Sinopse - "Marcos e Ângela estão prontos para iniciar seu "Felizes para sempre" e compartilhar tudo: as alegrias, tristezas, e dificuldades do dia a dia. A vida do casal passa por vários estágios e eles conseguem continuar unidos mesmo com a pressão do novo trabalho de Ângela em uma revista feminina, a criação do filho pequeno, as viagens impostas pelo trabalho de Marcos como jornalista, e a complicada relação entre ele e o pai. Quando uma sucessão de eventos recai sobre a família Andrade, colocando-os em conflito, caberá a Marcos decidir até que ponto permitirá que a mágoa do passado interfira em seu futuro. Poderá um grande amor sobreviver à tempestade?"


A autora Cristiane Broca retorna com os personagens Marcos e Ângela em uma trama que reforça a importância de trabalharmos arduamente e constantemente em nossos relacionamentos.
A história é narrada em terceira pessoa e tem o foco alternado entre os protagonistas Marcos e Ângela. Após todos os desentendimentos que o casal teve no primeiro livro, chegou o momento em que eles estão finalmente casados e irão começar a vida juntos.
"- Onde você se imagina daqui a cinco anos? - tinha lhe perguntado na noite anterior. Ele olhou dentro dos seus olhos enquanto respondia: "Em qualquer lugar do mundo, desde que esteja com você". " (p. 11)
O livro vai contando a história dos cinco primeiros anos do casamento dos protagonistas. O primeiro ano é o ano da bonança, onde Ângela e Marcos estão curtindo o filhinho Vítor e contam com o apoio de Fabrício e Malu, melhores amigos do casal e de Melinda, mãe de Marcos, Felipe, o pai e Ricardo, o meio-irmão. A interação com Felipe e Ricardo ainda é difícil e em muitos momentos tensa. Marcos é um homem que dificilmente expressa seus sentimentos e não perdoa fácil.
Apesar das interações mecânicas, Melinda impõe jantares em família na tentativa de aproximar pai e filho. 
O casamento em si está ótimo; Ângela e Marcos tem uma grande cumplicidade e além de amantes são melhores amigos. 
Porém o tempo passa e a vida começa a seguir em frente. Marco é repórter do RSS News e começa a ficar muito tempo longe da família, gravando matérias em diversos locais do mundo. Ângela precisa se adaptar a ausência do marido e a ter que se virar sozinha, criando Vítor e procurando um emprego.
Apesar das dificuldades, o segundo ano de casamento é repleto de bençãos e Ângela só tem a agradecer pela família maravilhosa que possui. Felipe faz questão de se aproximar de Marcos e para isso, usa sua empresa como motivo para o filho envolver-se mais e mais em sua vida. Para Marcos, a empresa e Ricardo são motivos de ressentimento de um passado doloroso e irreversível.
Como todos sabemos, a vida é cheia de reviravoltas e percalços e é a forma como os ultrapassamos que define quem somos. Chega um momento na vida de Marcos que ele se vê preso a uma responsabilidade que não pediu e isso o deixa amargurado e ressentido.
Marcos, como mencionando antes, é um personagem que não expõe seus sentimentos. Ele se isola e acaba focando apenas em si. Para uma pessoa casada, que divide a vida com alguém, tomar esse tipo de atitude é dolorosa para a outra metade do relacionamento. Ângela se vê mais e mais afastada e acaba recebendo todas as farpas. Ela precisa reunir forças para manter o casamento. Mas até que ponto alguém consegue aguentar essa situação?
A Cristiane Broca acertou em cheio ao trabalhar nessa continuação. A história desse casal é real e lida com problemas cotidianos de um casamento. As pequenas rusgas e desentendimentos que ocorrem, os grandes desafios que surgem, mas principalmente a forma como reagimos as elas. 
Um casamento é construído com amor, força, dedicação e esforço. Quando apenas um dos lados esforça-se para manter a família unida chega-se a um ponto de ruptura. A questão é se Marcos é capaz de enxergar suas ações e conseguir o perdão antes de perder tudo o que mais importa em sua vida.
Marcos é um personagem que me frustra. Como sou uma pessoa impaciente, as atitudes dele em relação à Ângela são irritantes. É um personagem que precisa aprender a trabalhar seus sentimentos e deixar de descarregar na única pessoa que o apoia incondicionalmente. 
Ângela tem muita paciência e compreensão. Ela não é perfeita; comete erros, retraí-se e sofre, mas ela se expõe e persevera. É a personagem que está disposta a dar uma segunda, terceira e quarta chance, mesmo quando chega a um ponto em que seu coração é dilacerado.
Não existe mocinhos e vilões na trama. Existem personagens que estão tentando lidar com a vida da melhor forma possível, mas que no meio do caminho cometem erros. 
"Cinco anos - Os desafios da vida a dois" é uma obra visceral, real e muito emocionante. A escrita da autora Cristiane Broca é delicada e reflexiva; a construção do enredo é bem delineada e os personagens são reais, repletos de qualidades e defeitos.
Em relação à revisão, diagramação e layout foi realizado um trabalho excepcional. A capa combina com a capa do primeiro livro.


Confiram a resenha do primeiro livro clicando aqui.

6 Comentários

  1. Gostei muito da sua resenha e gosto das obras cujos personagens são bem reais e passam verdade pra gente. Obrigada pela dica :)

    Beijos,
    Juliana.
    Fabulônica
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir
  2. Gostei desse drama familiar, são situações que realmente acontecem na vida real e que é superado com amor e paciência! O tempo cura a dor ... Gostei muito do enredo e espero ter a oportunidade de ler ^^

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito da resenha!
    Esse eu leria com certeza!
    Amo romances e esse me chamou a atenção!
    Falar sobre os anos de casamento deles e tal!
    Gosteii!
    Só não achei a capa atrativa! Poderiam ter caprichado mais!

    ResponderExcluir
  4. Carolina!
    O melhor do livro que achei é que a autora retrata situações reais, vividas pelos casais no cotidiano e que só com muito amor é que conseguimos superar e enfrentar as dificuldades do dia a dia.
    Deve ser um ótimo livro.
    “Só a mágoa deveria ser a instrutora dos sábios; Tristeza é saber.”(George Lord Byron)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Curti esse livro por ser voltado para o cotidiano e a realidade da vida, sem fantasias, invenções. Muito legal mesmo.

    ResponderExcluir
  6. Carol, que resenha linda! Você expressou exatamente os sentimentos e situações trazidos à tona nos primeiros cinco anos de casamento de Marcos e Ângela. A vida por si só muitas vezes é a vilã da nossa história. O que não podemos fazer é contribuir para que as coisas afundem (como o nosso mocinho faz, às vezes). Acho que a lição mais importante aqui é que o amor vence, se houver a capacidade de perdoar e seguir em frente. Muito obrigada pela linda resenha!

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.