Resenha As Crônicas de Marte - George R. R. Martin & Gardner Dozois

Sinopse - Uma princesa de Marte e As crônicas marcianas, dos mestres Edgar Rice Burroughs e Ray Bradbury, foram clássicos que influenciaram a imaginação de milhões de leitores e mostraram que aventuras espaciais não precisavam se passar numa galáxia distante, a anos-luz da Terra, para serem emocionantes. Elas poderiam ser travadas logo ali, no planeta vizinho.Antes mesmo do programa Mariner e da corrida espacial, a imaginação povoava nosso sistema solar com seres estranhos e civilizações ancestrais, nem sempre dispostos a fazer contato amigável com a Terra. E nesse período, de todos os planetas que orbitavam o nosso Sol, nenhum tinha uma aura de maior romantismo, mistério e aventura do que Marte. Com contos escolhidos e editados por George R. R. Martin e Gardner Dozois, As crônicas de Marte retoma esse sentimento ao celebrar a Era de Ouro da ficção científica, um período recheado de histórias sobre colonizações interplanetárias e conflitos antigos. Para essa missão, autores consagrados como Michael Moorcock, Mike Resnick, Joe R. Lansdale, S. M. Stirling, Mary Rosenblum, Ian McDonald, Liz Williams e James S. A. Corey foram convidados a regressar ao misterioso planeta vermelho, aqui representado como um destino exótico, com canais ancestrais, desertos, cidades em ruínas, civilizações impressionantes... e, é lógico, perigos inimagináveis. Enfim, o bom e velho Marte está de volta.
"As crônicas de Marte" é um livro composto de Introdução + 15 contos fantásticos e completamente diferentes sobre o querido planeta vermelho.
A introdução foi escrita por George Martin, que relata sua infância em uma cidade de trabalhadores. Vivendo de salário a salário, não havia muitas oportunidades para férias e viagens, então o autor relata que "viajava" através dos livros, principalmente para o planeta vermelho, onde sua imaginação criava situações, personagens e aventuras incríveis.
Antes de iniciar cada conto, existe uma página falando da biografia do autor que o escreveu. Os contos:

1. Sangue Marciano, de Allen M. Steele - A história é narrada em primeira pessoa e tem como protagonista Jim Ramsey, um guia turístico contratado por um cientista para localizar alguns aborígenes em suas colônias para conseguir uma amostra de sangue, com o objetivo de provar sua teoria. Jim é filho da primeira geração de colonizadores e tem um grande respeito pelos habitantes locais e seus costumes, além do conhecimento adquirido por conta de sua experiência. Os dois mergulham no deserto vermelho, mas as revelações podem mudar o rumo tanto de Marte quanto da Terra.
Esse se tornou um dos meus contos favoritos, pois Jim é um protagonista astuto e cativante. A história também tem várias lições e questionamentos sobre o comportamento social e a exploração de uma cultura sobre a outra.

2. O Patinho feio, de Matthew Hughes - Narrado em terceira pessoa, a história gira em torno de Fred Mather, um arqueólogo disfarçado de mineiro em uma caravana que está explorando a cidade dos ossos, com o intuito de lucrar com o local. Fred está procurando indícios que possam manter a cidade preservada, mas não faz ideia de que encontrará algo muito mais precioso...
Esse conto tem um ar mais sombrio, mescla a imaginação fértil do leitor com elementos do planeta vermelho. O silêncio, o isolamento e a escuridão dão asas a uma história assombrosa.

3. O acidente do Mars Adventure, de David D. Levine - narrado em terceira pessoa, a história gira ao redor do pirata William Kidd, um pirata condenado à morte, preso em Newgate em Londres. A Vossa Majestade dá uma oportunidade a ele: ir a uma aventura ao desconhecido em Marte com o fisiólogo John Sexton ou a forca. Bom, digamos que Kidd vai embarcar de uma forma bem diferente no planeta vermelho.
A criatividade de David D. Levine tornou esse conto um dos meus favoritos. Piratas em Marte? Totalmente genial!

4. Espadas de Zar-Tu-Kan, de S.M. Stiriling - Narrado em terceira pessoa, a história se passa em 1998 quando Sally Yamashita recepciona Tom Backworth em Zar-Tu-Kan, a principal cidade em Marte para exploradores e cientistas. Logo após a sua chegada, Tom é sequestrado e cabe à Sally resgatá-lo de um destino cruel.
Aqui temos uma história de aventura e perseguição com uma protagonista implacável e decidida. Com muita ação, facções e grupos com ideias próprias, Sally torna-se uma detetive para resgatar Tom.

