Sinopse - Do mesmo autor de A Garota No Gelo. A Detetive Erika Foster tem agora um desafio aterrorizante. “A sombra saiu da escuridão e subiu as escadas silenciosamente. Para observar. Para aguardar. Para colocar em prática o que há tanto tempo planejava.” Em uma noite de verão, a Detetive Erika Foster é convocada para trabalhar em uma cena de homicídio. A vítima: um médico encontrado sufocado na cama. Seus pulsos estão presos e através de um saco plástico transparente amarrado firmemente sobre sua cabeça é possível ver seus olhos arregalados. Poucos dias depois, outro cadáver é encontrado, assassinado exatamente nas mesmas circunstâncias. As vítimas são sempre homens solteiros, bem-sucedidos e, pelo que tudo indica, há algo misterioso em suas vidas. Mas, afinal, qual é o segredo desses homens? Qual é a ligação entre as vítimas e o assassino? Erika e sua equipe se aprofundam na investigação e descobrem um serial killer calculista que persegue seus alvos até achar o momento certo para atacá-los. Agora, Erika Foster fará de tudo para deter aquela sombra e evitar mais vítimas, mesmo que isso signifique arriscar sua carreira e também sua própria vida.
"Uma sombra na escuridão" se passa mais de um ano depois dos acontecimentos do primeiro livro. Narrado em terceira pessoa, o livro acompanha a vida e os casos investigados pela detetive Erika Foster, uma mulher com uma mente brilhante, mas emocionalmente abalada pela ainda recente morte do seu marido. Atualmente ela é a líder de sua equipe e responde ao superintendente Marsh na delegacia de polícia de Lewisham Row. Ela continua trabalhando com Crane, Moss, Singh, Peterson e os demais investigadores, com exceção de seu nêmesis, que foi transferido.  Ela ainda conta com o detetive Warren, um detetive recém-transferido para sua unidade.
Seus dias vão seguindo lentamente e a amizade forjada com o legista, o doutor Isaac Strong está mais forte. Eles se encontram semanalmente para jantar, mas uma virada na amizade acontece quando Isaac resolve dar uma segunda chance ao ex, o escritor Stephen Linley. Logo de início, Erika não se entusiasma com Stephen. Ele é egocêntrico, arrogante e imediatamente tenta minar a amizade de Isaac e Erika.
Apesar de estar gradualmente seguindo em frente, Erika ainda é muito solitária. Seu novo lar ainda não é um lar, apenas uma habitação vazia. Erika se mantêm focada no trabalho e não faz ideia do caso horripilante que terá que desvendar.
Tudo começa quando um médico de quarenta e seis anos recém divorciado é encontrado morto em casa com um saco plástico na cabeça e indícios de viver uma vida dupla. Dr. Gregory Munro é o clínico geral da região, proprietário da Hilltop Medical Practice. Por ser um médico conhecido , Marsh quer que o caso seja resolvido rapidamente e insiste na teoria de um encontro homossexual que deu errado. Evidências de rophypnol no sangue do médico indicam que ele estava drogado, mas não tem como afirmar se foi algo voluntário ou não. Semanas se passam sem novos pistas, mas tudo muda quando uma segunda vítima aparece e é encontrada asfixiada da mesma forma que o dr. Munro.
Em paralelo, o leitor acompanha uma conversa de bate-papo entre Duke e Night Owl e a partir dos fragmentos dessas conversas percebemos duas pessoas em completo sofrimento.
"Uma sombra na escuridão" tem um diferencial enorme em relação ao primeiro livro da série: o culpado é um personagem que gera enorme empatia por conta de sua história. Apesar da brutalidade e das ações chocantes, quando o leitor conhece todos os elementos que impulsionam seus atos, fica difícil classificá-lo como alguém desalmado.
"Finalmente, depois de estremecer e soltar um gemido, Jack ficou imóvel. Night Owl permaneceu junto ao corpo de Jack por vários minutos, observando, respirando com euforia, tremendo de entusiasmo." (p. 121)
O enredo em si foi muito bem escrito e sua trama prende a atenção do início ao fim. Como no livro anterior, existe mais de uma trama e elas vão se conectando conforme a leitura avança. Temos também a perspectiva da vida pessoal dos personagens, com destaque especial para as histórias de Marsh e Isaac.
Em relação à revisão, diagramação e layout foi realizado um ótimo trabalho. Foi encontrado um errinho na página 327, mas nada que interfira na compreensão do texto. A capa chama a atenção, mas faltou "algo" para combinar com o conteúdo.
"Night Owl levantou-se silenciosamente e escapuliu da casa como uma sombra." (p. 121)

Para comprar o livro pela Amazon, acesse: http://amzn.to/2s9z6Nf

Confiram a resenha do livro anterior: A Garota no Gelo - Livro 01

7 Comentários

  1. Ainda estou tentando ler o primeiro livro mais ainda não consegui vamos ver se nesse próximo semestre eu ainda consiga ler esse segundo e desvendar tanto mistério envolvido.

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Que história, que livro. Sou muito fã de livros que citem investigação criminal, eu sempre tenho esse interesse enorme e muita curiosidade. Gostei da trama, tem uma premissa maravilhosa é incrível!

    ResponderExcluir
  3. Adoro esse livros de detetives, mesmo não sendo uma leitura constante, mas sempre que vejo algo bom, eu vou lá e arrisco. Esse parece ser muito bom, o legal desse tipo de livro é que já na sinopse a gente fica imaginando o que pode ter acontecido, quem é o suspeito, e o porquê de ter feito tal coisa.
    Gosto quando os detetives aparecem como em uma série, tipo Alex Cross, ganhei e adorei ter lido sobre ele, imagino que a Erika também seja nesse mesmo nível.
    Obrigada pela dica ;) abraços

    ResponderExcluir
  4. Oi Carol ;)
    Ainda não li o primeiro livro, mas quero muito e quem sabe em breve consiga.
    Adoro livros romances policiais. É horrível mesmo quando temos empatia pelo personagem e ele acaba sendo o culpado!
    Que bom que o livro prende do início ao fim, algo muito importante nesse gênero, isso só me deixou com mais vontade de ler.
    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Carolina!
    Apesar do ambiente ser o mesmo, os companheiros de trabalho serem quase todos os mesmos, bom ver que o livro trouxe um diferencial do anterior, que é a empatia que o leitor vai ter pelo responsável pelo crime.
    Quero ler com certeza.
    Desejo um final de semana de luz e paz!
    “Será que você vai saber o quanto penso em você com o meu coração?” (Renato Russo)
    Cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Olá! Já tinha ficado curiosa em conhecer a escrita da autora pela primeira resenha, esse é o tipo de livro que tenho certeza que irei gostar, adoro suspenses, e este possui mais um mistério a ser resolvido.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Carol!
    Eu amei os dois livros da série, mas achei esse segundo ainda melhor.
    Não vejo a hora de ler as próximas aventuras da Detetive Erika Foster!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.