Sinopse - Elle Evans é o que toda garota quer ser: bonita e popular. Mas ela nunca foi beijada. Noah Flynn é lindo e um tanto quando bad boy - tá, o maior bad boy da escola - e o rei dos joguinhos de sedução. A verdade é que Elle sempre teve uma queda pelo jeito descolado de Noah, que, por coincidência, é o irmão mais velho de seu melhor amigo, Lee. Essa paixão cresce ainda mais quando Elle e Lee decidem organizar uma barraca do beijo no festival da Primavera da escola e Noah acaba aparecendo por lá. Mas o romance desses dois está bem longe de ser um conto de fadas. Será que Elle vai acabar com o coração partido ou conseguirá conquistar de vez o bad boy Noah?
"A Barraca do Beijo" é aquele livro fofo que te prende do começo ao fim por conta dos personagens engraçados e cheios de carisma. Elle Evans é uma adolescente prestes a completar 16 anos de idade que é bem popular na escola mesmo sem ter um grupo definido de amigos. A única pessoa de quem ela não abre mão é o seu melhor amigo Lee. Elle e Lee se conhecem literalmente desde o dia em que nasceram. Suas mães eram melhores amigas e os dois nasceram no mesmo dia e até mesmo se chamam de "gêmeos" e fazem tudo juntos.
Apesar da popularidade, Elle não se vê como uma garota bonita e sim como um dos caras, pois ela passa mais tempo com eles. Sem uma figura feminina em casa, a adolescente não é muito segura quando o assunto envolve paqueras e rapazes, ainda mais por nunca ter tido um namorado.
O único crush de sua vida foi o irmão mais velho de Lee, o Noah (que todos chamam de Flynn com exceção da Elle), mas Noah é o fruto proibido, pois Lee surtaria com isso. Além disso, Noah nunca olhou para Elle dessa forma e sempre a tratou como uma irmã, certo? Então o que acontece durante o festival da Primavera da escola, na Barraca do Beijo?
Noah é o bad boy da escola, o garoto que faz todas as garotas da escola suspirarem. Está sempre metido em confusões e brigas, mas deixa claro que nunca começa nenhuma delas. Apenas as termina. É visto tanto na escola quanto em casa como o "garoto problema" e tem uma aura de intocável ao seu redor. Apesar de tudo isso, ele sempre tratou Elle de forma diferente. O que a protagonista enxerga como encheção de saco, para ele, é uma questão de protegê-la.
Noah Flynn
Lee é o melhor amigo incrível. É um cara legal, que está sempre disposto a ajudar e a ser honesto com suas opiniões, mas também sabe "ler" bem o astral da Elle para compreendê-la completamente.
A amizade dos dois é bonita de se observar. Não tem malícia ou maldade. Apenas companheirismo e apoio incondicional.
Elle e Lee
O livro tem uma premissa bem simples e uma história sem muitos suspenses. Elle tem uma quedinha por Noah e eles começam a ficar juntos, mas ela não quer magoar o melhor amigo. Então o que chama a atenção no livro? A narrativa.
Elle é uma ótima protagonista, com uma narrativa muito gostosa e cheia de sonhos e expectativas, como uma jovem de 16 anos de idade deveria ser. Ela está descobrindo o primeiro amor e não tem uma grande amiga com quem possa se confidenciar e receber conselhos, pois é Lee quem faz isso, então tem que tomar todas as decisões sozinha. É verdade que sua narrativa não é exatamente profunda, com reflexões filosóficas ou algo do tipo, mas é gostoso de se ler os pensamentos de uma adolescente que está começando a se descobrir como pessoa.
"Era em momentos como aquele que... bem, não podia simplesmente contar tudo para o meu pai, não é? E Lee estava completamente fora da equação. Por isso, teria que guardar tudo o que aconteceu para mim e esperar que ninguém descobrisse". (p. 141)
Não é uma história mirabolante, cheia de reviravoltas, mas é um romance sobre uma garota que está crescendo, descobrindo o que quer e o que espera da vida.
Em relação à revisão, diagramação e layout, a Astral Cultural realizou um ótimo trabalho. A contracapa é cor de rosa, temos desenhos de beijos pelo livro. Tudo combina muito bem com essa história fofa.
O filme, que estreou recentemente na Netflix, tem recebido muitos elogios pela atuação e pelo tom mais cômico da história. Então para aqueles que curtem romances, é uma boa pedida.
"E eu estava prestes a beijá-lo. Sabia que não teria que fazer aquilo se não quisesse; ninguém podia me forçar a beijá-lo. E essa era a pior parte: eu tinha a opção de recusar, mas não consegui reunir forçar para fazer isso." (p. 94) 

Para comprar o livro pela Amazon, acesse: https://amzn.to/2KSv9Wj

3 Comentários

  1. Oi Carolina!
    De tanto ouvir flar eu estou curiosa pra conhecer a história, eu vou tentar assistir esse fds e espero gostar.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Esse é aquele clichêzinho que da vontade de ler e reler mil vezes <3 Gostei muito da premissa desse livro, os personagens são engraçados e prendem o leitor. São várias lições de amor e amizade que a gente vive quando é adolescente. O filme também é ótimo!

    ResponderExcluir
  3. Carol!
    Faz tanto tempo que não leio um YA tão delicinha e gostosinho como esse, afinal, acabei enjoando por todos serem bem iguais.
    Acho que me arriscarei a ver o filme primeiro antes de ler.
    Bom final de semana!
    “A consciência é o melhor livro de moral e o que menos se consulta.” (Blaise Pascal)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JULHO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.