Resenha Gatunas - Amizade Não Tem Preço. O Resto A Gente Pode Roubar. - Kirsten Smith

Sinopse - O que três garotas poderiam ter em comum além de algumas aulas entediantes no ensino médio e problemas corriqueiros de adolescente? Pode parecer estranho, mas essas três jovens, tão diferentes entre si, criaram uma aliança ligada pela emoção de roubar. A história contada através de múltiplas perspectivas revela que, mesmo em uma situação completamente inusitada, na qual elas deveriam estar aprendendo os passos da recuperação após terem tido problemas com a polícia, podem acabar selando uma amizade pra vida toda.

"Gatunas" da autora Kirsten Smith é o livro que deu origem à série na Netflix (que recebe o nome de "Trinkets).
O livro é dividido em 5 partes e os capítulos alternam a perspectiva da história entre as três protagonistas: Tabitha, Elodie e Moe.
Tabitha é a garota popular da escola. Rica, bonita e tem o cara mais popular como namorado. Quem observa a garota tem certeza de que a vida dela é simplesmente perfeita. Mas será que é isso mesmo? Se esse é o caso, por que que a adolescente age como se estivesse atuando para uma plateia, com um sorriso falso e suspirando pelo namorado?
Conforme vamos conhecendo mais a sua vida, percebemos que nem tudo é tão reluzente assim. O seu namorado não é um cara tão legal quanto todos acreditam e em casa, a dinâmica familiar é tão bagunçada que a adolescente não consegue lidar.
Moe faz parte do grupo alternativo da escola, aquele grupinho que é visto com certo temor pelos demais, pois estão sempre fumando e se metendo em confusão. Após perder os pais, ela e o irmão Mark são criados pela tia, uma mulher trabalhadora e dedicada aos sobrinhos. Sendo vista como uma pária na escola, Moe tem a impressão de que ninguém realmente a conhece, inclusive Noah, seu vizinho e garoto popular que só aceita se encontrar as escondidas com ela.
"Acho que, se elas estivessem julgando um livro pela capa, a minha também seria diferente do que está por dentro". (p. 106)
Elodie é meiga, poeta e recentemente perdeu a mãe. Como se isso não bastasse, seu pai casa-se novamente com sua jovem secretária que é viciada em um estilo de vida saudável e a comunicação entre pai e filha é escassa. Em uma escola nova, sem amigos e sendo praticamente invisível, Elodie sente-se cada vez mais desconectada de todos e uma verdadeira estranha no ninho.
Três garotas completamente diferentes. O que será que elas possuem em comum? Todas elas precisam frequentar um programa de reabilitação psicológica após terem sido flagradas roubando itens em lojas. E é nos Ladrões de Lojas Anônimos que essas adolescentes vão pela primeira vez, confessar suas histórias e medos e perceberem que podem expressar seus sentimentos, sonhos e desejos.
"Não preciso escavar e procurar nenhuma lembrança do meu pai; já tenho algumas por semana quando vejo de relance sua pasta executiva no hall de entrada, parada ali como uma fantasia de "olá" e uma promessa de "adeus"". (p. 86)
As três protagonistas se complementam muito bem e os diálogos conseguem ser divertidos e emocionantes ao mesmo tempo. O leitor mergulha nos dramas dessas personagens e consegue conectar-se com elas, compreendendo cada um de seus temores.
O livro é divertido, marcante e repleto de situações que nos permitem identificar e correlacionar com os problemas da nossa sociedade, como problemas na dinâmica familiar, alcoolismo, violência e muito mais.
"Estou oficialmente presa em um filme do canal Lifetime para mulheres". (p. 81)
A Astral Cultural realizou um ótimo trabalho com a diagramação do livro. Os capítulos de Elodie são apresentados em forma de poema, o que combina perfeitamente com ela e a escolha da capa é perfeita.


Para comprar o livro pela Amazon, acesse: https://amzn.to/2X6J9SA 
* LIVRO RECEBIDO EM PARCERIA COM A EDITORA


* Algumas fotos de divulgação do livro e da série (fornecidas pela Editora Astral Cultural):





Um comentário

  1. Olá!
    Adorei bastante o livro, tem uma ótima premissa e uma historia bem legal. Não sabia que tinha na netflix, agora irei procurar para ver.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.