Sinopse - E se você descobrisse que a Terra guarda grandes segredos? E se esses segredos fossem poderosos o suficiente para modificar o rumo de nossas vidas? A aventura dos Melbourne continua de forma avassaladora. Os conflitos se entrelaçam e emolduram um quadro muito maior, e muito, muito pior do que acreditávamos ser! Agora, mais do que nunca, um único erro pode levar todas as raças da Terra ao caos total. Nunca o destino exigiu tanto de nossos personagens. Perigos inimagináveis permeiam a escuridão do oceano, nossos mais profundos pensamentos não estão mais seguros. O bravo Cisne talvez não resista até o fim da jornada. Conflitos serão elevados a patamares que você nunca ousaria imaginar. Está preparado para experimentar o melhor que Eleonor Hertzog já apresentou?

CONTÊM SPOILERS DOS LIVROS ANTERIORES
"Talismãs" é o terceiro livro da série Uma Geração. Todas as decisões da autora Eleonor Hertzog, publicado pela Mundo Uno.
A história começa exatamente onde terminou "Linhagens": no ataque de Krilin. Agora Peggy, Peter, Robert, Doris e Henry precisam escapar de lá o quanto antes e a salvação aparece de forma inesperada - com a chegada de Moriser de Merine.
Porém, o preço a se pagar é alto para Moriser e após o resgate sua condição é trágica. Nesse momento, a habilidade sensitiva de Peggy também cobra seu preço, e a jovem acaba tendo um colapso.
Claro que antes disso, a garota precisa agir mais uma vez e salvar aqueles presentes em Merine. Depois disso, Peggy retorna ao Cisne.
Para quem não acompanha a série deve estar achando a situação muito confusa. Mas acreditem, é muito coesa dentro do enredo. Os jovens dessa série tem poderes extraordinários. Tão extraordinários que a geração anterior (seus pais, mães, tios e tias) passam boa parte de "Talismãs" tentando entender o que está acontecendo.
E é em "Talismãs" que as tramas paralelas surgidas anteriormente começam a se juntar. No cisne, os filhos de Henry e Doris começam a questionar seus pais sobre o que aconteceu no Mar Negro e com a Peggy. Ainda alheios de sua própria origem e do que está por vir na escola, eles continuam pregando peças uns nos outros e até mesmo fazendo apostas malucas envolvendo o coitado do Jean, o jornalista que foi adotado por essa calorosa família.
O Cisne ainda vai contar com a presença de Fabrin Tanlai, o coordenador de Gemini, e os seus filhos, Anna Tanlai e Ricardo Veron. A incursão deles no Cisne fará um desses personagens desabrochar e mostrar pela primeira vez, uma personalidade maravilhosa e digna de suspiros.
Em paralelo, teremos os acontecimentos na Casa de Merine. A Casa entra em confinamento pelo ocorrido com o Moriser e os seus habitantes serão surpreendidos pelas mudanças que vão acontecer por lá. Aparentemente, a Casa e o seu Talismã tem ideias próprias sobre quem será o chefe.
Temos também a Casa de Slara, que está acolhendo aqueles precisaram sair com urgência de sua própria Casa. Lá, teremos algumas respostas que tanto procuramos.
Porém, alguns outros fatos serão discutidos na obra que terão provavelmente grande impacto nos livros seguintes: o elo de Peter e Loon, a extensão dos poderes de Peggy, a história do Dr. Don e a história do Talismã Quádruplo. 
Não podemos esquecer de mencionar Michele e Anton. Eu nunca dei tanta risada com um gato como fiz com o terrível protetor da Michele.
Todas as tramas começam a se entrelaçar e a formar um quadro geral impactante. A revelação final, onde um dos personagens fala sobre suas conjecturas é alarmante, mas deixa o leitor com altas expectativas pelo que virá a seguir.
É impossível falar de cada um dos personagens, mas foi uma alegria retornar ao Cisne e ver o clima de camaradagem entre esses irmãos novamente. A forma como eles incluem aqueles que estão ao seu redor, as brincadeiras, as provocações e as apostas deixam a leitura leve e alegre.
Não tem como falar dessa série sem mencionar a Peggy. A cada livro que passa sua evolução é surpreendente, apesar de ser tão nova, mas em "Talismãs" quem roubou os holofotes sem dúvida foi o Peter. A forma como ele lidou com os acontecimentos nem sempre foi a melhor, mas ele fez um exame de consciência e tentou aprimorar seus atos para o acontecimento seguinte, o que demonstrou um grande amadurecimento, mesmo que ele seja claramente subestimado pelos adultos da trama.
Falando nos adultos, tirando Henry e Doris que tem uma visão mais ampla sobre os jovens, os demais só passaram vergonha. Muito deles, como o Robert, se acham tão inteligentes, tão sabe tudo, mas não prestaram atenção ou valorizaram os próprios filhos. Em vários momentos da leitura, queria sacudir esse grupo.
"Talismãs" é uma obra complexa e densa, mas ao mesmo tempo apaixonante e impossível de largar. 
O trabalho editorial foi muito bem feito, com uma revisão impecável (o que é raro em um livro tão extenso) e uma capa que combina perfeitamente com a trama (o trecho que a capa se refere é demais!)
"...Tio Henry é tão terrível assim?- Henry é a pior praga que existe para infestar a vida de uma pessoa, ainda mais se resolve que vai fazer a pessoa mudar de ideia. Você logo vai ver que ele sabe muita coisa, além de só falar o que quer e ter a habilidade de deixar praticamente todo mundo com cara de bobo." (p. 106)

