Sinopse - Após uma tragédia que o separou por oito anos de sua irmã mais nova, Sharlah, o jovem Telly ressurge como o principal suspeito de uma onda de assassinatos. Só uma pessoa é capaz de desenhar o perfil do criminoso: o hábil ex-agente do FBI Pierce Quincy, que é convocado para colaborar no caso. Mas seu envolvimento como pai adotivo de Sharlah pode obscurecer sua linha de raciocínio ou levá-lo para um emaranhado de pistas desconexas, mostrando que o caso pode ir muito além do que parece ser.
"Bem atrás de você" é uma trama policial que aborda um tema muito atual e relevante na sociedade: o abuso infantil. O prólogo é narrado em primeira pessoa por Telly, na época em que era um garotinho. Imaginem a cena: Telly e sua irmã mais nova Sharlah vivendo em um trailer imundo com um pai que vivia bêbado e uma mãe que vivia drogada. Quase sempre eles não tinham o que comer, mas mesmo assim, Telly dava um jeito e ia para a escola, cuidava da irmã e tentava manter o universo da garotinha imaculado. Ele era o verdadeiro pai e mãe de Sharlah. Até que em um dia fatídico, seus pais começam a brigar e uma faca se envolve, causando uma tragédia. O pior de tudo é que as duas crianças presenciam tudo e se tornam o próximo alvo, fazendo com que Telly precise se defender. Dá para imaginar o trauma que os dois sofreram? Por conta do crime, Telly vai parar em um reformatório e Sharlah no sistema de adoção.
Os anos se passam e Sharlah se encontra em Bakerville, Oregon, uma pequena comunidade rural com pouco mais de cinco mil pessoas. A jovem está vivendo com Quincy e Rainie, que estão ansiosos para finalizar a adoção da garota introspectiva, mas muito inteligente. Quincy está com 60 anos e Rainie deixou seu cargo de delegada para que juntos, o casal criasse uma firma de prestação de consultoria em casos arquivados. Assim, os dois continuam trabalhando com investigações, mas também tem mais tempo livre para passar com a filha.
Sharlah gosta muito dos novos pais adotivos. Eles respeitam o fato de que ela não é muito fã de socializar com outros jovens, respondem suas perguntas sem enrolações e tentam inclui-la em tudo, sem ficar encarando-a com pena por conta de sua história.
"Eu gosto de Rainie e Quincy. Faz três anos que estou nessa casa. Tempo o suficiente para eles decidirem me manter, com defeitos e tudo." (p. 19)
Mas essa nova tranquilidade será abalada quando ocorre um assalto no posto EZ gas e a xerife Shelly Atkins descobre através da fita de segurança que o assaltante e também assassino (ele fez algumas vítimas no local) é Telly, o irmão mais velho de Sharlah.
Sendo uma comunidade pequena e correndo o risco de existir mais vítimas na trilha do suspeito, a xerife pede ajuda ao casal de protagonistas, que fará de tudo para manter a filha a salvo, mas também que investigará os motivos para que isso esteja acontecendo.
""Assassinos impulsivos e assassinos em massa são impelidos pela mesma necessidade psicológica", Quincy prosseguiu. "Uma sensação de isolamento, um desejo de se vingar da sociedade que os rejeitou. Assassinos em massa restringem sua violência a um local - uma escola, um cinema, o ex-empregador. Enquanto assassinos impulsivos, por definição, matam em mais de um local em um período curto de tempo."" (p. 55)
Para quem já leu outros livros com Quincy e Rainie sabe que os dois não são exatamente carismáticos. Suas vidas são cheias de traumas, perdas e profissionalmente eles lidam com situações macabras. Então suas personalidades são mais introspectivas, analíticas e racionais. Para alguns leitores, isso pode causar alguma estranheza, mas acredito que combina bem com as histórias que eles investigam e o universo que vivem. Talvez esse seja o motivo pelo qual Sharlah se encaixe tão bem na família. Ela não é de falar muito, mas observa tudo e tem a capacidade de fazer conexões muito rapidamente. Acredito que se ela fosse alguém com uma personalidade mais alegre e brincalhona, talvez se sentisse deslocada em casa.
O caso em si e o grande mistério do livro foi muito bem desenvolvido. É uma trama com muitas reviravoltas, com revelações e crimes que vão acontecendo no decorrer da história. Tudo isso envolto na análise psicológica realizada pelos protagonistas (bem no estilo "Criminal Minds"). 
"Bem atrás de você" é uma ótima indicação para leitores que estão procurando livros policiais com personagens mais maduros e com descrições detalhadas sobre a motivação dos crimes, teorias e uma história bem desenvolvida.
""Eu acho que esse garoto matou duas pessoas em menos de um minuto", ele disse, "e então fez questão de mostrar o rosto para nós. Eu diria que nesse ponto, com esse suspeito, sabemos muito pouco."" (p. 37)


Para comprar o livro pela Amazon, acesse: https://amzn.to/2Jsx2b3

12 Comentários

  1. Oi, Carolina.

    A trama com toda essa carga familiar abordada, é algo tenso e ao mesmo tempo, envolvente, com personagens bem construídos.

    Que espero que o livro me reserve surpresas, quanto ao desenrolar dos acontecimentos.

    É um livro que quero muito ler. Tenha certeza que eu vou gostar. Tô terminando de ler um outro livro da autora, e a escrita dela é fenomenal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daiane, eu realmente gosto dos livros da autora. A forma como ela constrói as histórias é espetacular.
      Bjkas

      Excluir
  2. Não gosto desse gênero mas a premissa desse livro é incrível, a história me pendeu só pela resenha e fiquei imaginando tudo que essas crianças passaram na vida. Acho que o fato do Telly estar tão perto de onde Sharlah mora pode ter algo a ver com esses crimes que ele andou cometendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luana, tudo bem?
      A infância dos dois foi bem difícil mesmo.
      Bjkas

      Excluir
  3. Olá!
    O livro e bem intrigante. Gosto bastante de investigação criminal mas esse tem aquela história diferenciada que vemos cómo o protagonista mudaram com o decorrer do tempo e o que se tornaram. É uma história bem interessante, já quero ler! Haha

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lily, espero que realize a leitura em breve ;)
      Bjkas

      Excluir
  4. Oi, Carol.
    Eu adorei esse livro. Curti principalmente o fato dos protagonistas serem mais maduros e terem um jeitão mais duro!! Acho bem mais crível que, depois de tanto tempo trabalhando com crimes, eles sejam mais endurecidos!!
    Espero que outros livros dessa dupla sejam publicados por aqui!!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila, tudo bem?
      Eu gosto desses protagonistas. Já li outros livros deles e gosto da maneira como pensam e conseguem desvendar os casos em que estão trabalhando.
      Bjkas

      Excluir
  5. Oi Carol.
    Ainda não li nada da autora, mas ouvi falar muito bem dessa série.
    É bom saber que a trama é bem envolvente e que as reviravoltas são bem construídas. Adoro Criminal Minds! A parte mais interessante é quando eles fazem a análise comportamental e psicológica dos suspeitos.
    Já está na minha lista de desejados.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pamela, eu também adoro Criminal Minds! É bem interessante ver esse lado das histórias policiais, o aspecto psicológico do crime e do criminoso.
      Bjkas

      Excluir
  6. Olá! O livro parece ser bem intrigante, gosto que esteja cheio de reviravoltas e mistérios, que certamente me farão não desgrudar do livro até chegar ao final, e resolver todos esses segredos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elizete, tudo bem? Eu terminei a leitura rapidamente, pois fiquei grudada nele até o final rs
      Bjkas

      Excluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.