Lex Luthor – Homem De Aço

Filantropo, generoso, um empresário de sucesso, um visionário, essas são apenas das algumas qualidades positivas pela qual Lex Luthor é conhecido pelas pessoas. Uma imagem que ele sabe muito bem como continuar vendendo para o mundo. Mas são poucas pessoas que não estão sob o domínio, influencia ou em negócios ilícitos com ele que conhecem sua verdadeira face. A sua determinação em não deixar nada ficar em seu caminho, em sempre conseguir o que quer e se não tem ou não puder obter o que quer, ele encontra quem lhe consiga. Mesmo se a pessoa não estiver disposta a lhe dar o que quer, ele encontra uma maneira legal ou não de conseguir. Mas inteligente como ele é, ele nunca suja suas mães diretamente, sempre usando outras pessoas para alcançar seus objetivos. Mas existe uma pessoa que ele não consegue comprar, corromper, intimidar, dobrar a sua vontade e nem destruir. Essa pessoa é Superman, um modelo de honra e justiça, algo que Lex no fundo não se importa e nem compreende seu significado. Obcecado em mostrar ao mundo o que ele acredita ser a ameaça alienígena que ele acredita que o Superman é ele está obcecado em voltar o mundo contra o Superman, o mesmo mundo que praticamente idolatra o Homem de Aço. Para essa difícil missão Lex tem um audacioso plano, um plano que envolverá um empregado sem quase nenhum escrúpulo, pois fará tudo que mandar inclusive matar, intimidar e não poupará esforços para receber seu pagamento. Ele também irá usar e descartar pessoas que confiam nele, chegando até manipular e envolver o Batman em seu plano. Além de envolver um criminoso com um gosto muito doentio, ele irá sacrificar muitos inocentes para promover sua campanha anti-Superman. E como se isso tudo já não bastasse, ele irá fazer a parte mais importante de seu plano crer, sonhar, amar e usará tudo e destruirá tudo em sua obsessão de desmascarar o Superman. Embora ele ache que faz isso pelo bem da humanidade, parece que ele não pensa duas vezes em sacrificar parte da humanidade para conseguir alcançar seu objetivo.
Gostei de ver como Lex Luthor é inteligente, você vai lendo pensa que está acompanhando o plano dele, mas conforme as páginas vão passando você descobre que aquilo que você sabia era só uma pequena parte, nem os capangas dele que estão fazendo o serviço para o qual foram contratados sabem e são usados e descartados facilmente. E quando eles percebem que foram manipulados, que Luthor ferrou eles e fez algo que não era o combinado e jogou a bomba no colo deles já é tarde demais. Também me surpreendeu ver como uma hora Lex parece ter alguma humanidade e logo em seguida ele usa, manipula, intimida e mata qualquer um sem hesitar. Ele não se importa com a idade, se são famílias inteiras, pessoas de bem, se for melhor que morram para que seu objetivo seja alcançado ele mata. E nunca faz o trabalho sujo sempre usa alguém e essa pessoa nem sabe ou percebe, mas ele provavelmente já tem outra pessoa para lidar com a anterior. Só não gostei muito do jeito que o Superman agiu com o Batman, não é o estilo dele agir desse jeito, muito menos sem tentar do jeito certo antes.

