Sinopse - Dois amigos lobos escondem um segredo que quebra suas almas. Jessy, irmã do alfa, é tão bela que todos têm vontade de suspirar ao vê-la. Mãe da pequena humana, Lili, que é sua vida, luta duramente com as marcas profundas que anos de cativeiro e estupros deixaram. Mesmo encontrando seu companheiro de alma, Sasha, o mercenário que ajudou a libertá-los dos laboratórios, ela tem dificuldades de vencer seu trauma e aceitá-lo.  Kirian, um lobo forte e feroz, ornado com seu kilt, guarda muita raiva e traumas em seu coração. Raiva pelo que fizeram a ele e aos seus, por ter encontrado sua companheira, Annelise, mas que pertence a outro homem, raiva e remorso pelos segredos que guarda. A solidão o consome e usa seu trauma de comida para se distrair, assim como as lutas de espadas e adagas.  Agora, tanto Kirian quanto Jessy chegaram ao ponto que precisam se libertar de seus pesadelos e seu passado e lutar pelos seus companheiros, nem que para isso precisem reviver seu inferno e revelar seus segredos. 


A trama é narrada em terceira pessoa e foca em dois casais: Jessy e Sacha, e Kirian e Annelise. Jessy sofreu inúmeras torturas enquanto a matilha foi mantida prisioneira. Entre as torturas, estupros contínuos por um membro sádico da equipe que acabou resultando na gravidez de Jessy e no nascimento de Lili. O prólogo apresenta ao leitor o nascimento de Lili e o sofrimento pelo qual Jessy passava logo após o resgate.
"Aquela pequena criaturinha havia tocado seu coração e acendido uma pequena centelha de esperança de um futuro e talvez um motivo para Jessy sorrir e, quem sabe, algum dia rir, algo que ela não conhecia mais ou que muitos lobos não conseguiam mais, muito menos Kirian". (p. 15) 
Desde o início do livro fica claro que Kirian é extremamente protetor com Jessy e que ambos escondem algo importante. Apesar da interação peculiar entre os dois, a vida de todos segue em frente e Jessy começa a se abrir emocionalmente para as outras pessoas, mas ainda se mantêm à distância de Sasha.
Sasha é um mercenário que está acompanhando a matilha desde o resgate deles. Acontece que desde o primeiro momento em que colocou os olhos em Jessy, ficou fascinado por ela. Sabendo o quanto ela sofreu, deu espaço e respeitou seus limites, mas após alguns anos de espera, está ficando impaciente. É um homem honrado e generoso que não está apenas apaixonado pela Jessy como também trata Lili como se fosse sua própria filha. Jessy ainda está receosa, mas sua loba começa a demonstrar o que deseja.
Kirian anda mergulhado nos tormentos do passado. Vendo que os demais lobos estão encontrando suas companheiras e que com isso eles estão alcançando a tão almejada paz de espírito, ele decide ir atrás de Annelise. Annelise é uma chef presa a um terrível casamento e que vem sofrendo com problemas de estima por conta de Hans, seu marido. Hans é opressor e a trata como um objeto, fazendo-a trabalhar incansavelmente enquanto estraga as finanças do restaurante e mantêm inúmeros casos.
Annelise é sensível e seu maior desejo é ser amada de forma incondicional.Talentosa, bonita e dedicada, ela começa a sua jornada de forma inusitada, mas terá o apoio de um lobo inesquecível.
Quem acompanha a série já percebeu que Kirian é um pouco impaciente e no momento em que coloca na cabeça que está na hora de reivindicar sua companheira, fará de tudo para levá-la para a ilha dos lobos na Grécia.
"Quando os Lobos choram" não tem tanta ação e batalhas como nos livros anteriores, mas traz uma sensibilidade incrível na construção dos personagens e trata com grande delicadeza os abusos sofridos tanto por Jessy quanto por Kirian.
O romance predomina, mas temos lições incríveis sobre os laços familiares e redenção. Os personagens continuam carismáticos e os casais dos livros anteriores estão presentes, mas Lili rouba a atenção quando aparece.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. Existem detalhes internos que enriquecem ainda mais o enredo.
"Pela primeira vez, ele sentiu a verdadeira paz invadir seu coração. E não teve vergonha de chorar, mas, desta vez, era de felicidade". (p. 264)


Confiram as resenhas dos livros anteriores:
* A Herdeira - Livro 01 - clique aqui
* O Despertar - Livro 02 - clique aqui

2 Comentários

  1. Não conhecia essa série. Até fiquei meio confusa ao ler a resenha, pois não tinha uma base sobre o enredo. Que legal que os primeiros livros tem batalhas, mas também gosto de um bom drama, então acho que seria o tipo de história que realmente me agradaria. Além do mais, você deu uma nota boa, acho que posso confiar.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.