Sinopse - Skylar tem 17 anos e, desde que se entende por gente, é perseguida por sensações de que algo está terrivelmente errado. Mas, apesar dos ataques de pânico que a atormentam, nada nunca acontece, e Sky já está começando a acreditar simplesmente que ela não é normal. Sua vida sofre uma reviravolta quando ela Win, e descobre a chocante verdade que é a causa de suas premonições: somos todos cobaias. Há milhares de anos, a Terra está à mercê de cientistas alienígenas que não se importam nem um pouco com os seus habitantes e nos utilizam em seus experimentos de manipulação do tempo. Win é membro de uma facção rebelde que está tentando colocar um fim nisso e ele precisa da ajuda de Skylar, mas a cada alteração do passado, o próprio tecido do espaço-tempo se fraciona um pouco mais e logo poderá não restar mais nenhum planeta Terra para se salvar.

"Ecos do espaço" é o primeiro livro da trilogia intergaláctica da autora Megan Crewe. A trama é narrada em primeira pessoa por Skylar, uma jovem de 17 anos de idade que tem algumas peculiaridades. Desde pequena a protagonista sofre de ataques de pânico. São ataques que ocorrem repentinamente quando ela tem uma sensação de que algo ao seu redor está "errado". Skylar não consegue explicar ou compreender o que está errado, apenas que, no momento em que tem essa sensação, ela precisa se focar em algo, geralmente realiza multiplicações com o número 3, para o ataque diminuir.
O livro começa com um grupo de alunos da aula de leis e Direito (a Skylar incluída) em uma excursão ao tribunal local. Antes mesmo de entrar no tribunal Skylar tem a "sensação" ao avistar um jovem. No dia seguinte ela reencontra o jovem na porta de sua escola e ao conversar com ele, percebe que algo está realmente errado.
Esse jovem é Win e ele é um alienígena. Win explica para Skylar que a Terra tem sido um laboratório para seu povo, os kemyanos, há milhares de ano e que as sensações de errado que a protagonista tem estão relacionadas as mudanças que eles realizam nas linhas temporais. Claro que Skylar não vai levar o jovem a sério, mas logo em seguida eles estão sendo seguidos e caçados por Executores.
"-Temos uma equipe de cientistas e Viajantes que trabalha num satélite adjacente lá em cima - conta Win, batendo no ponto que representa o gerador. - Eles mantêm o campo em operação e monitoram tudo por aqui, e vêm pra cá, quando têm de fazer alterações que acham que serão informativas." (p. 47)
Win ainda explica que faz parte de um grupo de Viajantes rebeldes, liderados por Jeanant, que tem como objetivo dar um fim a esse experimento. Jeanant deixou quatro partes de uma arma espalhadas na história humana. Cada parte tem pistas para a seguinte e ao conseguir juntá-las, o grupo rebelde poderá explodir o campo que fica ao redor do planeta criado pelos kemyanos.
"Toda vez que o mundo é reescrito, os átomos e as suas ligações se rompem. Quando isso acontece uma ou duas vezes, não se consegue nem mensurar a alteração. Entretanto, isso vem se repetindo há milhares de anos. O equilíbrio está começando a ser abalado: estão acontecendo mais terremotos, mais secas, mais doenças, mais instabilidade em todos os sentidos... O tecido que sustenta a vida neste planeta está se rompendo." (p. 78)
Então Win propõe a Skylar que se junte a ele e faça as viagens à procura das partes, pois, como ela tem a "sensação" poderá auxiliar a encontrá-las com maior facilidade.
Claro que nada é fácil. O grupo de Executores fica ao seu encalço e em cada viagem temporal eles vão parar no meio de um evento importante, ou seja, uma guerra ou revolução.
Win é jovem e quer demonstrar seu valor ao grupo rebelde. Aparentemente sua família não é bem vista em Kemya e ele anseia pelo reconhecimento.
Skylar é uma jovem temerosa. Tudo o que é novo a assusta, graças a sua sensibilidade, mas ao imaginar sendo uma cobaia e que o planeta está em risco, ela assume uma postura diferente, mergulhando na aventura ao mesmo tempo em que tenta se livrar de algumas angústias.
Existe também duas histórias paralelas que vão se entrelaçando com a principal: a história familiar de Skylar. Sua família não está completa. Quando Skylar tinha cinco anos de idade, Roam, seu irmão mais velho, saiu de casa e nunca mais voltou. E todos ficaram se perguntando o que aconteceu com ele... É uma ferida aberta pois até hoje eles não tem resposta. 
Também temos um pouco da história do planeta Kemya e dos experimentos realizados na Terra. A forma como os kemyanos veem os seres humanos e o que aconteceu em Kemya são explicados nesse livro.
A mistura de alienígenas com viagem no tempo foi uma surpresa agradável. É uma trama diferente que tem um grande potencial para discutir alguns pontos reais, como a exploração de um povo e os pré-conceitos que temos ou desenvolvemos ao longo de nossas vidas.
A história é muito bem desenvolvida. Temos aventura, ação e algumas revelações emocionais, o que permite ao leitor conectar-se aos personagens.
Em relação à revisão, diagramação e layout, a Editora Jangada realizou um ótimo trabalho.
"E o que dizer do resto? Win veio do planeta Kemya? Alienígenas vêm alterando a história da Terra ao longo dos séculos, dos milênios? Eles estão olhando para nós agora, para o meu planeta, como se fosse o aquário deles?" (p. 56)


