Resenha Nacional Apenas com Você - Viajando com Rockstars # 3 - Aline Sant' Ana

Sinopse - Com um terno Armani bem passado, a agenda planejada e uma personalidade intimidadora, Yan Sanders parece tudo, menos o baterista de uma banda de rock. No entanto, quando sobe no palco, ele se torna aquilo que nasceu para ser: um músico de sucesso.Sua vida estava perfeita até pouco tempo atrás, quando a carreira estava em uma crescente, os amigos, felizes e ele tinha uma namorada incrível ao seu lado. Mas, então, ela partiu. Lua Anderson tinha seus motivos e sabe que tomou a decisão certa. Ela precisava reorganizar sua vida. Mas as coisas não são preto no branco. Sentimentos ainda existem. Segredos precisam ser revelados. E há muito mais além daquilo que os olhos podem ver. O terceiro livro da série Viajando com Rockstars tempera o drama, traz uma gota de suspense e apimenta o amor com erotismo. Você está preparado para conhecer a luz e a sombra do amor?
"Apenas com você" irá contar a história de Yan e Lua, em uma perspectiva alternada e em primeira pessoa dos protagonistas.
Os dois estavam namorando há um ano e conforme fomos observando desde o primeiro livro, começaram a surgir situações que começaram a desgastar o relacionamento e que acabou chegando ao ponto de ruptura no livro anterior.
Yan é o cara mais certinho da banda. Metódico, organizado e com um pouco de TOC, muitas vezes não parece ser o baterista de uma banda de sucesso por conta da suas roupas sob medida e comportamento. O que fomos percebendo durante a série é que ele é um pouco controlador também e carente de atenção. O fato de que Lua é completamente independente e tem uma vida própria sem ele o incomodava. Afinal, ele observava o relacionamento de Erin e Carter e via a namorada do amigo acompanhá-los nas turnês e fazer tudo o que podia para estar a maior parte do tempo ao lado do Carter. Então por que Lua não fazia o mesmo?
"Ele ainda me machucava, na mesma proporção em que ainda me fazia amá-lo." (p. 24)
Lua é filha de político e tem um consultório próprio. Desde cedo aprendeu a se virar sozinha e a fazer as coisas do seu jeito. Muitos a veem como "rebelde", mas ela não é uma protagonista que realiza loucuras inexplicáveis. Ela apenas segue o caminho que acredita ser o melhor para ela. Seu relacionamento com o Yan foi a primeira vez em sua vida em que ela realmente se entregou de corpo e alma para alguém, mas ao receber uma notícia devastadora, ela se afastou de todos na tentativa de protegê-los e acabou se afastando do namorado. Um mal-entendido faz com que Yan tome uma atitude precipitada e com tudo o que está acontecendo em sua vida, Lua some, sem deixar vestígios do seu paradeiro.
Yan fica devastado e determinado em encontrar Lua e reconquistá-la, mas será que depois de tudo o que aconteceu, Lua conseguirá perdoá-lo?
"Depois disso, perdia a cabeça. A confiança se quebrou, o diálogo inexistiu." (p. 14)
Ter as respostas do que aconteceu com a Lua é esclarecedor e ao mesmo tempo triste, pois a protagonista apresenta esse jeito durão e indiferente, mas claramente se preocupa com aqueles que ama, já que tentou de todas as formas protegê-los do que seria um grande sofrimento. Ela coloca a carreira dos amigos acima da sua própria necessidade de conforto e apesar dessa atitude gerar sentimentos de frustração, também deixa claro o quanto que Lua ama esse grupo tão especial.
A dinâmica entre Yan e Lua é repleta de muito amadurecimento. Yan começa a analisar suas próprias ações e percebe o quanto tentou moldar Lua as suas necessidades. Lua, por sua vez, começa a entender que não há problema em se pedir ajuda e que isolar-se dos amigos ao invés de dividir os problemas só complica as situações.
O livro vai alternando entre o presente e o passado (alguns meses antes). Além da história dos protagonistas, a autora traz um pouco da história do Shane e a luta diária contra o vício. Fica claro que em breve, o novo baixista da banda pode finalmente cair de amores...
Mas o enredo não trata apenas de alegrias e casais. A autora trabalhou temas delicados na trama e com muito cuidado. Na nota em que ela escreve no final do livro, Aline Sant'Ana explica a pesquisa que realizou sobre os assuntos, os profissionais que procurou e como desenvolveu esses temas. O fato de que a autora se preocupou em deixar a trama secundária o mais verossímil possível é maravilhoso.
É impossível falar do livro sem mencionar os demais integrantes da The M's: Zane e Carter. Zane traz aquela leveza e diversão ao enredo que é imprescindível, mas também demonstra uma sensibilidade ímpar e uma sagacidade que muitos não esperam desse personagem. Carter por sua vez, traz aquela tranquilidade. Sua personalidade branda combinado com a presença da Erin nos faz acreditar que tudo dará certo. E Kizzie se tornou uma mãezona para todos, sempre preocupada com o bem-estar dos seus "meninos".
O livro é romântico, dramático e muito, muito hot. Yan demonstra para fãs que o "Deus Nórdico" é tudo aquilo e mais um pouco que conseguimos imaginar!
É sempre importante ressaltar o trabalho realizado pela Editora Charme. O livro está lindo com vários pequenos detalhes que enriquem a edição. Existem alguns errinhos de digitação, como por exemplo, nas páginas 118,142 e 215, mas nada que interfira na compreensão do texto.
"Eu o amava com a minha alma. Mas havia descoberto que, até para se entregar a esse sentimento, havia duas linhas tênues mais conhecidas como bom senso e, a mais importante, amor próprio." (p. 78)
Para comprar o livro pela Amazon, acesse: https://amzn.to/2QYcDuJ

Confiram a resenha do livro anterior:

*LIVRO RECEBIDO EM PARCERIA COM A EDITORA

5 comentários

  1. Mesmo depois de tantas resenhas anteriores, ainda não consegui começar esta série, mas fico de namoro a cada livro lançado e este traz uma capa incrível, aliás, todas são!
    Parece também esclarecer alguns fatos sobre o passado dos personagens e acho isso muito importante!!
    Quero muito começar a série!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Olá! Estou muito empolgada em começar essa série, parece que nesse livro a autora vai tratar de assuntos mais delicados, e é bacana saber que ela se preocupou em pesquisar bastante sobre esses temas, para retrata-los da melhor maneira possível, e ainda assim o livro apresenta romance, diversão e cenas para lá de hot.

    ResponderExcluir
  3. Oi Carolina,
    Faz um tempo que essa série está na minha lista de leituras, mas tinha esquecido dela HAHAH Vou tentar colocar nas próximas leituras.

    ResponderExcluir
  4. Olá Carol,
    Li o primeiro livro da série e amei, mas, confesso que Lua nunca foi uma personagem agradável para mim, só depois de ler o segundo consegui entender ela um pouco mais, e gostei da forma que o relacionamento deles se encaminhou, mas claro, era nítido os problemas nessa relação. Acredito que nesse terceiro livro, tanto ela, quanto Yan não só amadurecem, como conseguem se acertar, conheço a escrita da Aline, e tenho certeza de que ela soube moldar isso muito bem...
    Sem dúvidas é uma edição linda, só olhar para essa capa, e pronto, não precisa de mais nada kkkk
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. A edição é bonita e a história até Pode parecer interessante mas realmente não é o tipo de leitura que me agrada começando pelo gênero do livro Já que eu não sou tão fã de livros eróticos

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.