Resenha O Último Suspiro - Detetive Erika Foster # 4 - Robert Bryndza

Sinopse - “Ele é o encontro perfeito. Ela é sua próxima vítima.” Quando o corpo torturado de uma jovem é encontrado em uma lixeira, com os olhos inchados e as roupas encharcadas de sangue, a Detetive Erika Foster é uma das primeiras a chegar na cena do crime. O problema é que, desta vez, o caso não é dela. Enquanto luta para garantir seu lugar na equipe de investigação, Erika rapidamente encontra uma ligação desse assassinato com um crime não solucionado de uma jovem quatro meses antes. Jogadas em um local semelhante, as duas mulheres têm feridas idênticas e uma incisão fatal na artéria femoral. Procurando suas vítimas nas redes sociais a partir de um perfil falso, o assassino ataca jovens bonitas escolhidas aleatoriamente. Então, uma outra garota é sequestrada… Erika e sua equipe têm que chegar antes que ela se torne a próxima vítima. Mas como a Detetive Foster pegará um assassino que parece não existir? Eletrizante, tenso e impossível de largar, O Último Suspiro fará você correr para a última página.
Erika Foster é uma detetive empenhada em fazer justiça pelas vítimas, mas tem uma personalidade difícil de lidar e está sempre gladiando com os seus superiores. Após concorrer ao cargo de comandante das equipes de investigação de assassinatos e perder para Sparks, seu nêmesis, Erika abriu mão do seu posto e foi transferida para a equipe de projetos, em Bromley, onde passa os dias escrevendo relatórios.
Quando o detetive James Peterson é chamado para uma cena de assassinato, Erika se infiltra na situação e está decidida a retomar seu cargo e conseguir justiça para a vítima encontrada em South London, Lacey Greene, uma jovem de 22 anos de idade que foi jogada em uma lixeira.
O estado do corpo é doloroso de se observar: inúmeras contusões, marcas de aprisionamento e um rosto desfigurado, o que leva a equipe a concluir que a vítima ficou em cativeiro e foi severamente torturada.
"- Ela foi largada ali como se fosse lixo - comentou ele. - Quem faria uma coisa dessas?" (p. 24)
A empatia de Erika pelas vítimas é gigantesca, mas quando o assunto envolve os vivos, nem tanto. No início desse livro, Erika deixou claro que consegue ser bem egocêntrica quando necessário. Ela é uma pessoa que não tem muitos amigos e os poucos que tem, ainda consegue ser bem grosseira. Peterson foi o alvo da vez, pois não apenas foi afastado emocionalmente algumas vezes, foi também usado para que Erika conseguisse ver o caso. Sim, a personagem tem seus "demônios" pessoais e lida ainda com o luto por conta da morte do marido, mas todos os personagens fixos do livro possuem seus próprios problemas e isso não justifica certas atitudes.
Logo no início do livro, a identidade do criminoso é revelada e o leitor acompanha sua mente torturada ao avançar as páginas. É uma pessoa que desde jovem teve a mente distorcida por conta de seu passado e presente. É inteligente, perspicaz e determinada, mas que se sente presa e tem devaneios assustadores.
"Ela tinha sido tão bonita, inclusive no fim, apenas algumas horas antes, quando chorava e implorava, com o cabelo oleoso e as roupas imundas. Agora não passava de uma coisa molenga. Seu corpo não era mais necessário, nem para ela nem para ele." (p. 10)
Um dos pontos interessantes da trama é a discussão sobre as redes sociais e a forma como as pessoas se expõem a elas, sem se darem conta do perigo que correm. Ao publicarmos atualizações constantes das nossas rotinas, relacionamentos pessoais e informações íntimas, estamos permitindo que estranhos de boa e má índole conheçam a nossa vida.
"Mas não acho que as pessoas são burras. Imagino que a maior parte delas acha a vida chata e posta suas conquistas, coisas das quais têm orgulho, pois isso as legitima." (p. 266)
Durante o desenvolvimento da série o autor trabalhou constantemente temas como a politicagem, os cargos de superiores e a dificuldade de se conseguir recursos para as investigações. Nesse quarto livro da série, a corrupção policial é discutida de forma mais intensa e deixa claro que mudanças irão ocorrer na delegacia.
Além da protagonista, o leitor se delicia ao reencontrar personagens queridos, como o Isaac, a Moss e o Peterson, além do jovem detetive John McGorry e seu entusiasmo constante. A camaradagem entre Moss e Peterson é um dos pontos altos dos diálogos, pois ajudam a quebrar o clima pesado cada vez que a equipe sente-se perdida e sem pistas para seguir. Isaac é a voz da sabedoria, com sua personalidade gentil e conselheira e John é um sopro de vivacidade no grupo, trazendo histórias da sua namorada.
A Editora Gutenberg realizou um ótimo trabalho desde a revisão até a diagramação. A escolha da capa é perfeita, pois traz o impacto necessário e combina perfeitamente com o enredo.
"Preocupava-se profundamente com as vítimas e, como em muitos outros casos nos quais havia trabalhado ao longo dos anos, não eram apenas as terríveis circunstâncias das mortes que a assombravam, mas as vidas que haviam sido ceifadas tão prematuramente. Mulheres jovens com tanta vida pela frente: carreira, filhos, férias e todas essas alegrias foram negadas a elas." (p. 150)

