Editora:V&R
Ano:2015
Páginas:272

*Livro da minha estante pessoal - Não é parceria

Sinopse:Seis pessoas capturadas e trancafiadas em um bunker, sem contato algum com o exterior. Seis vidas, seis personalidades que poderiam jamais se cruzar, passam a coabitar o mesmo espaço. Linus, um adolescente de 16 anos; Jenny, uma menina de 9 anos; Fred, um dependente químico; Anja, uma mulher elegante e atraente de aproximadamente 30 anos; William Bird, um executivo de 38 anos e Russell Lansing, um físico de 70 anos com a saúde debilitada. Câmeras e microfones registram qualquer movimento das seis vítimas. Não há portas nem janelas. Masquem os observa? Por que eles foram os escolhidos? É através do olhar de Linus, o primeiro capturado, que adentramos esse lugar. Os registros em seu diário delineiam a perturbadora arquitetura do bunker – espaço intransponível em que a humanidade é colocada à prova, numa espécie de voyeurismo sádico, bárbaro e impiedoso.



"Segunda-Feira, 30 de janeiro
10h
Isso é o que eu sei. Estou numa construção retangular de teto baixo, toda de concreto e pintada com cal.. Há seis quartos pequenos ao longo do corredor principal, três de cada lado.. Não há janelas. Nenhuma porta. O elevador é o único jeito de entrar ou sair."



Bunker é uma história perturbadora sobre o ser humano quando é testado em todos os seus limites!
Seis pessoas aleatórias, sem qualquer vínculo ou ligação são capturadas uma a uma e são postas em um Bunker. O primeiro a ser capturado é nosso narrador. Um jovem de apenas 16 anos que vivia nas ruas, com um passado triste que tenta esconder de todos, até de si mesmo! Logo ele se vê cercado por mais 5 pessoas completamente diferentes umas das outras e percebe que isso não pode acabar bem, apesar de todos os seus esforços para que todos vivam em harmonia e possam sair dali de alguma forma.. As coisas vão fugir ao controle e logo Linus perceberá que não se trata de uma simples estada em um local cheio de estranhos ou um reality show bizarro,  mas de uma morte lenta e dolorosa e com  muitas reflexões. Reflexões que ele jamais se imaginou fazendo!


"O que eu sei? Sou apenas um garoto. Tenho 16 anos. Não sei nada sobre cuidar de gente. Ninguém jamais cuidou de mim, a não ser eu mesmo."



Todos os dias ou noites, afinal o tempo é algo difícil de se controlar quando está preso em um Bunker, são dolorosamente lentos e todos sabem que estão sendo observados por um espectador oculto por câmeras e sensores. Esse "homem" só pode ser sádico e louco, pois consegue apenas observar os seis participantes de seu "jogo" cruel definharem pouco a pouco.

Mesmo tentando a todo custo reunir o máximo de informações possíveis sobre o que cada um sabe sobre o "homem que observa" e como foram parar ali, logo Linus (nosso narrador) percebe que não se tem quase nenhuma informação ou nenhuma, na verdade!


"Havia uma garotinha dentro. 
Assim que a vi, meu coração congelou e meu cérebro parou de funcionar. Eu não conseguia me mexer, não conseguia pensar, não conseguia falar, não conseguia fazer nada. Era coisa demais para assimilar."


O grupo se organiza mesmo que contra a vontade de alguns para que possam "passar os dias" até que consigam se libertar.. Porém os dias se misturam, as horas parecem ora correr e outras andar lentamente.. E após tentativas frustradas de escapar são levados ao desespero sem comida, com frio ou calor, sem água.. 

O final é trágico e assustador! Será um teste? O que será que os levou até aquele lugar para viverem seus piores medos? Todos sobrevivem aos seus pesadelos? Morrem? Escapam? Como? 

Me vi completamente imersa no mundo escrito por Kevin Brooks e desesperada para entender o que estava acontecendo e as motivações que levaram o "observador" a fazer esse "jogo sádico", mas quando cheguei ao fim simplesmente me vi consumida com perguntas e desesperada!

Bunker não é uma história para qualquer leitor, é necessário ter "estômago" para chegar ao final e coragem para "sobreviver" ao terror praticado! 

Uma história que li faz uns meses, mas que até hoje me perturba!




