Sinopse - Dereck chegou ao fundo do poço. Sem suportar a dor de perder um grande amor, ele se entrega ao sofrimento e mergulha no lado obscuro do rock; com sexo e drogas. Com a carreira em risco, o astro volta ao Brasil um ano depois do casamento de Maria Clara e Alexandre Ferraz, em uma última tentativa de retomar o sucesso e superar o passado. Ao chegar, Dereck reencontra a mulher que nunca esqueceu. A mulher que conheceu no momento mais difícil de sua vida e que conseguiu acalmar seu coração com um sorriso. “Reconheci em sua voz o mesmo sofrimento que o meu, mas também vi em seu olhar a vontade de seguir em frente.” E não demora para que Dereck perceba que apenas ela poderá tirá-lo do abismo em que se encontra.
A história é narrada em primeira pessoa tendo seus capítulos alternados pelas perspectivas de Dereck e Manuela. Dereck é apaixonado por Clara e desde que ela escolheu Alexandre, ele tem tido dificuldades para seguir em frente. Mas ao receber o convite de casamento dos dois, a situação piorou. Sua carreira que está em ascensão começa a sofrer os efeitos das dores de Dereck, pois ele começa a mergulhar em bebidas, drogas e qualquer outra sugestão que o ajude a tirar Clara da cabeça.
Manuela é uma médica dedicada que passou anos apaixonada pelo melhor amigo. Um amor não correspondido, mas que sugou toda a vitalidade da protagonista. Ela abriu mão do coração e por um triz, abriu mão da própria carreira, para atender o pedido do seu grande amor: salvar Clara.
Manuela vive presa ao amor não correspondido ao mesmo tempo que se sente culpada por ele. Afinal, seu grande amor só tinha olhos para Clara e ela nunca confidenciou a amiga o que sentia. Agora seu mundo gira em torno do trabalho e da amizade com Clara, mas sua vida tem um vazio que não consegue preencher, não importa o quão dedicada é aos seus pacientes.
Quando a situação de Dereck chega ao seu limite, ele se vê obrigado a retornar ao Brasil e é quando os dois protagonistas se encontram. Ambos conseguem ver o quanto estão quebrados e esse reconhecimento se torna uma ligação palpável, além da nítida atração que os rodeia.
Porém nem tudo são flores. Primeiramente, nenhum dos dois está emocionalmente preparado para um novo amor; depois temos Clara que é uma presença constante na vida deles. Enquanto que para Dereck ela ainda é sinônimo de dor e perda, para Manuela ela é um lembrete constante de que Manuela é a segunda opção dos homens.
O livro aborda vários temas importantes como vício, síndrome do pânico, a importância da reabilitação, a necessidade do luto e a necessidade de enfrentarmos os problemas de frente.
Dereck é um rock star, que vive uma vida repleta de "tentações", mas que é consciente dos seus atos, até quando pisa na bola. Isso não significa que ele deva ser automaticamente perdoado de seus erros e sim que ele realmente tenta consertá-los e aprende com eles.
Manuela é uma personagem que coloca os outros em primeiro lugar. Sempre altruísta, prestativa e amiga, prefere sofrer em silêncio do que perturbar alguém com suas dores.
O lado cômico do livro fica com os coadjuvantes: Amanda, amiga de Manuela e Ryan, o primo de Dereck. Amanda é o tipo de personagem vida louca, que vive o momento. Não tem tempo ruim em sua vida e se algo a perturba, ela passa por cima e segue em frente. Ryan está começando a sentir o gostinho da indepedência e a aproveitar as oportunidades que existem no mundo da música. Descontraído, divertido e totalmente desapegado, ainda assim tem um lado sério, que se preocupa profundamente com o primo.
O livro ainda conta com a presença de Clara e Alexandre, assim como o Will, que aparece para deixar os leitores suspirando.
O enredo teve um ótimo equilíbrio entre o romance em si e os problemas e obstáculos que os personagens encontram. Os primeiros capítulos são os mais arrastados, pois mostram um Dereck que fica lamuriando a perda de Clara para lá e para cá. Mas já no segundo capítulo a obra começa a se desenvolver tranquilamente. 
Um dos detalhes que se destacam na obra são as músicas que surgem em cada capítulo, movidas pela inspiração das cenas. Aliás, música é o que não falta em "Minha melodia". O livro conta com uma playlist com 42 músicas, com gêneros e artistas diversificados.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. A capa combina muito bem com o enredo.
"Não conseguia esquecê-la. Seu sorriso não desaparecia da minha mente e era impossível esquecer o som da sua voz. Uma voz doce e ao mesmo tempo forte. Um timbre perfeito. E a forma como ela falou de amor e perda fez com que eu me reconhecesse em suas palavras". (p. 29)



Confiram as resenhas dos livros anteriores:

* O amor não tem leis - clique aqui
* O Julgamento final - clique aqui

4 Comentários

  1. Ainda não li os livros anteriores!
    Esse livro eu me apaixonei só pela capa e parece ser o tipo de história que gosto!
    Gostei bastante da sinopse e quero ler muito!
    E quero saber como ele vai se recuperar de ter perdido o seu grande amor!
    Parece ser muito bommm!
    Ótima resenha!
    Beijossss

    ResponderExcluir
  2. Os obstáculos e desafios desses casais é no mínimo interessante, mas não fiquei curiosa pra ler o livro pois parece cansativo os romance e o jogo entre eles. Mas agradeço a dica de leitura ^^

    ResponderExcluir
  3. Carolina!
    Gostei de ver que é um romance, porém não tão comum como os que costumo ler, porque os protagonistas se aproximam através da dor e terão de superar seus traumas para manter um bom relacionamento.
    Rock é sempre atrativo para mim e se tem canções no livro, melhor.
    “Só a mágoa deveria ser a instrutora dos sábios; Tristeza é saber.”(George Lord Byron)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Parece ser um livro apaixonante. Eu gostei muito da resenha e quero acompanhar essa série.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.