Sinopse - Há histórias sobre Mia Corvere, nem todas verdadeiras. Alguns a chamam de Moça Branca. Ou a Faz-Rei. Ou o Corvo. A matadora de matadores. Mas, uma coisa é certa, você deveria temê-la. Quando ela era criança, Darius Corvere – seu pai – foi acusado de insurreição contra a República de Itreya. Mia estava presente quando o carrasco puxou a alavanca, viu o rosto do pai se arroxeando e seus pés dançando à procura do chão, enquanto os cidadãos de Godsgrave gritavam “traidor, traidor, traidor”... No mesmo dia, viu a mãe e o irmão caçula serem presos em nome de Aa, o Deus da Luz. E, embora os três sóis daquela terra não permitam que anoiteça por completo, uma escuridão digna de trevas tomou conta da menina. As sombras nunca mais a largaram. Mia, agora com dezesseis anos, não se esqueceu daqueles que destruíram sua família. Deseja tirar a vida de todos eles. É por isso que ela quer se tornar uma serva da Igreja Vermelha – o mais mortal rebanho de assassinos de toda a República. O treinamento será árduo. Os professores não terão misericórdia. Não há espaço para amor ou amizade. Seus colegas e as provas poderão matá-la. Mas, se sobreviver até a iniciação, se for escolhida por Nossa Senhora do Bendito Assassinato… O maior massacre do qual se terá notícia poderá acontecer. Mia vai se vingar.

Sinopse - June sempre foi solitária. Até conhecer Delia Cole no sexto ano do colégio. Elas se tornaram inseparáveis, compartilhando a perda da inocência e o florescer da malícia na adolescência. Para June, não havia ninguém como sua melhor amiga. Delia era a garota mais bela do mundo quando sorria, e incendiava aqueles que a rodeavam. Embora, às vezes, se tornasse fria e sombria. As duas acreditavam que nada poderia separá-las… até aquela estranha noite que as afastou por um ano – e depois para sempre. Quando o vice-diretor da escola North Orchard anuncia que Delia está morta, uma onda de angústia toma conta de June. Dois dias antes, a amiga havia ligado para ela, mas June ignorou as chamadas. Todos dizem que Delia ateara fogo no próprio corpo. Sua melhor amiga havia se matado. June não consegue aceitar. Delia não seria capaz disso. Ou seria? Então, quando bilhetes póstumos da amiga começam a chegar, June se convence de que ela fora assassinada. Alguém estava mentindo nessa história, e a lista de suspeitos é perturbadora. O que June fará quando toda a verdade vier à tona?

6 Comentários

  1. Olá ;)
    Me interessei muito por Nevernight. Já dei uma pesquisada e vi que o livro tem notas bem altas, e adoro livros de fantasia. E senti que a Mia é parecida com a Emily de Revenge kkk
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Com certeza o segundo livro me chamou mais a atenção. Esses livros de suicídio estão super em alta ne? Eu gosto desse suspense em volta dos personagens e de toda a história ;)

    ResponderExcluir
  3. Gostei do segundo livro e agora super curiosa para saber o que realmente aconteceu algo me diz que vou adorar.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  4. Olá! O livro Nevernight chamou minha atenção tanto pela sinopse, quanto pela capa, achei bem bonita, espero ler resenha sobre ele aqui no blog para ter certeza que vai valer a pena lê-lo.

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Os lançamentos são maravilhosos e bem interessante, fiquei por curiosamente em ler Nevernight a trama me pareceu boa, e o outro é mas pesado e com certeza terá sofrimento.

    ResponderExcluir
  6. Uauuuu!!
    Adorei a capa de Nevernight e ainda mais o enredo, fiquei com muita vontade de ler.
    Boas festas juninas!!!!
    “O que importa afinal, viver ou saber que se está vivendo?” (Clarice Lispector)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.