sereias porque, para a preservação da espécie, elas aprenderam a se esconder. Existem muitas lendas, histórias, contos, filmes, documentários, depoimentos e conversa de pescadores em torno do assunto, mas, em pleno século XXI, não há nada catalogado sobre a espécie. Porém, divididas em comunidades, elas têm uma história, uma tradição e princípios transmitidos de geração em geração, ao longo da existência de vida no Planeta.





O que vocês acham de levar para casa um exemplar do livro? O sorteio começa hoje e vai até o dia 08/09/2016.

* O livro será enviado pelo blog, em um prazo de até 60 dias após o recebimento dos dados do ganhador.


8 Comentários

  1. Olá!Não conhecia o livro, mas já fiquei super interessada. A premissa é realmente fascinante e cheia de mistérios. Com certeza uma ótima leitura. E sua resenha está perfeita, muito bem elaborada. Participando do sorteio e torcendo para ganhar! Obrigada. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Carol.
    Já li várias resenhas elogiosas sobre esse livro e tenho bastante curiosidade para ler essa história! Uma pena que ainda não encontrei tempo para isso!
    Sua resenha me deixou ainda com mais vontade!
    beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  3. Amei a estória do livro, é muito fascinante pois o tema envolve mistério de seres no mar e muita coisas pra acontecer. Quero muito ler ♥
    Participando do sorteio =D

    ResponderExcluir
  4. Nunca li livros com sereias, gostei deste aí, parece ser muito bom! Achei muito bacana o fato de falar sobre os impactos das atitudes humanas causam na natureza. Espero ter a oportunidade de ler!

    ResponderExcluir
  5. Gostei bastante de conhecer o livro, não leio muito livros sobre o tema já que é bem dificil encontrar um que o aborde como tema principal. Ainda não li nada da autora mas me interessei por esse. Linda capa essa.

    ResponderExcluir
  6. Oiee tudo bom?
    Amei a resenha, estou curiosa para ler o livro, pois ainda não li nenhum livro que tivesse sereias acredita, e estou curiosa para mergulhar nesse mundo completamente novo para mim, tenho certeza de que vou gostar de Ecos, e irei ler assim que tiver a oportunidade.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    A capa do livro é mesmo encantadora.
    Apesar de sereias terem sido meus seres sobrenaturais favoritos na infância, nunca li nenhum livro com estes seres no enredo.
    Gostei de saber que o livro traz uma mensagem de conscientização a preservação da natureza em seu enredo e não foca apenas no romance.

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Gosto muito de livros sobre Sereias e faz um tempo que não leio nada com esse tema, achei a historia bem interessante principalmente por temos o mistério com o pai do Alexandre, se tiver oportunidade quero muito ler !!

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.