Resenha Nacional Noivos para Sempre - Os Di Piazzi # 2 - Clara de Assis

Sinopse -  Ao desembarcar na Itália, Giovana Brandão sabia ter uma pequena chance de reencontrar Enzo Di Piazzi, mas era um risco que teria de correr se quisesse participar do casamento de uma de suas amigas. Além disso, o convite não poderia ter vindo em momento melhor. Com uma série de atitudes equivocadas, afastar-se do Brasil soava como uma ideia genial para Giovana, mesmo que significasse empurrar os problemas para debaixo do tapete. Enquanto Giovana evitava confrontos a todo custo, parecia que “problema” era o segundo nome de Enzo, que não tinha fama das melhores, embora não se achasse tão canalha quanto diziam. Aliás, seus não-relacionamentos estavam ótimos, obrigado. Bem, isso até dar de cara com a única mulher que o fez de bobo. Para Giovana, Enzo talvez fosse, de todas as escolhas que já fez na vida, a pior: canalha, egocêntrico, debochado, boca suja, imoral… e irresistível, principalmente quando estava determinado a ficar com Giovana… enquanto ela estivesse na Itália. A proposta mais direta que Giovana recebeu era honesta, prática, e eles eram adultos, então, por que parecia que algo daria terrivelmente errado?
“Noivos para sempre” conta a história de Enzo e Giovana em uma narrativa em primeira pessoa, alternando o ponto de vista entre ambos.
Enzo sempre foi visto pela família como a ovelha negra, o cara irresponsável e pegador que não quer saber de nada. Infelizmente, grande parte desse julgamento se deve as ações de sua mãe e suas ações de quando era adolescente (que ele mesmo admite não ter sido o seu melhor momento).  Sendo bonito, jovem, rico e solteiro Enzo faz questão de aproveitar o máximo a vida dormindo com várias mulheres, mas sempre deixando claro que é algo casual. Afinal, se dois adultos querem se divertir, as outras pessoas não deveriam julgá-las, certo?
“O conjunto “Enzo Di Piazzi” era muito sensual. Os lábios, a barba por fazer, seus olhos de gato, o jeito como seu cabelo parecia sem corte e ao mesmo tempo despojado e casual. Seu corpo másculo, definido, nada exagerado, nada chamativo, a não ser uma parte muito específica de sua anatomia.” (p. 86)
O problema é que a família Di Piazzi é gigante e todo mundo se intromete nos assuntos um do outro. Além disso, esse clã é bem conhecido na Itália e as fofocas sempre correm soltas. Quando Enzo se mete em confusão, eles vão ajudar, mas sempre com um sermão pronto.
Giovana é uma mulher que vive dividida em ter sua própria vida e ser uma boa filha. Seu pai é um homem astuto e usa sua saúde para manipular a filha e tentar convencê-la a assumir a empresa da família enquanto que tudo o que Giovana quer fazer é estudar arte, viajar para a Europa e mergulhar na história. Até mesmo o relacionamento amoroso dela se deve em parte pelo incentivo do pai, o que a deixa em uma situação difícil. Para evitar um grande conflito, Giovana parte para a Itália para participar do casamento da amiga Débora e assim esquecer temporariamente os problemas.
Acontece que Enzo e Giovana têm um passado, uma noite inesquecível onde a protagonista abandonou Enzo para não ser mais uma marca em sua cabeceira. E ao se reencontrarem, ela finge que não o conhece, o que deixa esse italiano de sangue quente irritado e disposto a reviver a lembrança dela. Mas o que deveria ser uma simples conquista, poderia se tornar algo a mais?
“Essa palavra eu conhecia bem e combinava perfeitamente com a postura do homem que virou meu mundo do avesso: arrebatador.” (p. 61)
Esse livro é encantador! Primeiramente todo o cenário italiano, a Villa Di Piazzi e as figuras como a Dona Gema trazem um clima acolhedor e familiar para a história. E é claro que com um grande casamento em andamento tudo se intensifica, com pequenas disputas, confusões e muitas cenas divertidas.
A história é repleta de personagens interessantes que deixam os leitores ansiosos para conhecê-los melhor nos próximos livros. Pietro, Sara, Carol, Sophia, Sabrine e Amélia são apenas alguns desses personagens e cada um deles traz algo único ao enredo.
O livro tem cenas quentes, um romance arrebatador, mas também tem muito bom humor e situações cômicas, além de falar sobre a importância da família, de encontrar a própria voz e defender seus sonhos.
A Editora Charme realizou um lindo trabalho nessa edição. Os detalhes no início dos capítulos, o cuidado com a diagramação, a capa. Tudo isso e muito mais deixam o conjunto da obra maravilhoso.
“Foi apenas uma noite, mas ele elevou meu nível de exigência para qualquer outro homem que surgiu depois dele.” (p. 61)

Para comprar o livro na Amazon, clique aqui

* LIVRO RECEBIDO EM PARCERIA COM A EDITORA* 

2 comentários

  1. Olá! Adoro esses enredos mais leves e divertidos, que nos garantem uma leitura gostosa. O mocinho italiano é um bônus, pelo visto Enzo é tudo de bom, já Giovana parece estar passando por um momento complicado na sua vida, tenho certeza que esse reencontro vai ajuda-la a encontrar uma saída para sua situação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que resenha linda! Obrigada ♥ Fiquei muito feliz que o livro tenha agradado e mais ainda por ter conseguido passar exatamente o que me propus, sobre família, sobre buscar seu espaço dentro da pequena comunidade antes de tentar ganhar o mundo rs. Adorei. Muito obrigada.

      Excluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.