Sinopse - As ruas de Grays Harbor escondem um assassino. Mulheres jovens estão morrendo e sendo abandonadas pela cidade. Mas, o agente do FBI, Hector Parker, está disposto a fazer de tudo para identificar o assassino. Porém, uma das mortes o destruiu: Evangeline Parker, grávida de cinco meses. Uma nota junto ao corpo de sua amada esposa: Eu sei que está atrás de mim, mas jamais me encontrará. "Eu sei que está atrás de mim, mas jamais me encontrará. Eu sei quem você é, mas não sabe quem eu sou." Então, ele jurou vingança. As investigações os levam até a Boate D'votion, onde um clube BDSM funciona nos seus andares superiores. O dono, Marcus King, e os outros membros do clube, se tornam os suspeitos do FBI. Oito mulheres já foram mortas. O FBI precisa encontrar o assassino, antes que ele encontre a sua próxima vítima.
"Quem será a próxima vítima" é o primeiro livro da série D'votion, da autora Julie Lupo. A história é narrada em primeira e em terceira pessoa, pois os capítulos alternam entre a história de Nataly, o clube e os demais personagens e uma visão intimista do assassino nos últimos momentos com suas vítimas.
"O momento em que o corpo de uma mulher perde a vida, enquanto eu estou transando com ela, excita-me de uma maneira inexplicável." (p. 58)
A série leva o nome de D'Votion por conta do nome do clube BSDM que é o cenário central da história. A história gira em torno de três personagens: Nataly, Marcus e Justin. Os três cresceram juntos em um orfanato. Nataly foi parar lá com apenas cinco anos de idade e imediatamente Marcus a "adotou" como irmã mais nova. Com os anos passando, tanto Marcus quanto Justin foram adotados por famílias diferentes, mas Nataly não. Quando ela alcançou a maioridade, Marcus se prontificou a ajudá-la, conseguindo um apartamento e um emprego no D'Votion. Marcus é um dos donos do clube e sempre foi muito sincero com a protagonista sobre esse estilo de vida. Nataly, com o passar dos anos, percebeu que também era adepta ao estilo de vida BSDM e mergulhou de cabeça nele.
Nataly tornou-se uma mulher independente e bem segura de sua sexualidade. Durante a leitura vamos acompanhando suas aventuras sexuais, os parceiros que ela têm e seu cotidiano no clube.
Em paralelo, temos uma equipe do FBI que está fechando o cerco os redor do clube D'Votion, pois as vítimas possuíam um estilo de vida alternativo e visitavam o clube. Um dos agentes envolvidos é Hector Parker. Hector é um agente dedicado que perdeu tudo ao ter sua esposa grávida assassinada de forma cruel por esse serial killer.
"Você não pode matar quem não conhece, agente Parker". (p. 80)
A trama é muito bem desenvolvida, o leitor acompanha de perto o crescimento pessoal de Nataly, suas escolhas e a forma como ela vai ganhando seu espaço dentro do clube, mas também é uma história que mescla sexualidade e violência. Temos muitas cenas de sexo e nos capítulos narrados em primeira pessoa pelo serial killer, uma visão explícita de uma mente deturpada. Em meio a segredos, omissões e uma extensa lista de pretendentes para o final feliz com Nataly, o leitor mergulha em uma história instigante.
Os personagens são bem construídos e complexos, fazendo com que o leitor se questione sobre seu caráter e ações. Nataly é uma ótima protagonista, pois não é perfeita. Mas é com as suas imperfeições que vemos o crescimento pessoal.
É importante ressaltar o cuidado que a editora teve com a obra. Internamente temos páginas escuras, detalhes magníficos e uma diagramação excepcional.

Para comprar o livro pela Amazon, acesse: https://amzn.to/2urXDeO

2 Comentários

  1. Olá!
    Uma trama muito boa, a história é interessante, me deixou bem curiosa ainda mas com o crescimento da personagem.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  2. A premissa é muito boa, apesar de assustadora as vezes. Fico imaginando como deve ser ler pela perspectiva do serial killer.
    Fiquei curiosa pra descobrir quem é esse assassino e se ele está mais perto do que o leitor imagina. E espero que a Nataly tenha seu final feliz

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.