Sinopse - O quinto volume do fenômeno editorial nos Estados Unidos, com mais de 3 milhões de cópias vendidas Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Em maio, Mia vai trabalhar como modelo no Havaí, onde conhecerá Tai, um dos homens mais impressionantes que ela já viu. Com ele, Mia vai descobrir que o prazer não tem limites — e que ela deve aproveitar absolutamente tudo o que a vida tem a oferecer.


Maio é o mês em que Mia vai conhecer o Havaí! Ela é contratada por um fotógrafo renomado para ser um dos rostos (e corpo) de uma campanha plus size. Por conta disso, esse mês deveria ser apenas diversão em um local paradisíaco, algumas horas de trabalho por dia e o restante dele, de prazer. 
"... nós éramos modelos plus size e havíamos conseguido o trabalho por causa da nossa aparência, e não pelo tamanho que a sociedade queria que tivéssemos."
Logo ao chegar na locação, Mia conhece outro modelo: Tai Niko. Tai é a representação da cultura samoana: alto, com a pele bronzeada, musculoso, com metade do corpo tatuado e um apetite sexual insaciável.
"Abdome não, quadradinhos de luxúria. Cada gomo me fazia cobiçá-lo. Eu queria lamber e morder cada centímetro daquele tronco, com tatuagens e tudo... Especialmente por causa das tatuagens."
E é aí que a história de Mia e Tai começa e termina. Não me levem a mal, as cenas dos dois foram incríveis, cheias de momentos hots, mas tive a impressão de que a protagonista sairia do Havaí com dificuldades para andar. Tudo isso porque não houve um aprofundamento emocional entre os personagens. Quando digo emocional, não estou me referindo a uma ligação romântica e sim a um laço de amizade talvez. A autora descreveu a ambientação de forma que no final do mês Tai e Mia eram melhores amigos, mas não senti essa conexão. 
Talvez por ter sido usado mais um lado espiritual, falando de destino, conexões e etc (mas que ao meu ver não foi bem trabalhado), esse laço de amizade não me convenceu.
Tai é um bom rapaz, que dá muito valor a família e a tradição e que está aguardando aquela que irá roubar seu coração e dividir com ele sua alma. 
"O verdadeiro amor sempre é difícil. Acho que você tem que passar algumas provocações e adversidades para chegar ao final feliz, para encontrar o "viverem felizes para sempre". "
Um dos detalhes interessantes desse mês, foi a possibilidade do leitor conhecer um pouco melhor a irmã mais nova de Mia, Maddy. Maddy é como uma filha para a protagonista, já que foi ela quem criou a garotinha graças a inaptidão de seus pais e Mia está tendo dificuldades em aceitar que a irmã não é mais uma criança e que está tomando decisões por conta própria e trilhando um caminho independente do dela.

Vemos também um pouco mais da Ginelle, a melhor amiga de Mia, que a apoia incondicionalmente e que estava precisando se dar bem ao invés de viver através das aventuras da amiga. E nada melhor do que encontrar um crush em um local paradisíaco, certo?
"Cacete. Esse mês ia ser uma aventura e tanto." 
Para comprar o livro impresso ou o ebook, acesse: http://amzn.to/2nZRAh0


Confiram as resenhas dos livros anteriores:
A garota do Calendário - Março

11 Comentários

  1. Apesar de ter parado de fazer resenha da série, eu já terminei hehehehe
    Esse livro é bom, me incomodou em alguns aspectos, mas nada que me fizesse perder o interesse...a história do povo samoano é linda e seus significados, gostei bastante dessa parte!

    Bjooooooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Sabe que que acho o enredo dessa série bem interessante? Nunca li nada igual, a maior série que já li foi Rosemary Beach, mas como vai mudando os casais, não sei como seria a experiencia de ler os 12 com a mesma menina, mesmo que com homens diferentes.
    Ganhei em um sorteio os de janeiro e fevereiro.. Estou aguardando a chegada bem ansiosa, porque quero saber se vou gostar tanto como os leitores blogueiros gostaram.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Nossa que livro em, apenas tenho lido varias resenha desse livro, porém com meses diferente até que deu pra entender um pouco a historia de Mia mas eu estou com o primeiro livro para poder ler e assim conhece o começo dessa historia dela. Gostei bastante desse livro, um lugar de paraiso eu chamaria!

    ResponderExcluir
  4. Não li ainda nenhum dos livros. E confesso que assim que eu soube de como seria as várias aventuras da Mia,tive um certo preconceito com os livros.
    Mas lendo um pouco de cada mês da história, achei até diferente e divertido.

    Tenho vontade de ler. :)

    ResponderExcluir
  5. Carolina!
    Ambientação no Havaí e um samoano tudo de bom, deveria ser uma ótima história, uma pena que não sentiu uma conexão maior entre eles, difícil assim, né?
    Bom que poderemos conhecer um pouco mais sobre a irmã de Mia.
    Desejo um mês abençoado!
    “Muitas palavras não indicam necessariamente muita sabedoria.” (Tales de Mileto)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP COMENTARISTA MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  6. Acho que Mia esse mês também não me cativou muito mas quem sabe nos próximos? gostei muito dos messes anteriores mas esse me pareceu um pouco fraco, uma pena a Mia não saber o que realmente quer.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  7. Olá!!! Já conclui a leitura desta série, e concordo que maio não foi um dos melhores livros, esperava mais já que o destino era o Havaí e ela tinha a melhor amiga e a irmã dela lá, mas o mês se resumiu a sexo e quase nada aconteceu, acredito que por a série ser longa tem esses altos e baixos mesmo, uns meses melhores que outros.

    ResponderExcluir
  8. Oi!!
    Li só o primeiro da série e percebi que não é pra mim :/
    Espero dar uma chance no futuro, porque já vi várias resenhas legais, e até ganhei o 2 livro de presente... mas não acho que vai ser tão cedo!

    ResponderExcluir
  9. Oi.
    Eu estou muito ansiosa para começar a ler essa série confesso que no início tive um pouco de preconceito em relação à profissão da personagem e o fato de que ela iria sair com 12 homens mas conforme for linda as resenhas perceber que o livro não se trata apenas de sexo e que apesar da autora pisar na bola algumas vezes a série se fala de algo muito mais profundo Pelo menos é o que eu acredito espero desfrutar dessa leitura muito em breve.
    P.S totalmente te entendo pelo pouco que descreveu dessa amizade também não me convenceria.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Adorei a sua resenha. Tenho essa serie em e-book, pretendo ler em breve. Adorei saber que a autora mostrou mais sobre os outros personagens, principalmente alguem que é importante para a personagem principal. Gosto muito das capas da serie completa.

    ResponderExcluir
  11. Oi Carolina,
    Este livro não parece trazer grandes temas a serem abordados, mas achei legal que teremos mais da relação familiar da protagonista. Outro fato que chama atenção são as características físicas de Mia, a autora mostra que para ser bonita e desejada não precisa magra, mas sim ter confiança em si mesma. Espero que os outros volumes sejam mais aprofundados e que o foco não fique só na parte erótica, mesmo este sendo o gênero da série.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.