Resenha Nada a Perder - Jeff Lemire

Sinopse - Derek Ouelette costumava ser alguém. Promessa do hóquei, ele agora nada mais é do que a sombra do ídolo que um dia poderia ter sido. Um bêbado, sacana, violento, leva uma vida esquecida por todos em uma vila esquecida por todos. Um dia, no entanto, algo invade sua história e o coloca diante de uma escolha impossível. Uma escolha que só pode ser feita por um homem que não tem nada a perder.
Jeff Lemire criou uma HQ incrível! "Nada a perder" tem como protagonista Derek Ouelett que mora na pequena cidade de Pimitamon . Vemos um homem amargo, introspectivo, que vive se envolvendo em brigas, bebe, fuma e toma muitos comprimidos. Um verdadeiro valentão.
Pimitamon tem todo aquele ar de cidade pequena mesmo, onde tudo é motivo de fofoca, todos sabem da vida de todo mundo e o bar local é o epicentro das brigas. Acontece que Derek é um homem que vive remoendo seus erros do passado, quando foi expulso do Hóquei profissional por uma conduta inapropriada. De celebridade à zelador de uma pequena arena esportiva, morando em um quartinho minúsculo é uma situação extremamente deprimente.
Derek tem um único amigo que se mantêm fiel: Ray, que atualmente é policial. Seus dias giram em torno dessa rotina viciosa até que um dia Bethy, sua irmã, retorna à Pimitamon. Bethy e Derek ficaram anos sem contato e agora ela retorna grávida, viciada e fugindo de um ex agressivo. O que pode acontecer na vida de Derek quando o ex de Bethy aparece em Pimitamon?
"Nada a perder" é simplesmente extraordinário! Com ilustrações maravilhosas, uma história que prende a atenção do começo ao fim e um anti-herói como protagonista, essa HQ é a receita perfeita para os leitores apaixonados por histórias cruas, diretas e violentas.


Para comprar o livro pela Amazon, acesse: https://amzn.to/2N9vQaF 

8 comentários

  1. Apesar de não ser fã de hq essa história tem uma premissa que prende o leitor, você tem vontade de saber mais detalhes da vida do Derek e como ele lida com a vida dele atualmente e ainda mais depois da volta conturbada de sua irmã.

    ResponderExcluir
  2. Olá Carolina, tudo bem?


    Essa é a primeira resenha que eu leio dessa HQ, adorei demais e esses desenho estão demais também, com certeza vai para a minha lista....bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Carolina!
    Segunda resenha que leio sobre o livro e que me desperta vontade de ler, tenho mta curiosidade em ler HQ, comecei á pouco temo ler o gênero, e estou curtindo mto, já tenho vários anotados na listinha e este tbm já está lá.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. CArol!
    Nossa! É uma HQ bem diferente das que vejo por aí.
    E como falou, tudo é muito frio na narrativa dos fatos e na minha opinão, inclusive os traços. Brancos e azuis dão realmente a impressão de gelo ou algo gélido.
    Bom final de semana!
    “A consciência é o melhor livro de moral e o que menos se consulta.” (Blaise Pascal)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JULHO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  5. Sou uma leitora que adora histórias cruas e violentas, porém aquele meu mesmo problema de sempre em não gostar de ler HQs.
    Mas achei a premissa super interessante

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Não sou de ler livros HQ mas esse tem uma ótima premissa. A história me prendeu e tem aquela situação que acontece não dias de hoje se paramos para observa. Gostei e tem uma ótima premissa.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  7. Oi Carol,
    Normalmente eu não compro Hq's porque quase não leio, mas essa sem dúvidas é uma bela edição, combina bem com a história. Vi que o artista colocou a cor vermelha para representar a violência, achei bem legal. Pelo visto mostra bem o lado "podre" do ser humano, espero que também apresente um pouco de redenção de erros, principalmente no personagem principal.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá! Mais uma HQ para a lista de leitura, gostei bastante do enredo que aborda assuntos bem pesados, mas que infelizmente, fazem parte do nosso dia-a-dia.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.