Uma parte da equipe (Carol e Rodrigo Durães) prestigiando a autora na Bienal de SP de 2016.
Confiram as resenhas dos livros anteriores


Para comprar o livro pela Amazon, clique aqui

7 Comentários

  1. Essa série está na minha lista de desejados espero poder conferir em breve pois já li criticas positivas a respeito não vejo a hora de poder conferir.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  2. Carolina!
    Tenho O Cisne aqui para leitura, porém ainda não consegui ler.
    Parece uma série fantástica e preciso ler logo.
    Bom ver que nesse exemplar, algumas coisas vão se esclarecendo referente as pendências dos livros anteriores.
    “A única sabedoria que uma pessoa pode esperar adquirir é a sabedoria da humildade.” (T. S. Eliot)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Carol ;)
    Quero muito ler O Cisne, mas não tive a chance ainda.
    Fiquei muito curiosa sobre a trama, acho que vou gostar bastante. E que bom que mesmo sendo complexo, é uma leitura apaixonante!
    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Já li as resenhas dos outros dois livros e achei a história um amor. A trama dele é super legal e a continuação vem com mas aventura para os personagens. A autora fez uma obra para te envolve até o fim. Espero ler ela logo, logo.

    ResponderExcluir
  5. Realmente é meio difícil acompanhar séries em que não estamos habituadas. Eu mesmo não conheço e também não me interessei muito por causa do gênero, geralmente vou passando outros livros na frente e deixo esse estilo pro final.
    Mas percebi que gostou, e isso que importa ne? A resenha nos passou isso ;) Beijos

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde!
    Li a resenha do primeiro livro e confesso que me assustei com o número de páginas e a quantidade de núcleos em uma trama só, mas, pelo lido, a autora sabe conduzir toda a trama muito bem e o melhor: com muita criatividade.
    Dei uma lida por cima nesta resenha aqui e concluí que a saga continua boa neste volume.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Olá! Estou lendo o primeiro livro, e estou adorando, história envolvente, muito bem escrita, que não me decepciona em nenhum momento, que bom que, mesmo no terceiro volume, a história continua tão empolgante e apaixonante, doida para ler os próximos livros.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.