Resenha Apenas Amigos - Christina Lauren

Sinopse - Holland Bakker foi salva de um ataque no metrô pelo musicista irlandês Calvin McLoughlin. Como agradecimento, Holland o apresenta a um grande diretor de musicais e o que era uma tentativa despretensiosa se transforma numa chance inimaginável, pois, antes mesmo de perceber, Calvin foi escalado para um grande musical da Broadway! Ou quase… Até admitir que seu visto de estudante expirou e ele está no país ilegalmente. Sem titubear, e com uma paixão crescente pelo rapaz que só ele ainda não percebeu, Holland se oferece para casar com o irlandês a fim de mantê-lo em Nova York. Conforme a relação dos dois se desenrola de “apenas amigos” a ”casal apaixonado”, Calvin se torna o queridinho da Broadway. No meio de tanto teatro e do gostar-sem-se-envolver, o que fará esse casal perceber que há muito amor verdadeiro em cena?
"Apenas amigos" é narrado em primeira pessoa por Holland, uma jovem de 25 anos de idade que mora em Manhattan. Ela é uma aspirante a escritora que tem um grave bloqueio criativo e por conta disso, para pagar as contas, Holland conta com a ajuda dos tios Robert e Jeff. Robert Okai é muito famoso na Broadway e seu musical atual está passando por mudanças. Holland trabalha no teatro, vendendo souvenirs da peça, como camisetas. Sua vida é bem pacata e a única exceção é o seu crush: um músico de metrô que ela não sabe nada sobre (Holland até mesmo o chama de Jack em sua mente). Sempre que pode, a protagonista vai até o metrô escutar o músico, que não faz ideia da sua existência. Até que um dia, ele a socorre em uma situação muito ruim e os dois começam uma amizade.
Jack na verdade é Calvin, um jovem irlandês talentoso que foi para os EUA em busca do grande sonho, mas que quando as coisas não deram certo, permaneceu de forma ilegal no país. E por conta disso, consegue apenas empregos temporários e ama a música.
Conforme a sinopse explica, Holland apresenta Calvin ao seu tio Robert e logo surge a oportunidade do irlandês fazer parte de um grande musical. Mas o fato de estar ilegalmente no país o impede de conseguir o emprego dos sonhos, até que Holland sugere que os dois se casam. Será que Holland conseguirá colocar seus sentimentos de lado e manter um casamento falso por tanto tempo?
A narrativa de Holland apresenta ao leitor uma protagonista insegura e nada confiante em seu talento. Até mesmo seu trabalho no teatro, ela consegue colocar defeito. A mocinha se sente na obrigação em agradar seus tios (que fizeram de tudo por ela), mesmo eles deixando claro que a amam como uma filha e não cobram nada dela.
Aos olhos da protagonista, Calvin é perfeito. Inteligente, talentoso, engraçado e bonito. Ou seja, o cara é totalmente perfeito, o que é irreal, mas compreensível, pois desde o início Holland deixa claro que tem uma grande queda por ele. Quando na verdade, a dinâmica dos dois é repleta de omissões e falhas na comunicação.
"...sei que todos estão meio que se perguntando como foi que eu me casei com alguém como ele. Sou aquela garota sardenta, com meias-calças desfiadas, desastrada, que vive espirrando o café no decote da blusa, aquela mesma que esbarra em todo mundo com uma câmera na mão. Calvin, por outro lado, desliza com graça para dentro e para fora de qualquer espaço..." (p. 197)
Alguns dos personagens secundários se destacam, como Robert e Jeff, assim como Davis, o irmão mais velho de Holland. São personagens carismáticos, que trazem profundidade ao enredo.
"Davis é meu parceiro e, de várias formas, meu maninho tranquilão, mas dentro daquele peito avantajado bate um coração leal à sua família como é raro de se ver nos dias de hoje." (p. 74)
O romance é gostoso e por ter como pano de fundo os bastidores da Broadway, o enredo prende a atenção do leitor. Caímos direto na mágica da criação artística, o que é sempre emocionante e traz seu próprio ar romântico para a história.
Uma das marcas registradas das autoras é o enredo bem fluido e direto, sem muitas enrolações. Existem reviravoltas sim, mas nada que seja complexo. O foco é o romance e as autoras trabalham muito bem nele.


Para comprar o livro pela Amazon, acesse: https://amzn.to/2nL9jWI

6 comentários

  1. Carol!
    Não li nada ainda da Christina Lauren, acredita? Tenho a maior vontade.
    Já me encantei ppor Calvin só por sua resenha e gosto dos romances que ficam em suspense, para depois, descobrirem o amor e ser aquela explosão.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  2. Olá! Muito bom saber que a escrita das autoras continua fluída, gosto que o enredo seja mais direto, não curti muito a descrição da Holland, mas fiquei curiosa para tentar entender o porquê de ela ser assim tão insegura, certamente vou me divertir bastante com o romance desses dois.

    ResponderExcluir
  3. Oi Carol.
    Eu comecei a ler o ebook e acabei não terminando.
    A narrativa tem um bom ritmo, mas parecia que a história não estava evoluindo...
    Talvez mais para frente eu retorne a leitura.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, Carol.
    Acho bacana essa história ter como pano de fundo os bastidores da Broadway, mas fico com medo de achar a protagonista meio depressiva demais, com esse negócio dela ficar se colocando para baixo o tempo todo!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  5. Não faz meu estilo de leitura, já que não sou mto fã de romances.
    Mas isso de ter Broadway como pano de fundo parece ser bem interessante.

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    O livro tem uma premissa boa, uma história bem envolvente e claro um clichê bom.. gostei do livro e espero poder ler!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.