Action Comics 23

Clark Kent e Lois Lane sã correspondentes de Guerra do Planeta Diário e estão na Belgária cobrindo o conflito ente Galônia e Toran. Esse conflito tem custado muitas vidas, mas sem ninguém saber alguém é o responsável pelo inicio dessa guerra e parece ter um plano para aumentar o alcance desse conflito, podendo envolver todo o continente num conflito sangrento. Agora Superman precisará enfrentar uma rede de manipulações para descobrir quem é o responsável e impedi-lo. Ele enfrentará um inimigo muito inteligente e muito bem preparado. Mas será que esse inimigo estará preparado para enfrentar o Homem de Aço? Conseguirá Superman deter esse vilão e para esse conflito antes que ainda mais vidas sejam perdidas?
Gostei da parte em que o vilão apesar de louco é muito inteligente, tem vários recursos e se preparou muito bem para praticamente tudo, exceto em lidar com um homem que parece ser praticamente indestrutível. Mas não gostei muito dessa Lois Lane, sei que essa história é antiga e costumes da época eram desse jeito, mas estou acostumado com uma Lois Lane mais ousada, independente. Não uma que invés de se preocupar em descobrir os fatos, investigar a matéria que é o motivo de ela estar em um lugar perigoso, ela está mais preocupada por ter desmaiado e não ter visto o Superman.


14 Comentários

  1. Oi Rodrigo ;)
    Apesar de não ser muito acostumada a ler, adoro Graphic Novels.
    Sendo da DC Comics então, me interessei demais!
    Acho que vou gostar mais de Action Comics 23, pelo Superman S2
    Mas que pena que você não gostou muito dessa Lois Lane... deve ser estranho, já que estamos mais habituados a ver ela mais independente mesmo!
    Abç

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A da Action se não me engano é da década de 40 e realmente achei aquela Lois muito sem graça.

      Excluir
  2. Rodrigo!
    Bom ver que destinaram um exemplar exclusivo ao arqui inimigo do Superman.
    devo confessar que tenho uma quedinha pela mente inteligente dele, embora não suporte o que ele tenta impringir ao nosso herói.
    Desejo um ótimo domingo!
    “É preciso já ser sábio para amar a sabedoria.” (Friedrich Schiller)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Intelectualmente Lex Luthor é realmente brilhante, mas infelizmente o que ele tem de brilhante tem de egocêntrico, insano, e maligno.Se fosse a pessoa boa que é a mascara que ele usa para o publico em geral seria realmente bom para a humanidade. Mas acho que ai não seria o Lex Luthor de verdade, né?

      Excluir
  3. Boa tarde!
    Lembro-me bem do Lex dos desenhos que assistia. Ele é realmente um vilão sem escrúpulos, frio e calculista. Essa obsessão pelo Superman é doentia. Um daqueles caras que surpreendem a gente com tanta maldade.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E que sempre conseguem surpreender com o quanto eles conseguem ser baixos para conseguirem o que querem e praticamente sempre o fazem por meio de terceiros , sem sujar as próprias mãos e manter uma imagem limpa.

      Excluir
  4. Olá,
    Não sou muito chegada a comics mas sei que as histórias em quadrinhos são incríveis. Esse não deixaria de ser o mesmo, a história é muito boa e ótima pra quem curte bastante os comics mas a história r super legal.

    ResponderExcluir
  5. Eu dei muita risada com esse ultimo comentário sobre a Lois, coitada. Também não gosto muito quando as personagem ficam assim toda bobas, gosto de mulheres independentes!
    O Lex parece ser um vilão e tanto hein, muitas características são vistas nessa sua resenha, a inteligência é sempre bem vista!
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É que a Lois "boba" é uma personagem baseada na ideia da mulher totalmente dependente e submissa da época, mas mesmo assim eu achei que ficou fútil a personagem. A Lois moderna é mais independente, ousada e não se deixa intimidar. Aquela lá me pareceu que se um cara aparece-se na frente dela carregando um corpo e disse-se para ela que isso não é nada, que ela não viu nada. Ela provavelmente diria "OK" e iria embora.

      Excluir
  6. Sempre achei um vilão inteligente e super mal é aqui consegui concluir isso consegui saber mais a respeito muito bom.
    Até mais!!!

    ResponderExcluir
  7. Olá! Que pena que essa Lois Lane é tão sem graça, mas como você disse é justificável pela época que a história foi baseada, mesmo assim me interessei em conferir a história Action Comics 23.

    ResponderExcluir
  8. Que bom que se interessou, acho muito engraçado a linguagem da época.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.