Sinopse - Com uma adaga na mão e a vingança na mente, a bela Elise Chase percorre as ruas de Boston em busca de vingança contra os Renegados que lhe arrebataram tudo o que amava. Fazendo uso de um extraordinário dom psíquico, ela localiza as presas, consciente de que o poder que possui pode destruí-la. Tem de aprender a dominar o seu dom, e para isso pode apenas pedir ajuda a um homem: Tegan, o mais letal dos guerreiros da Raça. Tegan, que não é alheio à perda, conhece a dor de Elise. Sabe o que é a fúria, mas quando mata os inimigos só há gelo nas suas veias. É perfeito no seu autodomínio até que Elise lhe pede ajuda para a sua guerra pessoal. Forja-se entre eles uma aliança - um vínculo que os unirá pelo sangue - e os mergulhará numa tempestade de perigo, de desejo e das mais sombrias paixões do coração.


Dos livros publicados da série da escritora Lara Adrian, "O Despertar da Meia-noite" é o melhor até o momento. 
Elise é uma protagonista forte e determinada. No livro anterior sofreu uma perda devastadora: seu filho Camden faleceu por causa da droga Carmesin. Com isso, Elise viu-se sufocada no refúgio da Raça. 
"Era o próprio inferno na Terra, e Elise vivia aquilo casa vez que despertava". (p. 53)
Viúva há cinco anos e sem utilizar sangue nesse período, encontra-se um pouco vulnerável, já que o seu dom psíquico é muito desgastante. Mesmo assim ela recusa-se a ficar sentada sem fazer nada e começa a sair em busca de justiça, caçando os responsáveis pela morte de seu filho. A dor da perda faz com que ela continue a lutar, sem se render diante das dificuldades. Sem dúvida é uma personagem que inspira os leitores.
"Nunca poderia voltar a ser o que era antes. No fundo do coração, sabia que não havia mais volta. A pessoa que havia sido enquanto vivera sob a proteção da Raça já não existia mais; havia morrido, como seu amado parceiro e seu filho. A dor dessas perdas havia sido uma fornalha que devorou sua antiga vida, reduzindo-a a cinzas. Ela era o que havia restado - a fênix que se reerguia das cinzas". (p. 21)
Tegan é o membro da Ordem mais volátil. Sua companheira Sorcha foi capturada, torturada e teve a mente destruída antes de enviarem-na de volta para ele. Tal acontecimento e os fatos que se sucederam deixaram uma grande marca no guerreiro, que tenta passar a imagem mais fria e desconsiderada possível para todos, inclusive para os seus irmãos de armas.
"- Lição número um - murmurou ele friamente. - Não conte comigo para nada. Sempre a decepcionarei". (p. 86)
O relacionamento dos dois não está relacionado com paixão ou luxúria imediata. Ambos sabem bem o que é perder aqueles que amam e mergulhar na busca insana por vingança. Tegan passou por isso há muito tempo e tenta orientar Elise, mesmo que de modo rude. A conexão deles se dá pela praticidade. É claro que existe uma atração física (já que todos são descritos como seres belíssimos).
"E, de pé diante dele, perto o suficiente para sentir seu hálito lhe cruzar quente a pele, aqueles incríveis glifos haviam começado a pulsar em tons de vinho, índigo e ouro - as cores do despertar do desejo". (p.119)
Um dos pontos positivos do livro é exatamente esse: a construção do relacionamento, não baseado na necessidade física (apesar dela existir), mas sim na necessidade emocional.
Em paralelo a história do casal, vamos acompanhar também o estado psicológico do Rio, que no momento encontra-se descontrolado, mas que conta com o apoio de todos e com a ajuda de Tess.
Temos também uma maior aparição de Starling Chase, cunhado de Elise. Desde sua primeira aparição fica claro o interesse dele na viúva do irmão.
Na luta contra os Renegados, a Ordem começará a entender o plano de Marek, quando Elise e Tegan viajarem para Berlim, após encontrarem um antigo diário.
Em Berlim, eles irão se encontrar com Andreas Reichen, responsável por fiscalizar o maior Refúgio Secreto de Berlim. Os protagonistas também irão conhecer em primeira mão como funcionam as clínicas de reabilitação da Raça e o surgimento de um novo, mas muito importante inimigo.
A trama é fantástica. A autora soube dosar os momentos do casal com a trama geral, sem esquecer de mostrar aos leitores o que está acontecendo com os demais membros da Ordem, aplacando assim a curiosidade e preparando o leitor para o que vai acontecer nos próximos livros.
O livro traz ação, mistério, romance e muitas cenas hots. A trama foi muito bem construída, delineada de modo claro e com reviravoltas em momentos importantes.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um bom trabalho. A capa continua seguindo o esquema das capas anteriores da série.


Para comprar o livro pela Amazon, acesse: http://amzn.to/2xIqgFu 

Confiram as resenhas dos livros anteriores:
O beijo da meia-noite - Livro 01
O Beijo Escarlate - Livro 02

4 Comentários

  1. Essa foi a capa que mais gostei até agora haha
    Gostei bastante de como a serie parece ter evoluído, e como a autora tem conseguido desenvolver os personagens.
    Gostei deste, e acho que darei uma chance a serie.

    beijos

    ResponderExcluir
  2. Eu não conhecia esta série Midnight Breed, mas fiquei bem curiosa para conferir a história após ler sua resenha sobre este livro, que bom que a autora construiu bem o relacionamento entre os personagens, quem sabe futuramente eu leia está série.

    ResponderExcluir
  3. Carolina!
    Bom ver que esse é o melhor livro da série até o momento e que os relacionamentos não são baseados exclusivamento nas relações sexuais, tem muita trama e aventura.
    Fiqeui com a maior vontade de ler.
    cheirinhos
    Rudy
    PS: Vi que algumas postagens ue comentei em setembro não apareceram meu comentário, por que sera?

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Gostei desse livro da serie, nele vemos que não haver lutar grande mas sim uma lutar que é emocional, a forma da personagem ficar com a morte do filho é realmente triste e vemos como ela evolui nisso. Amei a resenha e estou super desejando ler essa série.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.