Sinopse - Primeiro da série best-seller O Homem dos Meus Sonhos, da norte-americana Kristen Ashley, que chega ao Brasil pela coleção erótica Violeta, "O Estranho" conta a história de Gwen Kidd, uma mulher bonita, atraente e determinada, que se entrega a um relacionamento peculiar com um perfeito sedutor que aparece todas as noites em sua cama, envolvendo-a num excitante jogo de sensações, e a deixa sem que ela perceba, antes do amanhecer, sem que ela saiba ao menos o seu nome. Mas quando Gwen precisa ajudar a irmã, que se envolveu com uma gangue da pesada, e as duas passam a correr perigo, o lado protetor de seu amante misterioso vem à tona. Será que aquele louco relacionamento pode se revelar algo bem mais complexo?
Quando li a sinopse desse livro imaginei um erótico com uma pitada sobrenatural, porém não poderia estar mais enganada. "O Estranho" é o primeiro livro da série O homem dos meus sonhos e é uma ficção erótica com uma trama policial mesclada com muito bom humor. Narrado em primeira pessoa pela protagonista, a história é sobre uma mulher com 30 e poucos anos, que mora em uma casa em reforma e é editora de livros. Gwen é bem independente, ama sapatos, tem duas amigas leais (Camille e Tracy), um pai protetor e Meredith, uma madrasta sensacional. O único grande problema da vida de Gwen é sua meia-irmã Ginger. Desde cedo, Ginger meteu-se em inúmeros problemas: drogas, rapazes, brigas e tudo o que se pode imaginar. A situação chegou a um ponto em que os próprios pais tiveram que cortá-la de suas vidas, por conta dos problemas que ela estava causando. Gwen tem um relacionamento tênue com Ginger. Ela não a cortou de sua vida, mas não são amigas. Isso não quer dizer que ela não se preocupe com ela.
"- Ginger é um pé no meu saco. Um pé no meu saco desde o dia em que ela cortou todo o cabelo das minhas Barbies. Ginger tinha três anos. Eu já estava velha demais para brincar de Barbie, mas elas eram minhas. Será que ela não podia deixá-las em paz? Por que teve que cortar o cabelo delas?" (p. 22)
Gwen vai levando sua vida focada no trabalho e nos encontros quentes que tem com um homem que conheceu em uma noite no bar. O estranho desse "relacionamento" é que ela nem sabe o nome do cara. Há mais de um ano ele aparece na sua casa de noite, mas eles não trocam informações ou ao menos conversam. O Estranho abala o seu mundo e vai embora. A situação não é exatamente normal, mas Gwen vai levando-a enquanto pode. Um dia, os problemas de Ginger batem à sua porta e o Estranho acaba se envolvendo para defender Gwen.
"- É. Sei que ela está metida em confusão. Confusão das grossas. E sei que é por isso que você e oito policiais uniformizados estão aqui para uma chamada que não é, tipo, de prioridade, não é uma chamada "atenção, todas as viaturas, atenção, todas as viaturas!!!"." (p.61)
Como é narrado em primeira pessoa, a trama tem muitos devaneios da protagonista e deixe-me dizer: ela é hilária. Perdida na situação, ela entra em contato com um namorado de Ginger e acaba encantando o presidente do MC, Tack. Como se isso não bastasse, quando as coisas ficam bem perigosas, o detetive Lawson também se interessa pela mocinha. Presa no interesse de três homens alfas, Gwen vai se metendo cada vez mais em confusões e também prendendo-se as luxúrias causadas pelo Estranho. 
Gwen é fofa, linda, inteligente e engraçada. É o pacote completo e um deleite para os leitores, pois seu bom humor e seus devaneios arrancam risadas durante a leitura. O Estranho é quente, misterioso e sensual. Mas também é cabeça-dura, arrogante e acha que não precisa explicar nada, acreditando que é só dizer "Baby" e o assunto está encerrado.
Camille e Tracy são boas amigas. Camille é mais pé no chão enquanto Tracy é romântica, mas ambas querem a felicidade da amiga e estão sempre dispostas a ajudar. Meredith é a madrasta dos sonhos. Criou Gwen como uma filha e é a pessoa mais carinhosa e bondosa do livro. 
A história tem também muitos momentos sensuais e cenas hots. Sinceramente, essa Gwen é uma sortuda! Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho.
"- Acho que esse é o tipo de coisa que os psicopatas fazem. Temos que saber identificá-los. Ela só tinha três anos e já brandia tesouras por aí, fazia estragos e me causava aborrecimentos." (p. 22) 






Para comprar o livro pela Amazon, acesse: http://amzn.to/2ENlU6c

9 Comentários

  1. Carolina!
    Gostei de duas coisas: primeiro que eles já tem um relacionamento há algum tempo e também porque não são adolescentes ou jovens adultos, são protagonistas mais maduros.
    Não gostei foi do nome: Gwendolyn. Parece nome de algum ser fantástico. Vai-te!
    Deve ser uma leitura interessante, ainda mais porque envolve família também.
    Bom final de semana!
    “Acredite na justiça, mas não a que emana dos demais e sim na tua própria.” (Código Samurai)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA FEVEREIRO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rudynalva, tudo bem? Eu não diria exatamente que eles tem um relacionamento, pois a mocinha não sabe nem o nome dele rs.
      Bjkas

      Excluir
  2. Olá!
    O livro tem uma premissa muito boa, a história é bem interessante, mostra personagens bem incríveis e me deixou bem curiosa em ler.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lily, tudo bem? É um romance erótico que mescla muita ação, mas também tem seus momentos frustrantes com o comportamento do protagonista.
      Bjkas

      Excluir
  3. Oii Carol
    Menina, como uma mulher se envolve com um cara por um ano (pasma) e não busca saber nadinha da vida dele? É mentira né? rsrs
    Não imaginava que o livro teria ação, mas achei bom, além de sensual mantém o leitor preso nas páginas mais agitadas... Agora, que sorte dessa Gwen eimm!! Três homens? Imagino que nenhum deixe a desejar..
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá! Gente, Kristen Ashley é a minha diva, os livros dela são maravilhosos, é aquele tipo de leitura que mesmo com várias páginas (no caso dela são váaaaaaarias mesmo) te envolve do começo ao fim, gosto que seus personagens são mais maduros o que torna a história ainda melhor, quando soube que os livros dela seriam lançados no Brasil adorei (só não curto muito as capas), Gwen realmente é hilária e muito sortuda com o Estranho que ela possui, tomara que publiquem toda essa série (só tem os dois primeiros por enquanto), aqui no Brasil e que tragam as demais séries da KA, principalmente aquelas que fazem crossover com essa.

    ResponderExcluir
  5. Olá Carol, tudo bem? Oi, como assim não sabem nem o nome? Confesso que livros hot são alguns que me chamam a atenção, mas esse não me interessou muito por este detalhe...Se fosse livro única até pensaria, mas é série ainda por cima, mas um casal desses não me despertou em nada a curiosidade.

    ResponderExcluir
  6. Oi Carol.
    Não sou muito fã de eróticos.
    Mas, parece ter uma trama um pouco diferente com ação e mistério em relação ao nome do mocinho e uma narrativa mais divertida e leve.
    Por enquanto não tenho intenção de ler o livro, mas quem sabe um dia...
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi, Carol.
    Ainda não conhecia essa série, mas depois de ler a sua resenha, estou empolgadíssima. Parece ser o tipo de história que eu adoro! E saber que tem essa pegada cheia de humor me deixou ainda mais animada!!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.