Para comprar o livro na Amazon, acesse

11 Comentários

  1. Nunca experimentei ler nada assim. Mas ja assisti vários filmes ness ambiente do espaço, então acho que não me surpreenderia se eu gostasse de ler e tipo de livro. Não podemos negar que tem caracteristicas que nós, leitores, adoramos; como ação, aventura e tudo mais que achamos nesse livro.

    ResponderExcluir
  2. Oi Carolina ;)
    Apesar de ficção científica não ser meu gênero, pela resenha parece um livro bem diferente e interessante!
    A Ed. Jangada está trazendo uns livros muito interessantes ultimamente.
    Já vou colocar na lista de leitura!
    Obrigada pela dica ;)

    ResponderExcluir
  3. Olá! Adoro ficção científica, pena que não leio muito esse gênero, prefiro assistir a filmes. Mas pelo que você disse na resenha, este deve ser um livro ótimo e que eu certamente leria, já que parece que vai ter uma boa mistura de ficção científica, suspense, fantasia e aventura.

    ResponderExcluir
  4. Oi Carolina.
    Achei a primeira bem interessante mas confesso que ficção científica não faz muito lá Meu gênero Achei bem interessante que tem mais algumas histórias intercaladas no decorrer do livro eu simplesmente amo quando isso acontece, enfim não sei se essa é uma leitura para mim.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Linhas temporais? Isso tem haver com linha do tempo?! Fiquei curiosa, ainda mais que amo livros que envolve coisa do tempo. Amei esse livro só de ler essa resenha incrível, a personagem me pareceu bem interessante e ao mesmo tempo tímida!
    Com certeza eu ia amar ler ele !

    ResponderExcluir
  6. Já li pouco de ficção cientifica, mas lendo a resenha do livro me interessou bastante protagonista forte e diferente.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  7. Carolina!
    Livro de ficção que muito me interessa porque mistura aliens e viagem no tempo, o que é uma combinação fantástica.
    O fato da protagonista ser tão jovem me deixa com uma pulga atrás da orelha, mas só lendo para saber como tudo vai se desenrolar, né?
    “A solidão é a mãe da sabedoria.” (Laurence Sterne)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Quando li sobre ela ser temerosa já comecei a ficar em duvida, mas saber que ela mergulhou na aventura me fez muito feliz pois esse esta entre os meus mais desejados. Acho bem legal essa capa, e adorei a sua resenha, com certeza irei ler muito em breve.

    ResponderExcluir
  9. Já li tanto comentários positivos como negativos sobre a Trilogia Ecos do Espaço, mas mesmo assim quero ler, pois gosto desse estilo de história, gostei muito da sua resenha, achei bem diferente a capa desde primeiro livro da trilogia.

    ResponderExcluir
  10. Oi Carolina,
    É uma história bem complexa e mesmo não sendo o tipo de livro que leio, geralmente, fiquei curiosa com esta trama. Fiquei impressionada com a coragem de Skylar, pois ela será inserida neste enredo sem saber de nada e terá confiar em alguém que ela nunca viu. Minha maior curiosidade está na "sensação" que ela sente e do porque isso acontecer com ela e se é só com ela. A autora uniu elementos bem interessantes e espero que eles sejam bem explorados em uma narrativa envolvente.

    ResponderExcluir
  11. Como sempre digo, esse tipo de leitura é muito diferente para mim.
    Talvez eu curta por gostar de aventura e ação.

    Acho que só tenho um livro de ficção científica. E ainda não o li.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.