Sinopse - Quando Regina entregou sua fantasia de odalisca a Laura para reformar, estava à beira da morte. O vício das drogas e a prostituição lhe cobraram um preço muito alto. Destruíram sua carreira e seu casamento. Aniquilaram seus relacionamentos. Regina precisava de ajuda. Na verdade, precisava de um milagre. Como poderia rebobinar e colorir uma vida quando vivia grande parte dela em meio a um cenário tão sombrio? Um cenário em branco e preto, banhado pela intensa cor vermelha de sangue. Muito sangue. Regina precisava de amigos. Personagem de O velho vestido de noiva, Regina é agora protagonista neste enredo forte e verdadeiro. A autora Ana Ferrarezzi nos apresenta uma narrativa sensível e nos faz refletir que, por mais difícil que a vida possa parecer, sempre há um modo de reformá-la.
"Fantasia Despedaçada" é narrado em terceira pessoa e tem como protagonista a Regina, ex-esposa de Fábio (um dos protagonistas do primeiro livro). No primeiro livro sabemos que Regina é uma viciada em drogas que coloca Fábio em uma situação delicada, mas sua história ainda não havia sido contada. Agora, chegou a vez dela e os leitores irão acompanhar sua triste trajetória.

Mesmo vivendo com medo constante, Regina era uma garotinha cheia de luz e carismática. Seu pai trabalhava como porteiro no prédio em que moravam e foi lá que aos 13 anos, Regina conheceu Augusto, um jovem de 15 anos. Foi com ele que ela teve seu primeiro beijo durante o carnaval, fantasiada de odalisca. 

Foi agarrada nessa memória que Regina, nos dias atuais, pede para Laura, Mimi e Letícia restaurarem sua antiga fantasia... Letícia é irmã de Fábia e dona do Atêlie. Sua mãe Laura e tia Mimi trabalham lá e as três sempre tentaram dar apoio a Regina, mesmo quando a situação com o vício das drogas chegou a um ponto extremo.

Regina está em recuperação no presente, mas para conseguir o perdão de Fábio e Amélia, ela conta sua história para Amélia e é a partir dessas memórias que o leitor compreende a vida difícil que Regina levou.

Regina cresceu em um lar onde seu pai Raimundo, era um homem abusivo. Ela, sua mãe Vera e sua irmã Maria viviam rodeadas pelo terror, pela incerteza de quando seriam golpeadas pelos grandes punhos de Raimundo. Vivendo de forma simples e humilde, essas três mulheres sobreviviam. O medo era constante e mesmo quando resolveram tomar uma atitude, foram encaminhadas para um abrigo estadual. A situação do abrigo era tão precárias e perigosa, que Dona Vera decidiu voltar para o marido, onde o perigo pelo menos era conhecido.

A situação em casa era difícil, mas pelo menos ela tinha Augusto. Até que um dia ela é vítima de outro tipo de violência e seu interior se despedaça. A partir daí Regina não enxerga esperanças para um futuro e começa a se envolver com drogas e a vender o próprio corpo para consegui-las, na tentativa vã de esquecer...

"Fantasia Despedaçada" é uma obra com um enredo sensível e delicado. A autora Ana Ferrarezzi escreveu a história de Regina de forma que o leitor reconheça o problema da violência contra a mulher em nossa sociedade. Regina é uma mulher em meio de milhares, que sofreu inúmeros tormentos até chegar o momento de sua ruptura. Sua história é triste, mas também é uma centelha de esperança. Em meio a tantas recaídas e percalços, enxergamos uma mulher que está pronta para viver plenamente pela primeira vez na vida.
Assim como o livro "O velho vestido de noiva", esse novo livro traz inúmeros sentimentos para o leitor. É possível enxergar os personagens como indivíduos vivos, conhecidos e reconhecê-los nos rostos de amigos, familiares e conhecidos.

Em relação à revisão, diagramação e layout foi realizado um ótimo trabalho. Foi encontrado um único errinho na página 229, mas nada que interfira na compreensão do texto.  


Resenha do livro O velho vestido de noiva - Livro 01

Para comprar o livro pela Amazon, acesse: http://amzn.to/2upoEyS 


6 Comentários

  1. Gostei bastante da resenha, e estou louca para ler essa estória, já li O velho vestido de noiva e por isso estou interessada em ler o que aconteceu com Regina!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  2. CArolina!
    Nossa! Achei o livro bem pesado, mas é um assunto que devemos mesmo discutir, afinal as mulheres tem sofrido muito com esse tipo de violência e muitas não aguentam mesmo e acabam entrando no mundo das drogas e da prostituição...
    Desejo uma ótima semana!
    “Demore na dúvida...E descubra a sabedoria que insiste em se esconder na ausência de palavras.” (Padre Fábio de Melo)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá !
    Ainda não conhecia os livros e nem a autora mas ja posso dizer que sua escrita é pesada e intensa!

    Não costumo ler esse tipo de livro mas eu vou dar uma chance a escrita da autora.

    Bjo

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Não tinha conhecimento desse livro, a trama realmente é muito boa e super interessante. É a história da personagem é muito triste mas também de fortalecimento, não é fácil larga o vicio das drogas e quando entram acaba destruindo a si mesma e também as pessoas ao seu redor, uma história muito envolvente e também não sabia que era em forma de sequência.

    ResponderExcluir
  5. Olá! Não conhecia os livros, mas eles abordam temas bastante intensos, mas de uma maneira sensível e isso é bem positivo, infelizmente eles acabam retratando o que ocorre no dia-a-dia de algumas famílias, e é preciso refletir sobre isso, como as pessoas fazem para recomeçar e dar a volta por cima, apesar dos obstáculos que podem aparecer nos seus caminhos.

    ResponderExcluir
  6. ola, nao conhecia nem a autora nem o livro achei um pouco pesada mais ate que e bem bacana a capa nao gostei muito haha mias apesar de ser um pouco pesado parece se ate que legal quem sabe um dia eu leia muito bgda pela dica
    beijos

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.