33 Comentários

  1. Não conhecia esse livro, mas lendo sua resenha, adicionei ele imediatamente em minha lista de leituras, achei a história bem diferente e um tanto assustadora, mas o livro parece ser muito bom, pretendo lê-lo em breve.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Karini.
    Estava doida por uma resenha desse livro.
    Ganhei um exemplar em um evento da editora V&R, mas estava querendo saber mais sobre o livro antes de colocá-lo na minha lista de próximas leituras!!
    Obrigada!
    beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  3. Oi, Karini. Diário da Agonia representa muito bem Bunker. Esta obra me surpreendeu, não esperava uma espécie de reality show agoniante repleto de reflexões, densidade e "pesadelos". Kevin Brooks com certeza conseguiu renovar o tipo de literatura saturada atual e se destacar com sua originalidade.

    ResponderExcluir
  4. Karini!
    Me parece mesmo um livro bem perturbador.
    E é como gosto para poder dar uma remexida nas leituras comuns e acomodadas.
    “Olho por olho, e o mundo acabará cego.” (Mahatma Gandhi)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista de Dezembro, serão 6 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  5. Não fiquei muito interessada, mas parece ser bom.

    ResponderExcluir
  6. Bunker me lembrou reality shows, como No Limite e Hipertensão, mas bem pior. Fiquei muito em dúvida sobre essa leitura por ser um livro tão pesado, cheio de cenas fortes, mas quero lê-lo, sim. Gostei do protagonista ser um jovem e narrar aquilo tudo com seus olhos inexperientes. Fiquei perturbado com este final não contado, quero saber logo logo.

    ResponderExcluir
  7. Sassenhooooora! Adoro livros de suspense/mistério/terror! E essa resenha conseguiu me deixar arrepiada. Com certeza quero ler esse livro de cabo a rabo, várias vezes ao ano haha. Coloquei na minha lista de desejos <3 Ainda não tinha ouvido falar desse autor.

    ResponderExcluir
  8. Ficou consumida com perguntas no final? Isso quer dizer que o autor não das as respostas? rs ME interessei pra caramba por esse livro. Acho muito legal esse tipo de história, onde rola um terrorzinho mais psicológico (afinal, ficar preso num lugar assim e desse jeito com certeza é um terro né). Nunca tinha ouvido falar desse livro mas vou correndo procurar ele porque quero muito lê-lo agora.

    beijos
    http://pobreleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Adorei sua resenha ,e fiquei com muita vontade de ler o livro .
    Parece muito agoniante, a história provavelmente faz as pessoas pensarem por muito tempo ,como VC msm disse .
    Não gostei da capa ,mas o enredo pelo jeito compensa .

    ResponderExcluir
  10. Acabei de ler o livro e acho que eu não vou conseguir passar o desespero que senti lendo o diário do Linus. Me senti dentro do banker lendo a escrita dele, sentindo os medos dele. Uma leitura inacreditável. E esse final? MEU DEUS O QUE É AQUILO?!!!!??? 😢😢😢

    ResponderExcluir
  11. Que é isso gente?
    Preciso ler esse livro, que maldade me deixou roendo as unhas de curiosidade!
    Acho que não tem como não se sentir interessada em ler o livro, por isso vou procurar por ele já.

    ResponderExcluir
  12. Nem consigo imaginar você ser tirado do seu espaço e ser colocado em outro com desconhecidos e nem saber o por que! Acho que eu surtaria, sinceramente. Haja estômago hein.

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Essa historia me pareceu bem envolvente do tipo que não largamos o livro até desvendar os mistérios, que me deixaram bem curiosa, achei a historia nova e diferente e com certeza não tenho a minima ideia do que o nos leitor pode descobrir no final do livro !

    ResponderExcluir
  14. Prefiro um romance rsrs
    Não curto muito esse genero, mas a resenha está muito boa.

    ResponderExcluir
  15. oiii..
    bom me lembrou maze runer...mas esse livro parece mas suspense...nao sei,,....me deu medo...kkk...mas parece bem legal esse misterio...e muito bom a gente ler algo e tentar desvendar...louca pra ler...otima resenha...bjsss..

    ResponderExcluir
  16. velho! acabei de ler o livro agora e corri para a internet para saber se só eu estava me sentindo assim ou se era geral. meu estômago está embrulhando até agora (acho que preciso de um lençol cortado no formato do pescoço, kkk). quando acabei, minhas mãos estavam suando e eu estava com calafrios e não é exagero! gostei muito do livro, mas ainda estou com muitas perguntas e a leitura não é para qualquer um...

    http://mo-v-i-e.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Odiei esse final, terminei de ler ele hoje D:

      Excluir
    2. terminei ontem de madrugada, e sim, eu me senti mal quando terminei, é dificil dizer se gostei ou não, mais o final me surpreendeu

      Excluir
    3. Terminei agora, fiquei uns 10 segundos olhando pra capa e então comecei a chorar loucamente... Muito envolvente, e realmente um final mt surpreendente

      Excluir
  17. terminei ontem, tô frustrada, cheia de perguntas do tipo: "eu gostei ou nãodesse livro?" D:

    ResponderExcluir
  18. Alguém, por favor, podeira me dizer a "classificação indicativa" do livro?