Para comprar o livro pela Amazon, acesse: https://amzn.to/2qiFPRr

Confiram as resenhas dos livros anteriores:
* A Garota no gelo - Livro 01 - clique aqui
* Uma sombra na escuridão - Livro 02 - clique aqui 
* Sob águas escuras - Livro 03 - clique aqui

4 comentários

  1. Olá! As capas dos livros dessa série são sempre tão sombrias, mais uma vez o enredo me intrigou, e fiquei bem curiosa para descobrir o porquê de o criminoso agir dessa maneira, acho essa crítica ao excesso de exposição nas redes sociais super válida.

    ResponderExcluir
  2. Mesmo tendo somente lido A Garota no Gelo, foi mais do que suficiente para me apaixonar pelo trabalho do autor! Acho linda a maneira que ele tem de desenhar seus enredos, do mistério,mas também de trazer personagens beirando o real, com seus problemas e alegrias.
    Vida fora do personagem!
    Primeira resenha deste novo livro e pelo que li acima, Robert manteve sua linha de jogar o leitor dentro do enredo, fazendo a gente suspeitar de tudo e de todos e mesmo assim, achando todos inocentes!
    Com certeza, já está na lista de desejados!
    Capa realmente muito linda!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Oi, Carol.
    Eu sou completamente apaixonada por essa série e não vejo a hora de ler mais esse livro.
    Como ele vai ser tema do clube do livro Autêntica agora de novembro, vou esperar para ler essa história quando estiver mais perto do nosso encontro de São Paulo!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  4. Oi vai ser minha próxima leitura! E ELE JÁ ESCREVEU UM OUTRO :traduzido literalmente por mim como segredos mortais
    E a sinopse é essa
    Descrição

    Para cometer o assassinato perfeito, você precisa da capa perfeita.


    Em uma manhã gelada, uma mãe acorda e encontra o corpo encharcado de sangue da filha congelado na estrada. Quem executaria tal assassinato na porta da vítima?

    Direto de seu último caso angustiante, a detetive Erika Foster está se sentindo frágil, mas determinada a liderar a investigação. Quando ela começa a trabalhar, ela encontra relatos de agressões no mesmo subúrbio tranquilo do sul de Londres, onde a mulher foi morta. Um detalhe arrepiante os liga à vítima de assassinato - todos foram atacados por uma figura de preto usando uma máscara de gás.

    Erika está à procura de um assassino com um cartão de visita aterrorizante. O caso fica mais complicado quando ela descobre uma teia emaranhada de segredos em torno da morte da bela jovem.

    No entanto, assim como Erika começa a juntar as pistas, ela é forçada a confrontar memórias dolorosas de seu passado. Erika deve cavar fundo, manter o foco e encontrar o assassino. Só que desta vez, um dela está em perigo terrível ...

    Do autor do best-seller de um milhão de exemplares, vem uma leitura totalmente emocionante e duradoura, que o manterá viciado até a última página.

    Leia o que todo mundo está dizendo sobre segredos mortais:

    "Foi absolutamente brilhante! ... a história mantém você em suspense até o final com mais detalhes do que você pode fazer. Eu sinceramente não adivinhei quem era até que a revelação realmente aconteceu, e adorei a reviravolta - muito esperta! 'Reviews do Stardust Book

    ‘Eu amo como o autor não dá nada e me manteve adivinhando por toda parte. Eu realmente não tinha idéia de quem poderia estar por trás dos assassinatos e quando tudo é revelado, com algumas reviravoltas chocantes, não será o que você está esperando! … Uma leitura emocionante e viciante que me arrepiou até os ossos ”.

    "Simplesmente esplêndido !! Esta é outra história fabulosa de Robert Bryndza. Ele certamente tem talento quando se trata de escrever thrillers divertidos. ”Goodreads Reviewer

    "Esta nova versão tem exatamente a mesma alta qualidade de escrita, desenvolvimento de enredo, reviravoltas e a dose saudável de suspense e ação com que me acostumei nesta série. Eu encontrei-me viciado desde a primeira página como há apenas algo sobre a escrita que te atrai para a direita. 'É tudo sobre livros

    ‘Outra história incrível com muitas reviravoltas que você não vê. Não podemos esperar pelo próximo. 'Blog de Trish

    "Mais uma vez, é uma leitura fantástica, lida em um dia e tive uma grande ressaca do livro depois ... Eu amo essa série; os personagens são muito bem desenvolvidos e relacionáveis. ”Goodreads Reviewer

    ‘Fale sobre pegar o leitor de surpresa. Você não verá este final chegando ... Ler sobre Erika é como encontrar um amigo. A essa altura, sinto que a conheço muito bem. Ela é uma personagem fantástica com tantas camadas. ”Goodreads Reviewer
    Espero que saia em 2019 aqui

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.