5. Bancos de Areia, de Mary Rosenblum - Narrado em terceira pessoa, conta a história de uma criança que sofreu um acidente em uma cidade mineira e nunca mais foi o mesmo. Mas Maartin é especial e consegue enxergar além do que os olhos normais conseguem ver. Lutando para manter a cidade segura, os habitantes vão descobrir que o local tem uma história extraordinária.
Esse conto tem um protagonista especial, que tem uma mente aberta e uma história emocionante. A forma como ele enxerga o valor da terra, das pessoas e respeita o passado é bonito de se observar.

6. Na tumba dos reis marcianos de Mike Resnick - A história é narrada em terceira pessoa e gira em torno do Escorpião um mercenário com um "bicho de estimação" especial, o Merlin. Ele é contratado por um marciano, o Quedipai, para acompanhá-lo na exploração de algumas tumbas. Quedipai é um estudioso que acredita que consegui localizar um dos maiores tesouros marcianos.
Outro conto repleto de aventuras. Gostei muito do protagonista que possui uma personalidade sarcástica e uma habilidade de sobrevivência espetacular.

7. Saindo de Scarlight de Liz Williams - Narrado em primeira pessoa, temos Zuneida Peace, uma mulher disfarçada de homem e conhecida como Thane que viveu em um palácio de escravos e tem como missão capturar Hafyre, a princesa dos Ynar. Em meio ao deserto marciano, ela irá enfrentar concorrentes, sacerdotisas e feiticeiros.
Com um ar mais de "mil e uma noites", o conto encanta com suas descrições e personagens femininas fortes.

8. Os manuscritos do fundo do mar morto de Howard Waldrop - O conto é narrado em primeira pessoa e narra a jornada de Oud, uma figura marciana importante em forma de diário.
Não foi um dos meus contos favoritos. Achei a narrativa um pouco arrastada e o protagonista não foi exatamente cativante.

9. Um homem sem honra de James S. A Corey - a história falado capitão Alexander Lawton, um homem sem honra que ao conhecer a Madame Carina Meer e dar a sua palavra de que a manteria em segurança. Após isso, ele precisará enfrentar vários inimigos para cumprir sua promessa.
Outro conto sobre piratas, mas sob uma perspectiva diferente. Apesar do tema náutico, o foco foi sobre a honra do protagonista.

10. Escrito no pó de Melinda M. Snodgrass - Narrado em terceira pessoa, temos a jovem Tilda, filha de Noel-Pa e Papai Kane. Ela começa a ter visões de Miyako McKenzie a segunda esposa de seu avô. Ao voltarem para a cidade natal e morar na fazendo do avô, um homem ríspido, controlador e antiquado que tentará moldar todos as suas vontades.
Esse conto poderia se passar em qualquer lugar no Universo, pois se trata da dinâmica familiar e do controle e impacto que alguém pode ter nas pessoas ao seu redor.

11. O canal perdido de Michael Moorcock - Narrado em terceira pessoa, conta a história de Mac Stone, um fora da lei que está sendo perseguido implacavelmente (sem entender direito o motivo). Durante a sua epopeia, ele descobre que o planeta está em risco e precisa tomar uma decisão: arriscar-se e tentar salvar o mundo ou continuar a sua fuga?
Esse é um dos contos mais longos do livro, mas infelizmente foi um dos que menos me agradou. Com uma narrativa arrastada e a inserção de personagens desnecessários, O canal perdido deixou a desejar.

12. A pedra do sol de Phyllis Eisenstein - Narrado em terceira pessoa a história se passa inicialmente no espaçoporto de Meridiani. David Miller retorna à Marte após passar anos na Terra estudando.  Seu objetivo é juntar-se ao pai em suas expedições científicas, mas acaba descobrindo que o pai faleceu. Com a ajuda de Rekari, o sócio marciano do pai, David vai procurar o local onde o pai foi enterrado e descobrirá um pouco mais sobre a história de sua própria família.
Esse é outro dos meus contos favoritos. David é um ótimo protagonista e a jornada dele não é apenas aventura e sim uma reflexão sobre a família e os erros que cometemos e arrependimentos que temos.