    ResponderExcluir
  19. O ultimo livro que fiquei assim tão imersa foi Caixa de Pássaros, que também é uma leitura aterrorizante, porque não sabemos o que está do outro lado. Pelo jeito esse livro também é assim, que prende o leitor e que deixa você querendo saber mais a cada capítulo. Beijooos

    ResponderExcluir
  20. Não sei se leria por agora acho que ficaria com a historia na cabeça a um bom tempo, ainda mais se for um final triste ai que fico louquinha mesmo, ai vc fica lendo de repente pensa e para quem está por traz disso tudo? muito boa a resenha.
    Até mais!!!

    ResponderExcluir
  21. Olá!!! Então eu não conhecia esse livro, mas a premissa é bem interessante. É bacana quando o livro questiona nossos valores e nos faz refletir sobre a nossa convivência com outras pessoas, embora ele faça isso de uma maneira que parecer ser angustiante e perturbadora, acredito que não tenho estômago para lê-lo por enquanto.

    ResponderExcluir
  22. Olá,
    Que livro assustador e ao mesmo tempo muito interessante, agora fiquei confusa o que é Bunker?! fiquei muito curiosa para saber o significado dele, além do mas a historia e tão diferente de varios livros que li, ele tem um ar de misterio entre esses seis jovens. Estarei a procura de ler esse livro tão misterioso e assustador!

    ResponderExcluir
  23. Oi, sinceramente não gosto muito de livros ou filmes assim.
    A história desse livro me lembrou o filme "Jogos Mortais", que me deixou perturbada é não pretendo assistir NUNCA mais.Rsrs

    Acho que essa leitura é para os fortes.

    ResponderExcluir
  24. Nossa, nunca tinha ouvido falar!
    Acho que não vou ter "estômago" mesmo para o livro... não é um gênero que eu gosto!
    Mas pela resenha a história parece ser bem diferente Karini! Pra quem gosta do gênero é um prato cheio, eu imagino!!!

    ResponderExcluir
  25. Oi.
    Fiquei curiosa para saber o que acontece neste livro para você falar que ele é destinada a pessoas que tem estômago, eu não vou mentir não leria livros assim porque Confesso sou uma pessoa muito medrosa e quando leio livros com essa premissa costuma não dormir ou até mesmo me assustar com a minha própria sombra Mas esse eu não poderia deixar de conferir espero curtir a leitura e não largar na metade.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  26. Karini!
    Gosto dos thrillers psicológicos e aqui tem o mistério em relação ao observador e quais seriam suas motivações para deixar as pessoas morrerem e ele ficar apenas observando, uma pena que o livro não traga as respostas.
    Lembrei fo filme "Jogos mortais", mas no filme, sabemos a motivação do assassino.
    “A sabedoria dos homens é proporcional não à sua experiência mas à sua capacidade de adquirir experiência.” (George Bernard Shaw)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Primeira vez que vejo falar sobre esse livro, e no começo da sua resenha eu ja sabia que tinha que ler, e quando eu li sobre o final, eu preciso saber o que acontece.

    ResponderExcluir
  28. Oi Karini,
    Tramas misteriosas e que transmitem aflição são as que mais gosto de acompanhar, pois nelas me envolvo com os personagens e anseio desesperadamente pelo desfecho. Fiquei imaginado a agonia de estar em um lugar preso ao lado de estranhos e não saber o que irá acontecer e isso, de alguma forma, me lembrou de Jogos mortais, pois sempre sentia essa mesma sensação assistindo aos filmes. Kevin Brooks foi ousado e criou um enredo onde a mente humana pode ser o maior inimigo que os personagens terão que enfrentar e achei isso genial. Não conhecia esta obra, mas adorei a indicação.

    ResponderExcluir
  29. Já li diversos comentários positivos referentes a este livro, inclusive ele está em minha lista de leituras, parece ser uma história bem diferente e perturbadora, espero conseguir ler este livro em breve.

    ResponderExcluir
  30. Apesar de ter ficado muuuito curiosa depois de ler sua resenha, não sei se tenho coragem de ler, não gosto de livros que ao seu final, me deixam mal.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.