Sinopse - Emocione-se e se surpreenda com a tão aguardada sequência da série best-seller Irmandade da Adaga Negra, da autora best-seller do The New York Times, J. R. Ward! Xcor, líder do Bando de Bastardos e acusado de traição contra o Rei Cego, enfrentará um interrogatório brutal e um destino tortuoso nas mãos da Irmandade da Adaga Negra. Todavia, depois de uma vida marcada pela crueldade e por decisões infelizes, ele aceita seu destino de soldado, sendo que seu único lamento é a perda da fêmea sagrada que nunca foi sua: a Escolhida Layla. Somente Layla conhece a verdade capaz de salvar a vida de Xcor. Mas revelar seu sacrifício e sua herança secreta exporá a ambos e destruirá tudo o que Layla mais ama – até mesmo o papel de genitora de seus filhos preciosos. Dividida entre o amor e a lealdade, ela precisará criar coragem para enfrentar sua única família, a fim de defender o macho que amará para sempre. Além disso, mesmo se Xcor recebesse o perdão de alguma maneira, ele e Layla teriam de enfrentar um desafio ainda maior: criar uma ponte sobre a fenda que afasta seus mundos sem sedimentar o caminho para uma guerra de proporções ainda mais devastadoras, incorrendo em desolação e morte. Além disso, quando um velho e perigoso inimigo retorna a Caldwell, e a identidade de uma nova divindade é revelada, nada é certo ou garantido no mundo da Irmandade da Adaga Negra, nem mesmo o amor verdadeiro
CONTÊM SPOILERS DOS LIVROS ANTERIORES 
"A Escolha" conta principalmente a história de Xcor e Layla. Para quem acompanha a série, Xcor é o líder do bando dos bastardos, um grupo europeu que veio para Caldwell para derrubar o rei e assumir seu trono. Xcor aprendeu desde cedo a ser implacável, mas desde que conheceu Layla tudo parece diferente.
Layla é a escolhida que é mãe dos filhos de Qhuinn, os gêmeos Lyric e Rhamp. O primeiro encontro dela com Xcor, ela havia sido enganada, mas com o decorrer do tempo, a Escolhida percebeu que Xcor era seu companheiro.
Agora Layla está criando seus filhos na mansão da Irmandade, filhos que ela ama intensamente. Porém, Layla anda deprimida, pois sente-se dividida. Seu companheiro foi aprisionado pelos irmãos e se ela tentar intervir, que consequências terá para ela e seus bebês?
"...Quer que eu morra? Pois bem, eu já morri, pois cada noite que ela vive com você e seus filhos, sou assassinado por não estar na presença dela. Portanto, seu objetivo foi conquistado." (p. 100)
A trama principal do livro irá girar em torno exatamente desse relacionamento complicado entre Xcor e Layla e a reação dos irmãos diante disso. 
Xcor não é um santo e houve inúmeros momentos no decorrer da série que a expectativa era que houvesse uma batalha final entre o bando dos bastardos e a Irmandade. Porém, o interessante é que a autora apresentou o passado de Xcor em "A Escolha" e sinceramente, é de quebrar o coração. Desde o momento do seu nascimento Xcor foi tratado como mercadoria danificada e sofreu inúmeros abusos físicos e mentais, e passou toda a sua vida sem um único elogio ou apoio emocional. 
Layla é uma personagem que amadurece bastante nesse livro e demonstra uma classe graciosa. É uma mãe incrível, amorosa e também uma guerreira que enfrenta de peito aberto aqueles que se colocam em seu caminho.
Dois irmãos decepcionaram um pouco nesse livro: Qhuinn e Tohr. É compreensível que Qhuinn fique abalado diante de algumas revelações, ainda mais porque envolvem seus filhos, mas suas ações são, por falta de palavra melhor, babaca demais. E Tohr agiu de forma irracional (como já fez antes), mas dessa vez não levou em consideração nem por um momento o seu relacionamento com Autumn.
J. R. Ward não trabalha apenas com um único foco na história e finalmente, teremos algumas respostas sobre o verdadeiro papel do anjo Lassiter no livro. Lassiter, que acabou aparecendo na história de forma abrupta, também terá o seu destaque e um papel definitivo na Irmandade. Outro núcleo que ganha atenção no enredo são os Sombras e a inserção de uma nova personagem, a Therese. Há também uma reviravolta envolvendo um ex-membro do bando dos bastardos, uma reviravolta que pode trazer um novo tipo de caos para Caldwell. E por último, mas não menos importante, temos o acompanhamento de um dos casais da Irmandade. É interessante observar que foi trabalhado o cotidiano desse relacionamento e que mesmo sendo um casal já firmado há algum tempo, existem dúvidas, incertezas e dificuldades envolvendo o casal, o que apenas reforça que um relacionamento precisa de trabalho, empenho e dedicação de ambas as partes.
"Há casos, porém, em que, para o destino trabalhar, ele garantia a sua entrada às cegas em determinadas contingências. De outro modo, você viraria o volante e pisaria no pedal do freio... evitando seu destino como a uma peste." (p. 178)
Os fãs da série vão se deliciar com esse livro, pois não apenas acompanhamos os Irmãos já conhecidos, como também presenciamos a nova geração. Lyric e Rhampage são fofos e vão arrancar suspiros e gargalhadas dos leitores. Afinal, eles ganharam um espaço no coração de um dos irmãos mais insensíveis da história, confirmando que é impossível resistir.
É verdade que a série IAN tem seus altos e baixos e que existem livros favoritos e outros não tão favoritos assim, mas isso depende muito dos protagonistas e do seu carisma. E vamos ser sinceros: Qhuinn não é o irmão mais carismático em um dia bom, então quando ele está sendo um idiota propositalmente, fica ainda mais difícil suportá-lo. E ele ocupa um bom espaço nesse livro. Mesmo assim, a história como um todo compensa a atitude desse personagem, pois lida com o passado de alguns outros personagens e também com o novo rumo que a Irmandade e seus inimigos devem seguir.O livro contêm todos os elementos da série: luta, ação, romance, cenas hots, desentendimentos e revelações. 
Em relação à revisão, diagramação e layout a Universo dos Livros realizou um ótimo trabalho. Foram encontrados apenas três errinhos de digitação, mas nada que interfira na compreensão do texto.
"Às vezes, a gentileza e o amor podiam ser tão difíceis de testemunhar quanto a violência. Às vezes, quando se está do lado de fora, ver duas pessoas tão em sintonia era uma cena saída de um filme de terror, o tipo de coisa da qual você quer se manter afastado, quer esquecer, banir da memória..." (p. 30)
Para comprar o livro pela Amazon, acesse: http://amzn.to/2xJWSPt


