Sinopse - Joana cresceu em uma cidade no interior de São Paulo e, para dar um novo rumo à sua tumultuada vida, aceita um emprego em uma multinacional no Rio de Janeiro. Enquanto ela enfrenta os desafios desta nova fase, Cauã – entidade do Sol – a reencontra e a reconhece como o amor milenar dele. Joana não tem conhecimento de que é a personificação de uma importante entidade milenar, representada pela Lua, tampouco tem ideia de que agora faz parte de uma perigosa batalha entre entidades indígenas e de que irá se deparar com inimigos inimagináveis. Surge entre eles uma paixão sem limites. No entanto, Cauã precisará unir forças para proteger a sua amada. E quebrar o encantamento que o impede de estar ao lado dela. Afinal, se o Sol precisa de Cauã para existir, ele precisa de Joana para viver. Num enredo intrigante e mágico, Entre o Sol e a Lua dá vida a personagens míticos e à encantadoras lendas, parte do folclore brasileiro ainda pouco explorado: a mitologia tupi-guarani. 


Mais uma vez a autora Ana Ferrarezzi surpreende seus leitores com uma obra de tirar o fôlego, que mescla o romance contemporâneo com lendas. Narrado em terceira pessoa, temos a história de Guaraci e Jaci, o Sol e a Lua, duas entidades que se apaixonaram profundamente, mas que viviam afastadas pelas circunstâncias.
"Finalmente, Jaci e Guaraci puderam se encontrar! Sem perder tempo se amaram intensamente. O encontro os surpreendeu de tal maneira que não conseguiam mais se distanciar. Em consequência, o eclipse perdurou por dias."
Como seus encontros causavam grandes desequilíbrios no Universo, a entidade do amor os aconselhou a encontrar outras formas de se amarem. E foi isso que fizeram. De tempos em tempos eles assumem a forma humana na expectativa de se reencontrarem para vivenciar alguns momentos juntos.
"O amor aflorou entre Jaci e Guaraci, e eles viviam em Ci, que os hospedou, assim como faz com todas as entidades, como uma verdadeira mãe". (p. 11)
Joana é uma jovem que está saindo de um relacionamento conturbado no interior de São Paulo. Quando surge uma oportunidade de emprego no Rio de Janeiro, Joana a aceita sem demora. Afinal de contas, é um emprego incrível e mesmo não se achando qualificada para ele, a jovem é contratada. O que ela não sabe é que nessa empresa, muitos dos empregados são entidades e ela mesmo é a Lua!
A protagonista se vê em meio a uma batalha entre o bem e o mal, além de não conseguir explicar a atração irresistível que sente por Cauã. Cauã é o Sol e tudo o que mais deseja é unir-se à Lua.
Um romance rico em informações, com uma mitologia muito bem trabalha e um cenário descrito de forma impecável.
Com uma narrativa que alterna entre presente e flashbacks do passado, "Entre o sol e a lua" é um livro esplêndido com um casal arrebatador. 
A obra é composta por diversos personagens e cada um deles vai desempenhando um papel importante no quadro geral do enredo. Apesar da grande quantidade de personagens, a leitura não se torna arrastada ou confusa. É uma obra rica e sensacional.
O trabalho editorial também foi muito bem feito. A revisão, diagramação e layout estão impecáveis.
"Afinal, o futuro, seja ele qual for, está diante delas como algo vivo e misterioso, e esse recado é tudo o que elas têm para seguirem algo provável". (p. 24)


3 Comentários

  1. Oi!
    Adorei essa historia, parece ser um daqueles romances épicos e lindo que logo conquista o leitor, achei bem interessante a ideia do livro e com certeza esse livro está na minha lista de leitura !

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    É a primeira vez que leio uma resenha desse livro. A história parece bem interessante e cativante. Espero ter a oportunidade de conferir! Sua resenha está ótima.
    Obrigada. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Que história linda!
    Essa mistura de romance e lendas me deixou fascinada.E gostei mais ainda por saber que é um nacional.
    Não conhecia o livro,e fiquei bastante interessada.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.