Resenha Uma Proposta e Nada Mais - Clube dos Sobreviventes # 1 - Mary Balogh

Sinopse - Primeiro livro da série Clube dos Sobreviventes, Uma Proposta e Nada Mais é uma história intensa e cativante sobre segundas chances e sobre a perseverança do amor. Após ter tido sua cota de sofrimentos na vida, a jovem viúva Gwendoline, lady Muir, estava mais que satisfeita com sua rotina tranquila, e sempre resistiu a se casar novamente. Agora, porém, passou a se sentir solitária e inquieta, e considera a ideia de arranjar um marido calmo, refinado e que não espere muito dela. Ao conhecer Hugo Emes, o lorde Trentham, logo vê que ele não é nada disso. Grosseirão e carrancudo, Hugo é um cavalheiro apenas no nome: ganhou seu título em reconhecimento a feitos na guerra. Após a morte do pai, um rico negociante, ele se vê responsável pelo bem-estar da madrasta e da meia-irmã, e decide arranjar uma esposa para tornar essa nova fase menos penosa. Hugo a princípio não quer cortejar Gwen, pois a julga uma típica aristocrata mimada. Mas logo se torna incapaz de resistir a seu jeito inocente e sincero, sua risada contagiante, seu rosto adorável. Ela, por sua vez, começa a experimentar com ele sensações que jamais imaginava sentir novamente. E a cada beijo e cada carícia, Hugo a conquista mais – com seu desejo, seu amor e a promessa de fazê-la feliz para sempre.
"Clube dos sobreviventes" é a mais nova série da autora Mary Balogh publicada no Brasil pela editora Arqueiro. A série leva esse nome por conta de seus protagonistas, sete indivíduos que sobreviveram as Guerras Napoleônicas. Anualmente eles se encontram em Penderris Hall, na Cornualha, a casa de campo do duque de Stanbrook, George Crabbe, um dos sobreviventes. O duque em si não foi à guerra, mas perdeu seu filho único durante os primeiros anos da campanha. Imogen Hayes, lady Barclay é a viúva de um oficial capturado e torturado pelos inimigos. Os demais personagens presenciaram a guerra e trouxeram em seus corpos e almas um vestígio dela: Flavian Artnoot, visconde Ponsonby; Ralph Stockwood, conde de Berwick; sir Benedict Harper; Vincent Hunt, o lorde Darleigh e caçula do grupo e Hugo Emes, o lorde Trentham e protagonista do primeiro livro. Os amigos passam algumas semanas em Penderris Hall para desabafar, relembrar e serem eles mesmos sem as especulações da sociedade. A camaradagem e o laço forjado entre eles são inquebráveis e todos atuam como sistema de apoio um dos outros.
A trama é narrada em terceira pessoa e se inicia com a chegada de Hugo em Penderris Hall para o encontro anual. Hugo anda com a cabeça cheia agora que precisa administrar as propriedades do falecido pai e lidar com sua madrasta Fiona e sua meia-irmã de 19 anos de idade, Constance. Acontece que Fiona faz o tipo dramática, que se fecha em casa e usa a filha como muleta emocional e Constance, sendo uma jovem gentil e amorosa, fica a disposição da mãe para atendê-la a todo momento. Mas a jovem também está na idade de se casar e precisa ser apresentada corretamente para a sociedade. Hugo, que está com 33 anos de idade, acredita que o melhor a se fazer é encontrar uma esposa, ter um herdeiro e uma mulher que possa auxiliá-lo a navegar pela sociedade londrina e casar sua meia-irmã. Um plano perfeito, certo?
Em paralelo conhecemos Gwendoline Grayson, a lady Muir. Gwen é uma mulher de 32 anos de idade que está viúva há sete anos. Após um casamento turbulento e cheio de segredos e culpa, tudo o que ela deseja é ficar em paz no seu canto. Ela viu em primeira mão o quanto o casamento pode mudar um homem, ou melhor, mostrar sua verdadeira face. Afinal, Vernon, seu falecido marido tinha suas peculiaridades e o seu falecimento causou muita dor à protagonista. Acontece que Gwen está hospedada na casa de Vera Parkinson em um vilarejo próximo à Penderris Hall. Gwen e Vera não são amigas próximas, as duas debutaram juntas e depois perderam o contato, mas como Vera perdeu recentemente o marido e Gwen compreende bem o que é solidão, a protagonista se solidariza e resolve fazer companhia a nova viúva por um mês. Infelizmente, Vera é uma mulher detestável, que está sempre reclamando, criticando e alfinetando o próximo (no caso, a Gwen, pois ninguém se aproxima de Vera). Precisando se afastar de Vera, Gwen vai passear e acaba parando nos braços de Hugo que a leva para Penderris Hall para se recuperar do tombo que tomou. 
Existem vários detalhes que tornam a leitura deliciosa. Primeiramente, os protagonistas são adultos que passaram por situações difíceis e carregam traumas emocionais que vão tentando lidar conforme se conhecem. Ambos são inteligentes, interessantes, pragmáticos e sinceros e a forma como o relacionamento vai se construindo é gradual, o que permite ao leitor se apaixonar pelos dois. Hugo é meio grosseiro às vezes, mas de uma forma que diverte Gwen ao mesmo tempo que a deixa exasperada. É o tipo de dinâmica que nos faz sorrir durante a leitura.
Outro ponto que se destacou foi que a autora começou a contar um pouco as histórias dos demais membros do clube e por conta disso ficamos na expectativa pelos próximos livros. Cada um dos membros tem uma história impactante para contar.
"Uma proposta e nada mais" é um excelente romance histórico e sem dúvida irá arrebatar o coração dos leitores. Os personagens são cativantes, a trama é muito bem desenvolvida e Mary Balogh escreve de forma extraordinária!
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora Arqueiro realizou um ótimo trabalho. Foram encontrados alguns errinhos de digitação, como por exemplo na página 79, mas nada que interferisse na compreensão do texto. A capa é muito bonita e me lembra um camafeu antigo, o que combinou bem com o conteúdo.
"-Sofremos neste lugar - explicou ele. - Nós nos curamos neste lugar. Desnudamos nossas almas uns para os outros. Deixar esta casa foi uma das coisas mais difíceis que fizemos. Mas era necessário para que nossas vidas voltassem a ter sentido. Uma vez por ano, porém, voltamos para recuperar nossa integridade ou para nos fortalecermos com a ilusão de que estamos inteiros." (p. 45)








