Resenha O Presente Inesperado - Spindle Cove # 1.5 - Tessa Dare

Sinopse - Algumas flores desabrocham à noite… Violet Winterbottom é uma jovem tímida, que fala seis idiomas, mas raramente levanta a voz. Sofreu uma dura decepção amorosa em silêncio total e ainda não existem cavalheiros batendo em sua porta. Não até a noite do baile de Natal de Spindle Cove, quando um estranho misterioso irrompe no salão de festas e desaba aos seus pés. Os trajes grosseiros, molhados e cobertos de sangue, a “boa” aparência do sujeito – que beirava à indecência –, e a língua estrangeira que ele falava deixariam qualquer jovem cheia de cautela. Qualquer uma, menos Violet, a única que soube desde o primeiro instante que ele não era o que aparentava, e que tem apenas uma noite para extrair os segredos daquele homem perigosamente atraente. Seria ele um contrabandista? Um fugitivo? Espião das forças inimigas? Violet precisa das respostas até o nascer do sol, mas seu prisioneiro prefere tentar seduzi-la a se confessar. Para descobrir o que ele esconde, a jovem donzela precisará revelar seus próprios segredos e se abrir para a aventura, paixão e o impensável… amor. Mas, cuidado! A heroína está armada, o herói pragueja em múltiplos idiomas e, juntos, aquecem uma fria noite de inverno.
"O presente inesperado" é um conto da série Splinde Cove, narrado em terceira pessoa que terá como protagonista a jovem Violet Winterbottom. 

Violet é uma jovem muito bonita, mas quieta e tímida. Ela resolveu passar um tempo no pitoresco vilarejo após ter sido magoada por aquele que ela chama de "A Decepção". Com as festividades de final de ano chegando, Violet sabe que precisa retornar para casa e para a sua família, mas é durante o Baile dos Oficiais em Splinde Cove que aconteceu no ano de 1813 que a vida da jovem muda completamente.

Em meio as comemorações, surge um estranho completamente molhado, com roupas esfarrapadas, falando um idioma estranho que anda em direção à mocinha. E desmaia ao seus pés. Violet não sabe como agir, só sabe que o idioma se parece com bretão e isso deixa todo o vilarejo em alerta. Afinal de contas, o país está em guerra contra a França e o estranho desmaiado poderia ser um espião...

Lorde Rycliff e sua esposa tomam a dianteira na investigação, mas Violet acaba sendo a responsável por acompanhar o homem inconsciente e tentar descobrir sua verdadeira identidade. Conforme o seu trabalho de investigação avança, Violet se vê mais e mais intrigada com esse homem.

Violet é inteligente e perspicaz e sem dúvida, merecia uma história própria. Foi bem interessante a forma como a autora escolheu contá-la, pois demonstrou uma nova faceta de Violet que não tínhamos visto antes.

É claro que uma grande confusão se arma e os peculiares moradores de Splinde Cove confirmam presença nesse conto encantador!

"Ele arregalou os olhos, nítidos e intensos. Neles, ela leu sua resposta: Você. Eu quero você." (p.26)
Para comprar o livro pela Amazon: https://amzn.to/2MKUZct


Confiram as resenhas dos livros anteriores:
*A bela e o ferreiro - Livro 3.5

6 comentários

  1. Durante a resenha fui ficando com preguiça da história, até chegar a parte do suspense: quando o homem aparece. Agora me sinto curiosa, isso sim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Giovanna, o livro é bem curtinho e prende a atenção, viu?
      Beijos

      Excluir
  2. Olá! Eu sou apaixonada pela escrita da Tessa ( e pelas capas desses livros) e fiquei bem feliz quando descobri que teríamos um pouco mais das mulheres de Spindle Cove, ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, mas tenho certeza que vou amar, curiosa para saber sobre esse homem misterioso, e claro, poder rever os personagens dos outros livros.

    ResponderExcluir
  3. Eu li várias resenhas na minha busca por identificação com os romances de época e a Tessa Dare entrou para a minha lista de leituras próximas. Em todas estas leituras e de acordo com a personalidade dos personagens concordo com todas as opiniões de que a Violet merecia uma história própria e, em consequência, com muito mais páginas. Adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha Ycaro, concordo que o livro deveria ser mais longo. É uma história tão gostosa de se ler ;)
      Beijos

      Excluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.