Resenha Nacional Charlotte - A imperceptível transparência de uma alma feminina - Rafael Lovato

Sinopse - Para a alta sociedade inglesa, Charlotte vivia um conto de fadas: 39 anos, linda, mãe de dois filhos exemplares, casada com um Lorde escocês, morava em luxuosa mansão e passava seus dias entre trabalhos voluntários, salões de beleza e shopping com amigas. Todos desconheciam, entretanto, que ela não mais tolerava a posição de troféu masculino passivo de seu esposo, Connor, único homem de sua vida. Ela não aguentava mais sufocar seus desejos de independências financeira e sexual. Não queria mais carregar o legado das mulheres Barton, simbolizado pelo anel de diamantes herdado de sua bisavó. Legado, este, que sua controladora mãe não cansava de repetir: “O papel da mulher Barton é manter a família hígida, ser temente a Deus e conservar o marido que possui.” Um desentendimento com Connor culmina com Charlotte indo, a contragosto de sua mãe, temporariamente morar em Londres com Chloe, sua amiga de adolescência. Chloe a incentiva a terminar sua formação jurídica e buscar libertação sexual. Em Londres, Charlotte conhece Maurice, um francês que em tudo lembrava seu amor inacabado de adolescência com Antoine. Será que Charlotte colocará a perder o legado da família? Confrontará sua controladora mãe? O mais importante: com as novas escolhas, conseguirá se empoderar enquanto mulher, conhecendo sua alma feminina e encontrando a felicidade?

O livro é narrado em terceira pessoa e se inicia em março de 2051, onde somos apresentados a uma Charlotte de 74 anos de idade, relembrando alguns dos momentos com sua mãe e o anel das mulheres da família Barton, objeto esse que dominou a maior parte da vida da protagonista.
"De arroubo e sem conseguir controlar, reviveu cada um dos acontecimentos daquele turbulento e fatídico ano de dois mil e quinze, bem como os acontecimentos que levaram a ele. Porém que sem os quais, ela jamais teria começado a construir o seu próprio legado enquanto mulher." (p. 11)
A partir desse instante o livro volta no tempo, iniciando em 1995, quando conhecemos uma Charlotte no início dos seus vinte anos de idade, cursando Direito e ao mesmo tempo está sob as rígidas regras da sua mãe, que acredita que uma mulher deve casar-se, ter filhos e dedicar-se unicamente para atender as necessidades do marido e filhos. É nesse momento que ela conhece Connor, um homem considerado perfeito por sua família.

Em pouco tempo Charlotte saí da casa da família para morar com o marido. Os anos passam e a protagonista se vê como o modelo perfeito de uma esposa troféu: vestindo as roupas e as jóias mais caras, mantendo o seu corpo impecável, entretendo convidados com um sorriso fixo no rosto e atendendo aos desejos de Connor, dentro e fora do quarto. Com os filhos Pierre e Adrien indo para a Universidade, o que sobra para a protagonista?

É em dezembro de 2014 que Charlotte entende que precisa dar um basta nessa situação de inércia e decide ir em busca da sua própria jornada, largando tudo o que conhece e mudando-se para Londres para terminar os estudos e trabalhar na área. Mas será que essa é a vida que realmente Charlotte sempre sonhou?

O livro vai contar a jornada dessa mulher forte, que precisa aprender a andar com os próprios pés e decidir por si mesma o que quer. O destaque do livro é exatamente essa jornada, esse amadurecimento de Charlotte, que pela primeira vez em toda a sua vida, se encontra fazendo escolhas para a sua vida sozinha. Seja algo simples, como o que vestir ou o que falar, a até mesmo se irá ou não envolver-se com outro homem ou seguir uma carreira profissional. "Charlotte" é uma obra de auto-descobrimento, de crescimento pessoal e perseverança. 

Rafael Lovato escreve com sensibilidade a história de uma mulher que representa milhares de Charlottes, que precisam arriscar para encontrar-se.
"Com o coração transbordando otimismo, Charlotte repetia que sim, era uma situação passageira. Não podia desperdiçar aquela oportunidade de ser mais feliz. Não fraquejaria. Pensaria em si mesma ao menos uma vez na vida." (p. 63)
Para comprar o e-book pela Amazon, acesse: https://amzn.to/2ZkikXp

3 comentários

  1. Olá! ♡ Primeiramente tenho que falar que essa capa é maravilhosa!
    Adorei a premissa, esse livro vai direto para minha lista de desejados.
    Verdade, existe muitas Charlottes espalhadas pelo mundo, que precisam se libertar e ir em busca de seus sonhos.
    Quero muito acompanhar Charlotte nessa jornada e poder ver seu crescimento e amadurecimento. As vezes é preciso nos arriscarmos, para que nossos sonhos se tornem realidade. Somos nós que devemos tomar nossas próprias decisões e escolher por nós mesmas.
    Obrigada pela indicação! Beijos! ♡

    ResponderExcluir
  2. Oiii ❤ Achei interessante a história ser contada em 2051, depois de tudo o que aconteceu com Charlotte, com ela já idosa e relembrando o passado.
    Gostei muito da proposta da obra, de apresentar uma mulher "perfeita", mas que não está feliz com a própria vida, que precisa descobrir sozinha o que realmente quer pra sua vida.
    A premissa é ótima, então vou adicionar esse livro agora na minha lista de leituras.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  3. Oi, Carol.
    Apesar dessa história parecer muito bonita, não é bem o tipo de livro que estou buscando no momento. Com tanta leitura atrasada, preciso de algo que demande menos atenção e que seja mais ágil!! Rs...
    Mesmo assim adorei a sua resenha e quem sabe em um outro momento não consigo dar uma chance ao livro!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.