Para comprar o livro pela Amazon, acesse: https://amzn.to/2IuwBIY 

12 comentários

  1. Oi, Carolina.

    Bom, após ter se passado anos após a morte de seu marido, acredito que enfim, a Gwendoline está pronta para viver um novo amor, mesmo que ela e o Hugo tenham suas diferenças, e de início, se estranhem.

    E aos cuidados do Hugo e durante essa convivência, eles terão a oportunidade de se conhecerem melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Daiane! Acho que ter uma segunda chance é sempre válido, ainda mais para alguém que se tornou viúva tão cedo.
      Bjkas

      Excluir
  2. Oi, Carol.
    Pedi um exemplar digital desse livro pela parceria achando que seria mais rápido, mas no final das contas acabou demorando ainda mais para meu arquivo ser liberado!! Rs... Agora é correr atrás do prejuízo e ler logo!! Rs...
    Fico feliz em saber que o livro é tão bom assim!!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila, tudo bem?
      Não acredito! Nossa, vai ser uma correria colocar a leitura em dia.
      Bjkas

      Excluir
  3. Oi Carol.
    Eu li apenas um livro da autora e não gostei muito da escrita.
    Mas quero dar uma nova chance e ler essa nova série. Espero me surpreender positivamente com ele.
    Os personagens descritos parecem bem interessantes, maduros e cheios de traumas rs Espero gostar deles.
    Achei interessante a autora contar um pouco da história dos outros participantes do clube. Com certeza iria ficar curiosa sobre como será as suas histórias nos próximos livros.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pamela, tudo bem?
      Espero que dê uma chance mesmo. Às vezes escolhemos um livro que não combina com a gente e acabamos desistindo de ler algo sobre a autora.
      Bjkas

      Excluir
  4. Eu não aguento mais ouvir falar de romances de época, eu imaginei que desde o ano passado a época de high ia diminuir, mas não aconteceu. O livro parece interessante, mas não faz meu tipo. O que eu gostei mesmo foi da capa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eduarda, tudo bem?
      Quem sabe nos próximos posts de lançamentos não apareçam livros que despertem o seu interesse?
      Bjkas

      Excluir
  5. Oi Carol.
    Amo romances de época, e claro que estou babando nesse desde o lançamento... Sabe o que mais me surpreendeu? Como os personagens já são maduros, ja passaram por situações complicadas, normalmente esse gênero de livros sempre trazem casais descobrindo a vida, o amor, e nesse não, por mais que os dois sejam bem opostos e claro que deve ter tido aquelas briguinhas que a gente ama, os dois já passaram por muita coisa e amadureceram!
    Hugo parece apaixonante, imagina esse homem procurando uma esposa? Rsrs! Claro que irei ler..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vitória, tudo bem? É sempre bom quando os personagens são maduros e tem suas próprias vivências para trabalhar, não é?
      Bjkas

      Excluir
  6. Olá! Mesmo tendo ficado um pouco decepcionada com a capa desse livro (embora esteja quase me acostumando com ela!), fiquei muito empolgada quando descobri que o livro seria publicado aqui no Brasil, afinal Lady Muir marca presença em outros livros da autora e sempre quis saber mais sobre ela. A história é realmente maravilhosa e muito emocionante, os dois tem tanta força para superar tudo àquilo que eles enfrentaram, aguardando os próximos lançamentos, espero que publiquem logo todos os livros da série.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elizete, tudo bem?
      Também estou ansiosa pelos demais livros da série!
      Bjkas

      Excluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.