Sinopse - Antes de se tornar a Mulher-Maravilha, ela era apenas Diana. Filha da deusa Hipólita, Diana deseja apenas se provar entre suas irmãs guerreiras. Mas quando a oportunidade finalmente chega, ela joga fora sua chance de glória ao quebrar uma lei das amazonas e salvar Alia Keralis, uma simples mortal. No entanto, Alia está longe de ser uma garota comum. Ela é uma semente da guerra, descendente da infame Helena de Troia, destinada a trazer uma era de derramamento de sangue e miséria. Agora cabe a Diana salvar todos e dar seu primeiro passo como a maior heroína que o mundo já conheceu.
O livro é narrado em terceira pessoa e conta a história de Diana, filha de Hipólita e sua primeira aventura no mundo humano.Inicialmente a história se passa em Temiscira, a ilha habitada pelas Amazonas e governada por Hipólita. Diana é uma jovem que por filha da líder e concebida de forma diferente das demais, sente-se um pouco excluída e tenta sempre se provar digna. É por conta disso que ela se inscreve para participar dos Jogos Nemeus sob o olhar atento e desaprovador de Tecmessa, a conselheira de Hipólita.
"Suas irmãs eram guerreiras experientes, forjadas a ferro pelo sofrimento e talhadas à perfeição ao passar da vida à imortalidade. Todas haviam conquistado seu lugar em Temiscira. Exceto Diana, nascida do solo da ilha e do desejo de Hipólita por uma filha, moldada no barro pelas mãos de sua mãe."
A impressão que temos é que são poucas as Amazonas que realmente aceitam Diana. Vemos como algumas delas a provocam, a apelidam e fazem pouco de suas habilidades e como Diana, sabendo que representa a sua mãe, geralmente ouve calada os desaforos.

Durante a corrida que dá início aos jogos Diana ouve gritos no mar e mesmo sabendo que é contra a lei levar humanos para a ilha, resolve ajudar a voz em perigo. Acontece que a voz é de Alia, uma jovem de 17 anos e que não faz ideia de que é uma semente da guerra. No momento em que ela pisa na ilha, desencadeia algo terrível e coloca as Amazonas em risco.

Diana consulta o Oráculo, que revela a ela o que é uma semente de guerra e que Alia deve ser destruída imediatamente. Porém, Diana não acredita em exterminar uma vida apenas por ser quem é, então resolve ir pelo caminho mais longo e reverter a situação de Alia, começando uma jornada que levará as duas para um mundo completamente novo.

Apesar de serem duas desconhecidas, Alia e Diana vão precisar se unir para enfrentar os inimigos que vão surgir. Existe um grupo que acredita que a Semente de Guerra deve ser ativada para reiniciar o mundo existente, mesmo que isso custe milhares de vida.
"Irmã na batalha, sou seu escudo e sua lâmina. Enquanto respiro, seus inimigos não têm refúgio. Enquanto vivo, sua causa é a minha causa."

Para completar a missão, Diana e Alia vão contar com a ajuda de Jason, o irmão mais velho de Alia, Theo Santos, filho do padrinho dos Keralis e Nim, a amiga fashion de Alia. Juntos, esse grupo vai passar por situações de risco e terão que encontrar em seu interior a força necessária para salvar o mundo.

A autora Leigh Bardugo tem uma escrita excepcional, que prende a atenção do leitor do início ao fim do livro. A forma como ela desenvolve o enredo e nos mostra o lado mais vulnerável de Diana, faz com que o leitor observe atentamente o momento em que Diana torna-se a Mulher Maravilha. 
"Não podemos evitar a forma como nascemos ou o que somos. Mas podemos escolher o rumo de nossas vidas."
Apesar de ser uma história conhecida, ler um livro novo da Mulher-Maravilha escrito de forma tão detalhada e coesa faz com que o leitor se sinta mais enredado no universo dessa guerreira. 

O enredo percorre inúmeros cenários como Temiscira, a agitada Nova York e a histórica Grécia, além de discutir mitologia e trazer certa magia em seu desenvolvimento.

"Mulher-Maravilha: Sementes de Guerra" é o primeiro livro da série Lendas da DC. Cada livro será escrito por um autor diferente e trará a história de personagem famoso. Na lista de publicações temos: Batman, escrito pela autora Marie Lu; Mulher-Gato, escrito pela autora Sarah J. Maas e Superman, escrito pelo autor Matt de La Pena.

A Editora Arqueiro se superou nessa publicação. A capa é simplesmente perfeita, a revisão, diagramação e layout do livro estão impecáveis e não tem como não se apaixonar pelo produto final.
"Somente pertencia a Temiscira as amazonas que haviam conquistado o direito a uma vida ali. Morriam em batalha cobertas de glória, provando a força de seu coração. Se nos últimos instantes de vida clamassem por uma deusa, poderiam receber uma oferta de uma nova vida, uma vida de paz e honra entre irmãs. Atena, Chandraghanta, Pele, Banba... Deusas do mundo inteiro, guerreiras de todas as nações. Cada amazona conquistara seu lugar na ilha. Todas menos Diana, é claro."



Para comprar o livro pela Amazon, acesse: http://amzn.to/2yg7F76 

3 Comentários

  1. Ola!
    Não sou muito chegada a mulher maravilha. Gostei bastante do livro, a temática r muito boa, mostra-se a sua história de como se torna uma heroína, já vi trailer do filme porém não tenho muito interesse em assistir mas quem sabe algum dia.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Carol.
    Essa é a minha leitura do momento e escolhi esse livro muito mais por ser super fã da Leigh Bardugo do que da Mulher-Maravilha!! Rs... Mas estou gostando bastante!!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  3. Carol!
    Além de ser muito fã dos super heróis, A Mulher Maravilha é minha heroína há mais de 20 anos e não posso me furtar de fazer a leitura desse livro que traz a origem de como surgiu e por qual percalços teve de passar para chegar a ser quem é...
    E ainda tem toda a mitologia envolvida por trás do nascimento e crescimento dela, preciso ler.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.