Confiram as resenhas dos livros anteriores:
Amante Sombrio - Livro 01
Amante Eterno - Livro 02
Amante Desperto - Livro 03
Amante Revelado - Livro 04
Amante Liberto - Livro 05
Amante Consagrado - Livro 06
Amante Vingado - Livro 07
Amante Meu - Livro 08
Amante Libertada - Livro 09
Amante Renascido - Livro 10
Amante Finalmente - Livro 11
O Rei - Livro 12
Os Sombras - Livro 13
A Besta - Livro 14


Hoje, a Universo dos livros promove o IAN Day, onde diversos eventos estarão acontecendo pelo país. Segue a programação:

IAN DAY

4 Comentários

  1. Olha pra ler essa série tem que ter coragem, são muitos livros. Estou brincando, sei o quanto essa série é querida. Conheço duas meninas que são super fãs e estão sempre comentando, mas apesar disso não tenho interesse em ler. Acho que não faz muito meu estilo. Sem contar que eu adoro livros únicos, são os meus preferidos. Eu leio trilogia sim, mas pra isso precisa me conquistar muito. Como a série tem muitos livros eu imagino que aconteça isso que você disse, que a série IAN tem seus altos e baixos e que alguns livros acabam sendo melhores do que outros, mas acho que isso é normal. Afinal são muitos livros. Mas pela sua nota 4 e pelos elogios, imagino que esse vai ser um dos favoritos dos leitores.

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Eu particularmente não tinha ouvido fala dessa série, porém ao ler a resenha me mostrou ter uma premissa muito boa, a história é algo super interessante, o personagem tem uma personalidade totalmente diferente da garota, apesar de ter um passado muito ruim. Gostei muito do livro e espero ter a oportunidade de ler!

    ResponderExcluir
  3. COMO EU AMO ESSA SÉRIE ♥
    Não li a resenha, pois não quero receber spoiler!
    Mas só posso dizer que estou louca pra ler esse livro, beijos.

    ResponderExcluir
  4. Carol!
    A série é fabulosa e a cada novo livro fico mais extasiada e com vontade de refazer a leitura, porque li há muitos anos atrás.
    Maravilha sua análise.
    Um final de semana de muita inspiração e paz no coração!
    “Eis um teste para saber se você terminou sua missão na Terra: se você está vivo, não terminou.” (Richard Bach)
    Cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.