13. Rainha do romance barato de Joe R. Lansdale - É narrado em primeira pessoa e conta a história de Angela King. Ela e seu pai, um médico, estavam viajando para locais distantes para distribuir vacinas durante uma terrível epidemia quando sofrem um terrível acidente aéreo que a deixa como única sobrevivente. Determinada a cumprir os desejos do pai, seu objetivo é chegar ao Outro Lado, mas ela precisará enfrentar criaturas horríveis para sobreviver.
Outro conto muito interessante que mescla aventura com questões familiares. Angela é inteligente e aprenderá rapidamente que é mais habilidosa do que acredita.

14. Marinheiro de Chris Roberson - Narrado em terceira pessoa, conta a história de Jason Carmody, um terráqueo que foi transportado magicamente ainda na adolescência para Marte. Após chegar ao planeta desconhecido, acaba se vendo no meio de problemas políticos e torna-se um pirata. Durante uma de suas viagens no navio Argo, acaba atacando um galeão e descobrindo uma carga valiosa. A questão é o que ele fará com essa carga.
Marinheiro é um conto surpreendente, que fala sobre caráter e boas ações em meio de situações muito ruins. Os personagens são envolventes e carismáticos e o final é inesquecível.

15. A ária da rainha da noite de Ian McDonald - A história é narrada em primeira pessoa pelo Faisal, acompanhante do maestro Conde Jack Fitzgerald, um conde dramático e falido. O agente do conde, Ferid Bay consegue uma excursão de cinco noites, com festas para o exército em zona de Guerra. Sem muitas opções, o Conde e Faisal aceitam realizar a excursão, mas o destino tem outros planos. 

Um livro espetacular, com diversos contos que irão mexer com a imaginação do leitor. A Editora Arqueiro caprichou na diagramação, revisão e layout do livro e a capa combina perfeitamente com o tema ao mesmo tempo em que chama a atenção por sua textura e imagem.

Para comprar o livro pela Amazon, acesse: http://amzn.to/2ByLFou

14 comentários

  1. Carolina!
    Amo o planeta vermelho, talvez por ser ariana e ele ser o regente do meu signo...kkkkk
    Falando sobre o livro, gosto de contos e de ficção me atraem ainda mais, principalmente que são fruto dos devaneios infantis do autor, deveria ser uma tremenda fuga e nos trouxes ótimos contos.
    Bom final de semana!
    “Acredite na justiça, mas não a que emana dos demais e sim na tua própria.” (Código Samurai)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA FEVEREIRO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rudy, tudo bem? Acho que o planeta vermelho inspira a imaginação de milhares de pessoas, não é?
      Bjkas

      Excluir
  2. Olá!
    Eu quero ler esse livro, a capa e muito maravilhosa. Eu não sabia que era contos mas gostei muito de todos, tem uma premissa muito boa.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lily, tudo bem? O livro é muito bom e dá a oportunidade ao leitor de conhecer a escrita de vários autores.
      Bjkas

      Excluir
  3. Oi Carol!
    Mesmo não sendo fã de contos, não dá pra negar que todos parecem serem bem escritos, como pouco sei sobre o planeta vermelho, sem dúvidas viajaria por ele com o livro, e me traria além de uma ficção, um pouco mais de conhecimento!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vitória, tudo bem? Sim, todos são muito bem escritos. É claro que sempre acabamos tendo aqueles que gostamos mais e outros que não nos despertam tanta emoção, mas sem dúvida, a escolha dos contos foi impecável.
      Bjkas

      Excluir

  4. Realmente contos e planetas são assuntos que para leitura acaba não me chamando a atenção, apesar de sempre gostar de ler coisas diferentes, creio que apesar da tua resenha estar super positiva, para mim foi bacana saber sobre ele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Micheli, tudo bem? Quem sabe nas próximas resenhas não trazemos temas que te agradem mais?
      Bjkas

      Excluir
  5. Olá! Adoro livro de contos, os que mais chamaram minta atenção foram O acidente, Na tumba dos reis marcianos e a Rainha do romance barato, mas fiquei animada para ler todos, parecem estar repletos de muitas aventuras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elizete, tudo bem?
      Acredito que você irá gostar muito dessa leitura ;)
      Bjkas

      Excluir
  6. Oi Carol.
    Não leio muitos contos, mas me interessei pelas premissas de O acidente do Mars Adventure e A pedra do sol.
    Adorei a capa também! É muito bonita.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pamela, tudo bem?
      A capa é realmente bonita.
      Bjkas

      Excluir
  7. Oi, Carol.
    Estou doida para ler esse livro!
    Adoro essa estrutura e tenho certeza que vou amar essas histórias!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila, tudo bem? Esse livro é muito bom mesmo.
      Bjkas

      Excluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.